A Galopar, Sinto-Me Livre!

Image par ArtTower de Pixabay 

     Eu gosto muito de Cavalos, porque, quando monto num, sinto-me livre e estou sempre pronta para uma aventura!

    Já montei num branco, que se chama Mozart, montei num cavalo castanho claro e esse chama-se Emotivo; o último é castanho escuro e chama-se Tsunami. Eu gostei de todos.

    O cavalo dos meus sonhos era um cavalo branco, mas a sorte minha foi quando, finalmente, pude andar num.

    Um dia, gostaria de entrar numa Competição de Saltos. É desde sempre o meu sonho!

    Quando galopo, sinto-me livre, e sem ninguém para me parar.

    Cavalos são uma parte de mim: sem eles, a minha vida não seria completa!

     ADORO CAVALOS!

Galopar é VIDA

Image par Susann Mielke de Pixabay 

  Eu gosto de cavalos porque, para mim, são VIDA, com eles sinto-me muito calma. A minha experiência é que são a minha paixão, não sei o que faria sem eles.

   O cavalo que montei é castanho, de crina preta; é  manso, tranquilo e amoroso; gosta muito de festas.

   O que eu gostei mais foi de lhe dar uma maçã: o focinho fazia muitas cócegas! 

   Agradeço muito ao meu avô, por me ter feito andar de cavalo. Se o meu avô não fosse aventureiro, nunca teria encontrado este maravilhoso cavalo.

   Alguns dias atrás, consegui convencer a minha Mãe para entrar numa escola de Equitação.

   Gostaria de saltar com um cavalo muito maravilhoso!

   Para mim, andar a cavalo é vida e, ao galopar, é como não termos ninguém para nos perturbar, É VIDA!

CR5B

XS, O Veloz

Image par Miguel Muñoz Hierro de Pixabay

     O pónei XS é um pónei e um cavalo. A cor do seu pelo é esta: um castanho muito claro e o pelo é muito macio!

     Ele tem uns olhos muito lindos e o focinho muito fofo!

    Uma qualidade dele é que é muito rápido a pôr a galope, um defeito é que é difícil a pôr a sela, porque ele morde muito e a crina é difícil de escovar!

     Eu gosto muito de dar passeios com ele, eu sinto que ele é livre e adoro!

     Na equitação, eu gosto de lhe libertar as crinas e de lhe dar um banho!

     E esse é o cavalinho XS que eu adoro imenso!

VG5B

CAD em Isolamento – Um Cavalo Diferente

horseImage par Mrs Hall de Pixabay 

     Olá, chamo-me Benedita e tenho equitação. Adoro cavalos e também adoro montar. No início das aulas, antes de ir montar, gosto de preparar o cavalo para a aula. No fim da aula, dou-lhe sempre duas cenouras.

     Num Domingo, quando cheguei ao estábulo, a professora disse:

      – Hoje não vais montar o Garibaldi, vais montar a Vip.

      A Professora disse que  a Vip era excelente no picadeiro, mas que também era um pouco macaca, porque não fazia aquilo que nós dizíamos , tentava sempre fugir.

   Quando comecei a montar, fui para o picadeiro coberto, porque estava a chover. Mas não consegui ir, porque estava cheio de gente; por isso fui para o picadeiro ao ar livre.

        Comecei por dar uma volta ao picadeiro todo, para poder começar a trote. Assim que comecei o trote, fiz trote levantado; depois, para trocar de mão, fui em diagonal até à outra ponta do picadeiro.

     A minha Professora disse que eu tinha de me preparar para saltar. Continuei a trote, até chegar a uma ponta, para o cavalo conseguir preparar-se para o salto.

      Quando a minha professora disse “ – Posição de Obstáculo!” – eu pus-me em posição de obstáculo para poder saltar. Depois, continuei a dar voltas ao picadeiro e saltei mais cinco vezes.

    A minha professora disse então para começar a galope, mas eu não estava a conseguir, porque em vez de fazer trote sentado estava a fazer levantado; à quarta vez, consegui!

