Às vezes ponho Música Baixinho…

retriever brancoImage par JacLou DL de Pixabay 

     Os meus projetos a curto prazo são terminar de fazer uma surpresa sobre a qual ainda não posso falar.

    Vou estar estes dias no meu quintal, com a minha cadela Triksei – o nome é o da namorada do Pilot Speed Racer ; ela é  uma Golden Retriever muito branquinha; na rua, as pessoas perguntam se é um Labrador.

    O meu sítio especial é a Garagem, porque tem imensas coisas antigas como os nossos cadernos e dossiers antigos.

     Encontrei lá um minitapete com um ursinho felpudo do tempo da minha Infantil, que a minha Mãe vai coser numa almofada para mim.

    É tão fixe ter um minicantinho! Quando tenho tempo para ler, sento-me com a minha girafa gigante que recebi no Natal: ela faz de poltrona, tem os olhos brilhantes; sento-me e é como se ela me estivesse a abraçar.

    Não tenho músicas preferidas; vou pondo “gosto” nas músicas que aprecio. Às vezes ponho música baixinho, de Mozart ou violino e leio.

     Li agora um livro muito antigo, da minha Mãe – ela disse logo que eu ia gostar; temos imensos livros; no escritório há imensos livros antigos da minha Mãe. Ela foi buscar “O Diário Secreto de Adrian Mole”.

   Também estou a ler o”22 Mistérios da História” – é tão interessante! Fala de conspirações, como o triângulo das Bermudas e a Área 51.

Conversas na Oficina – CA5A

Celebrar todos os Estilos de Pessoas

Carnaval, balõesImage par Pixaline de Pixabay 

     No Carnaval, celebramos todos os estilos de pessoas e aprendemos a ser outros, mas com o mesmo gosto.

    Aprendemos a ser outras pessoas, mas, ao mesmo tempo, somos nós; então, os nossos amigos, os familiares, os que nos rodeiam, veem-nos com outra aparência, mas gostam à mesma de nós.

     Apreciei umas raparigas que vieram mascaradas de Bebé, um rapaz mais velho que veio disfarçado de Corona Vírus; outro veio de lutador de Sumo; um rapaz que veio de enfermeira com soutien de esferovite e uma peruca loura. Foram estes em que eu senti mais valor, eram bastante originais.

     Escolhi o disfarce de Gótica, porque a minha Mãe é sempre uma inspiração para mim; ela é um bocadinho Gótica, não é assim tanto como eu vim, mas eu gosto imenso do estilo dela; pedi-lhe e ela achou uma boa ideia, até me emprestou a sua roupa e maquilhou-me.

CA5A

O Natal Encanta-Me

natalImage by Gerd Altmann from Pixabay 

     O Natal encanta-me, pois é pura magia e alegria!

     O que eu queria para este Natal era uma máquina fotgráfica, porque eu queria fotografar todos os melhores momentos da minha vida!

       O Espírito de Natal é ser humilde, partilhar os nossos bens. São risos, música, e a magia que vem na entrega dos presentes esperados.

     Também entram o esforço e o empenho pra ajudar a Mãe a preparar a Ceia do Natal.

     A minha parte preferida desta Festa acolhedora é o Espírito de Família e de Amizade.

CA5A

Ao Largo do 5º Ano

ao largoImage by David Mark from Pixabay 

     O que me está a motivar este ano são os professores, principalmente o professor António Costa! Os meus amigos  e amigas estão a ajudar-me a ter mais concentração e melhores notas, quando vamos fazer os tpc na piscina.

     Há muitos momentos difíceis: os meus e aqueles em que estou envolvida; por exemplo, o estudo. Às vezes, eu tenho muita dificuldade em Matemática e então tenho de pensar numa forma de superar isso; por exemplo, posso criar um Grupo de Estudo no Whatsup: “As Génias do Estudo”.

    Entretanto, também há aqueles problemas em que eu já estou envolvida demais para desistir de ajudar: por exemplo, um colega que tenha alguns problemas e, na turma, vou continuar a ajudá-lo imenso.

    Nesta Viagem do 5º ano, queria levar comigo a minha mais chegada amiga  da Oficina, a C. Ela vai-me acompanhar com imensa alegria e diversão!

    Com quem me sinto mais à vontade é com a minha irmã C. Ela ajuda-me a superar os momentos mais difíceis e, sempre, quando chegamos a casa, conversamos sobre o nosso dia.

    O que me torna única é a minha personalidade: o meu bom humor, a minha boa disposição… Adoro quando faço rir as pessoas, porque basta um sorriso para alegrar uma pessoa.

   Desejo que o QUINTO ANO DE TODA A GENTE CORRA LINDAMENTE!

CA5B

Erradicar a Pobreza

meta 1ods.pt

     Escolhemos a Meta “Erradicar a Pobreza” para o nosso trabalho. Fiz com a CM; também faço com ela os trabalhos de Artes. O nosso trabalho é sobre uma menina chamada Taíra que tem várias necessidades.

     Ela vive na Mongólia, que faz fronteira com a China; tem mais de 3 milhões de habitantes e quase um terço vive em extrema pobreza.

     Escolhemos o objetivo 1, porque achamos que a Pobreza é o maior problema do mundo, que está a existir agora, principalmente em países que fazem fronteira com países muito ricos. Sabemos que também há pobreza na China, mas por outro lado, este país está em grande desenvolvimento.

CA5A