Nasci com a Natureza

paisagemImage par Larisa Koshkina de Pixabay 

      A Natureza, para mim, é a nossa Vida, onde temos Paz.

     O mar também é formado pela Natureza: eu gosto tanto do Mar!

     Dá para surfar, mergulhar, nadar e andar de barco. Eu aprendi a andar de Optimist em S. Martinho do Porto, com o meu irmão e a minha prima.

    Posso ajudar a Natureza evitando a poluição e usando os ecopontos. 

     Tenho um quintal enorme, com pinheiros, uma figueira e outras árvores, um relvado e uma piscina com relva á volta, um pátio, uma mata e um terreno.

     Os meus cães, Noite e Vaquinha, passeiam por todo o lado, até entram e saem á vontade. 

      Eu nasci com a Natureza e vivo com ela.

DC5A

A Natureza é Vida

por do solImage by kordula vahle from Pixabay 

     Para mim, a Natureza é Vida, que podemos usar para acabar com o Stress, em momentos em que podemos descontrair.

    O meu estudo de Ciências é aplicado em minha casa, a reciclar os quatro materiais: plástico, vidro, papel e metais.

  Posso ajudar a Natureza de maneiras diferentes, como por exemplo: não poluindo, começando a reciclar regularmente, parando a vandalização. 

   Eu vivo mais intensamente a Natureza quando estou no mar. Adoro uma paisagem quando vejo o pôr do sol atrás do mar.

  Quando olhamos para o mar, ao pôr do sol, sentimo-nos maravilhados; quando ficamos com os olhos fitos, às vezes parece que estamos a tirar uma fotografia, de modo que depois, conseguimos lembrar-nos, no futuro.

AB6B

Viver a Natureza

poente no desertoImage par Pezibear de Pixabay 

     A Natureza, para mim, é mais ou menos a Biosfera; a paisagem que mais gosto é quando o céu está cor de laranja.

    A geosfera, com os seus diferentes solos e rochas; eu aprecio o solo arenoso, como o do deserto: sempre quente.

    Pode-se fazer ski nas altas areias que são  montanhas de areia como se fosse neve. 

     A Atmosfera, com o céu azul e frio, pequenino, pois só depois do céu é que começa o Espaço, até ao Infinito.

    À noite conseguimos ver estrelas brilhantes, como uma parte do Universo.

    A Hidrosfera, com seus inúmeros seres vivos nadando no Oceano, no mar, nos lagos e nos rios…

    Aprecio nadar nas piscinas interiores, em que os mosaicos verdes do fundo dão um tom esverdeado ao azul das águas.

OA5B

Uma Festa Inédita

Image by Free-Photos from Pixabay 

     Se eu criasse uma Festa nova, eu chamava-a “O Dia dos Amigos”.

     Seria no dia 11 de Setembro. Às 10 da manhã iríamos todos para o Parque da Gandarinha e, depois, para o Cascais Shopping.

     À noite, íamos dormir todos para a Praia, em tendas, e tínhamos uma fogueira acesa.

     Ficávamos todos a falar. Comíamos marshmellows e dávamos imensas risadas!

     Sentados na areia, à volta da fogueira, com o céu escuro mas cheio de estrelas, sempre lindo.

     Estava calor, o mar liso e calmo, tão bom! E nós tranquilos, a ouvir o mar e a conversar sem fim!

MM6D

Trabalhar na Natureza

campos cultivadosImage by Schwoaze from Pixabay 

     Para mim, a Natureza é uma zona de conforto, porque estamos em harmonia com ela a ouvir o som dos pássaros. 

     Os momentos em que vivo a Natureza mais intensamente são quando estamos a tratar do gado, a andar de trator, a fazer a vindima…

     Diferentes maneiras de desenvolver a Natureza são fazer a reciclagem, poupar energia, não fazer a desflorestação e não poluir os Oceanos.

     O estudo de Ciências Naturais pode servir para apoiarmos a Natureza, por exemplo, cultivando mais a nossa horta Biológica, não usando nela produtos químicos…

    Em ET-Projeto a nossa proposta foi construirmos tartarugas marinhas com plásticos e outros materiais que possam causar poluição, pois as tartarugas sofrem com o plástico.

    Uma experiência em que a Natureza me envolveu foi quando agarrei um carneiro para levá-lo ao matadouro, pois a profissão que eu amo é ser Agricultor e Criador de Gado.

TS6D

Viver a Natureza

peixe no marAutor: Aluno do 2º Ciclo – CAD

    A Natureza, para mim, é uma zona de conforto, um sítio bonito. No verão, na praia, no mar, viver a Natureza é espetacular!