    Acabei a minha aula, fui até à box da Vip, desmontei, dei-lhe duas cenouras e fui ter com a minha Mãe para ir embora. 

BB5C

CAD em Isolamento – Fazem-me Sentir Livre

galopeImage par ArtTower de Pixabay 

      Os cavalos são muito lindos e têm várias raças.

    Eu admiro-os porque eles, quando estão a correr, fazem-me sentir que sou livre e posso fazer o que eu quiser.

    Estive num Campo de Férias, na Quinta da Bicuda, onde se podia cuidar, lavar, andar, fazer aulas com os cavalos. Era muito divertido!  Lá também havia cães de guarda: dois pequenos e um grande e meigo.

     Havia um cavalo que se chamava Bacaton, que eu montava, e outro que se chamava El-Dorado, que eu não montava, mas era muito lindo. 

    O Bacaton era castanho escuro e olhos claros, mas tinha um defeito: era cego de um olho, mas eu adorava montá-lo e nunca me deixava cair.

    O El-Dorado tinha pêlo branco, e crina dourada. Gostava dele porque era bonito e gostava de montá-lo.

Gentileza da Autora

     No primeiro dia, em que fui para o Campo de Férias, estava muito nervosa, não sabia fazer nada, escovava com a escova errada, não sabia pôr a sela, não sabia levar o cavalo para picadeiro…  Mas no último Dia, já sabia tudo!

     Às quintas feiras sempre fazíamos jogos com os cavalos – por exemplo, com uma égua chamada Penélope e uma taça no meio do picadeiro, cheia de rebuçados, nós tínhamos de montar sem sela – eu não sabia, estava muito nervosa; uma menina ajudou-me e tínhamos de agarrar nos rebuçados com um pau que tinha uma tacinha na ponta, e voltar a trepar.

     Também fazíamos uma Festa de Pijama no picadeiro: comíamos uma ceia, montávamos as tendas no picadeiro, ficavam cheias de areia e dormíamos lá!

   Havia um cavalo chamado Chocolate, que náo deixava fazer nada: cada vez que eu ia tentar tirar a terra dos cascos, com a ferramenta que tem um bico não muito afiado, ele não deixava. 

     O meu cavalo ideal seria de pelo preto ou castanho, olhos claros, crinas de médio comprimento, um pouco mais claras que o pêlo e muito meigo.

    Quando os cavalos selvagens correm, eu sinto que posso fazer tudo e penso que cada cavalo tem o seu jeito de ser. É tal como acontece com os humanos.

CM6C

Eu e a Minha Amiga França

cavalos a saltarImage by Parker_West from Pixabay 

      Foi num dia de Sol: fui para os cavalos e nunca tinha imaginado ir andar de cavalo sozinha. Mas quando eu vi a França, imaginei-me a andar a galope na praia com ela.

     Ela é perfeita: é branca, com pintas pretas; é muito comilona, mas eu adoro-a como ela é. A crina é linda: é cinzenta, salpicada de preto.

     O primeiro momento inesquecível foi quando apertei demais os joelhos e ela começou a andar a trote.

CG5B

Decisões Difíceis

   prado, casa e cavalo dentro de mala

   Image parDarkWorkX de Pixabay 

     Querido Diário,

      Ontem foi um dia difícil: obrigaram-me a escrever e eu não tinha ideias.

    Sou uma rapariga de 13 anos, o meu sonho é praticar a equitação de uma forma artística.

    Na escola, estava a seguir dois cursos livres de Matemática e de Inglês.

    Não consegui estudar e treinar a arte da equitação ao mesmo tempo; bem tentei, mas, por fim, tive de me dedicar só aos cavalos.

     Por um lado, assim não estava tão atenta à escola: fiquei com imensa pena, porque gostava tanto das duas disciplinas!

     Entretanto, fui ganhando campeonatos de salto, com a minha égua Kiki, de pelo castanho brilhante, testa e patas brancas.

     Escovava-a com uma escova própria; ia andar nela e, quando acabasse, dava-lhe um banho; ela apreciava muito, mas molhava-me tanto que ia sempre de fato de banho. Depois, vestia-me e andava sozinha a passear pela escola.

     Via os outros a andar a cavalo no picadeiro e ficava a passear pelos caminhos da escola. Aprendi a andar lindamente, em três meses. Quando saí, tive pena: havia um cavalo preto, com a boca branca, chamado “Raminhos”, que era enorme: na aula seguinte, eu ia andar nele!

    Mas era preciso terminar os dois cursos. Por isso, em vez de ir várias vezes por semana á Equitação, passei a ir só uma.

(Ditado) – MM5A

Viver a Natureza

     rosto de jovem encostado a rosto de cavalo

     Photo by Seth Macey on Unsplash

      Olá,

     Hoje vou falar sobre Animais. Sem eles não haveria companhia nem aquela Felicidade  próprias que eles nos transmitem.

     O meu animal favorito é o cavalo, porque ele é muito bonito e por ter várias espécies: Lusitano, Puro Sangue Inglês, Puro Sangue Árabe, Pusheron, Póney…

     O meu desejo ardente é viver a vida com os cavalos, em comunhão, em paz e, o principal, a treinar com eles, a montar. Galopar livremente pelos campos é viver a VERDADEIRA NATUREZA.

       Eu creio que os cavalos existem para que possamos ser mais humanos.

CM5C

Diário de uma Fotógrafa

cavalo selvagem cor  de caramelo elevado sobre as patas

Pixabay Pixabay License

22-01-2019

     Querido Diário,

    Ontem tirei fotografias de montanhas, vales, animais e muito mais maravilhas.

     Amanhã quero fotografar florestas e cavalos. Desta vez quero ir acompanhada de um amigo, o Daniel!

     Gosto muito dele, porque é o único rapaz da minha Turma que não faz “porcaria”; ele é muito bondoso, engraçado e respeita as Meninas.

 24-01-2019

     Querido Diário,

     Ontem foi um dia incrível: eu e o Daniel tiramos fotos fantásticas à manada de cavalos a correr, ouvimos o som dos pássaros a cantar…

     O Daniel conseguiu chamar a atenção do chefe da manada: os seus olhos eram brilhantes, a crina a esvoaçar, a sua cor parecia caramelo…

     Foi um dia genial e a minha melhor fotografia!

BL5C

Margarida, a Cavaleira

corpo de menina e cabeça de cavalo

     Photo by Kirsten LaChance on Unsplash

     Margarida é de estatura média, de gestos harmoniosos. Os seus cabelos loiros e ondulados caem pelas costas; os seus lábios são sorridentes, o nariz fino e direito, os olhos azuis esverdeados, com uma expressão viva e alegre.

     Margarida é corajosa, amável e é muito aventureira. A sua atividade favorita é andar a cavalo, ao ar livre, no prado verde, ver as nuvens e o céu limpo.

     Enquanto galopa sente-se livre.

      Ela tem milhares de amigos: uma fada e os seus amigos da Escola.

    Mas os seus amigos não conseguiam partilhar essa visão, pois é preciso uma fortíssima imaginação para ver esse lado do Universo.

    Quando for grande, quer ser cavaleira: lutar pela justiça no Mundo!

MM5A

O Dia Mais Especial

cavalo branco na floresta

     Pixabay Atribuição CC0

     Já tive muitos dias especiais para mim, mas só um deles me fez muito feliz até hoje. 

      O motivo que o tornou tão especial foi os meus Pais me deixarem montar um cavalo:   esse era o meu sonho desde pequena! 

     Nesse dia estava muito calor, porque era uma bela manhã de verão.

     A minha experiência foi especial, maravilhosa e muito mais…

    Passei o dia com os meus Pais. Não sei muito bem em que data foi… mas essa vivência nunca mais me saiu da minha cabeça nem do meu coração.

     Foi um momento que nunca irei esquecer. Não celebro os anos da Equitação, o dia em que realizei esse sonho.

      Espero que todos  consigam realizar os seus sonhos no Futuro! 

      Se pensarmos muito, conseguimos realizar o nosso sonho, a não ser factos impossíveis, como porcos a voar, mas sim cavalos em liberdade…e realidades maravilhosas.

BL5C