     Podemos ajudar a Natureza a reciclar, a apagar as luzes em casa, isto só para começar.

     Este ano, no Colégio, reciclamos nas nossas salas de aula. Os sextos anos têm feito projetos para apoiar o Ambiente. Levamos sacos para todos os locais da Escola, a recolher materiais recicláveis.

     Gosto de ir à praia, da areia quente, mas o que gosto mais são as ondas gigantes: adoro, é emocionante! Mergulho quando elas chegam, vou contra elas ou então deixo-me ir com elas e sou bué rápido!

     No inverno, gosto de acender marshmellows na lareira. As chamas vermelhas e laranja atraem o olhar.

DJ6D

 

Férias no Campo

campo de abóborasPexel.com

     Na minha primeira semana de verão estive a ajudar os meus avós a tratar do Gado, a regar a horta, a carregar lenha do moinho, a carregar sacas de farinha de 30kg, a cozer o pão.

     Nas duas semanas seguintes, estive a trabalhar para a minha madrinha e o meu padrinho.

     Primeiro, estive a cortar erva para os bois: apanhamos um reboque cheio.

     Fomos plantar abóboras e beterrabas, carregar farinha para cozer pão, lavar os parques do bois: eu estava lá dentro dos parques com o pau a enxotá-los para não saírem enquanto a máquina limpava o esterco.

     Nas melhores noites no campo, andava no trator à noite, trabalhava à noite, por exemplo: “esparrar”, porque está fresco. Ou ia brincar com os primos às apanhadas e passear até S. Martinho; à noite ia à feira de S. Bernardo.

    Ser agricultor é ter uma vida ocupada e bonita, temos muito espaço para brincar e ganhamos muito dinheiro, o ar é mais puro, temos  muitas tarefas para fazer e nunca paramos, só à noite, às vezes às 9 h 30 ou 10h 45.

TS6D

Enquanto Nado, Penso no Futuro

   quando nado penso no futuro

   Imagem de David Mark por Pixabay 

     Em EV participei num Projeto de um Animal: Era um gato – como a gata Ticha,  preta. Tem de se pôr a cabeça do animal ligada com o nosso corpo. Eu pus-me numa pose de Judo, embora eu não goste muito de Judo.

     Gosto muito de Natação, porque nos tornamos mais rápidos e porque gosto de mudar de elemento. 

       Estava a fazer uma prova de costas, cheguei em primeiro lugar, mas não sei se toquei numa corda;  alguns começaram a fazer “Buuu” e o Professor disse que ia reiniciar a contagem do tempo.

       Enquanto nado, penso no Futuro.

     Espero que no Futuro haja uns carros e umas motas menos poluentes, ou que andem sozinhos, sem o condutor.

    Espero que não haja guerras. A Paz é um processo difícil: obriga a que as pessoas não morram, a que os animais não se extingam. 

     A minha Bisavó e o meu Bisavô morreram, mas a Páscoa, que é quando Jesus morreu – significa que eles estão lá no Céu. Creio que nos acompanham e inspiram.

     Eu acho maravilhoso as plantas, as nuvens e o Sol…

Conversas na Oficina – DR5C

A Fada da Agricultura

colheita de maçãsImagem de lumix2004 por Pixabay 

     Um rapaz chamado Tomás, todo alegre, chegou a casa e foi para a cama. Imaginou uma fada: muito pequenina, com asas giras e velozes, com uma saia vermelha. Ela cantava e o Tomás ouviu-a pela primeira vez: 

     – Olá, Rapazinho! Chamo-me Susana e sou a Fada da Agricultura.

     Tomás deu um salto na cama. Nem queria acreditar!

      – Olá, Fada! Por que é que não te consigo ver? Porquê?

    – Porque sou discreta. De todos os seres vivos, só me veem aqueles em quem posso confiar. É que só falo com os Agricultores. É por isso que falo muito com a Família Siopa.

      O Tomás perguntou-lhe:

     – Qual é a tua Missão na Agricultura?

     A Fada respondeu:

    – É tratar do gado, lavrar as terras, trazer a farinha e espalhar as sementes. Tomás, espantado, disse que, com a Susana, ia continuar a “Tradição Siopa”, pois essa era a sua Missão.

   E acabou a praga preta e branca, a poluição desapareceu e o agricultor enriqueceu. 

TS5D

Memórias e Projetos

horta na escola

     Imagem de congerdesign por Pixabay 

       Os meus projetos de Férias são ir dormir em casa de um Amigo;  estar uma semana com o meu Pai num hotel de 5 estrelas no Algarve. E ficar em casa dos meus avós a ajudar na Agricultura.  

     Os melhores momentos do 5º ano foram quando fiz novos amigos; só tive duas negativas e tirei só 4 e 3. Gostei muito do passeio ao Zoo e de ter esta explicação ás quartas. 

       Gostava de protestar para que haja brinquedos em bom estado nas rifas da Festa da Comunidade. E às vezes perdemos bocados da aula por causa de alguns alunos. 

      Um contributo para inovar a Escola seria fazermos uma quinta pequenina. Aí podíamos ter atividades agrícolas de manhã e, à tarde, havia aulas.  Plantávamos uma horta, com tomateiros, batatas e batatas doces, limoeiros, laranjeiras, vinha, feijão branco e preto, salsa, coentros e marmeleiros.

      Como votos de férias, desejo aos Amigos que viajem sem trabalhos de férias;  aos Habitantes do planeta que não trabalhem durante o verão; às Famílias, que descansem em paz sem os filhos a arreliar.

TS5D

Carta do Responsável da Floresta

florexta encantada

Pxhere Atribuição: CC by 2.0

Responsável pela Floresta, 28 de Agosto de 2086

     Olá, graciosamente, Reino Misterioso,

      Peço desculpa por tudo o que fiz. Neste momento a Floresta está Maravilhosa:

  •      Já tem muitas pessoas a fazerem piqueniques;
  •      Muita gente vem ver os animais;
  •      Agora existe um pequeno comboio que leva as pessoas a atravessar a Floresta toda;
  •          A Floresta cresceu, multiplicaram-se as flores, os arbustos estão cheios de flores.
  •          Curei as feridas dos animais com o suco da melhor flor do jardim: a tulipa.

    Adeus.

    Responsável pela Floresta 

    P.S. Está tudo limpinho.

CG6B

Detalhes que Salvam o Planeta

pulseiras ecológicasImagem de Oficina de Escrita

    O Objetivo do nosso Trabalho

CCv O nosso trabalho é para apresentar na disciplina de Tic com Ciências. Vamos vender pulseiras a preços baixos e temos uma placa de cartão com fotos chocantes sobre os efeitos do aquecimento global e da poluição, para consciencializar as pessoas de que podem ajudar a salvar o  planeta.

Talvez tenhamos  uma caixa com papéis onde escrevemos mensagens tais como: “hoje vou apanhar 10 pedaços de lixo que encontro no chão”, “hoje não vou usar o telemóvel durante meia-hora”; “hoje vou reciclar todos os plásticos que vir.”

Maria – É melhor transmitir a mensagem oralmente, ao vender cada pulseira, para não gastarmos papel.

Queremos levar as pessoas a salvar o planeta através de pulseiras que simbolizam mensagens ecológicas.

missangas para as pulseirasImagem: Oficina de Escrita

Vender Quando e Onde?

B (convidada) – Vamos vender no Colégio durante os recreios, uma banquinha no recreio. Se sobrarem podemos vender no paredão.

Esta Estratégia será Eficiente? 

MS – As pessoas se estiverem a andar por aí, vão apanhar peças de lixo ou de reciclagem.  As pessoas vão se lembrar, ao ver o lixo, da mensagem que lhes foi transmitida ao comprarem a pulseira.

caixa de recursosImagem: Oficina de Escrita

Como fixar os Preços?

CCv– As pulseiras podem ser vendidas por preços baixos para recompor a nossa poupança; temos dívida para com as Mães; eu usei dinheiro que os avós dão por termos gasto imenso dinheiro a comprar estes materiais.

Imagens que Interpelam

MS – Vamos buscar imagens à net, imprimimos e colamos num cartaz preto; como por exemplo, um urso polar muito magro, imagens do lixo no oceano, um pássaro cheio de petróleo, crianças na lixeira de plástico…

E escrevemos uma frase a dizer:

Tu podes ajudar a salvar o planeta”

fios para as pulseirasImagem de: Oficina de Escrita

Distribuição de Contributos

CCv – Eu comprei fechos, argolinhas para colocar nos fechos e também as medalhas e fios. O fio mais fininho, de nylon, é o melhor. Aproveitei as missangas que já tinha em casa e peças de colares já partidos. 

B (Convidada) – O meu contributo foram todos estes saquinhos de missangas. Os melhores fios são os de elástico ou os de nylon.

Escolho as missangas pela cor e pelo tamanho.

Maria – Combinamos as cores aproximando as missangas para ver se as cores ficam bem juntas.

CCv e B – Nós também combinamos imaginando as combinações de cores, testando mentalmente se ficam bem.

Projetos de Futuras Estudantes

MS e CCv – No Futuro, queremos mostrar às pessoas o que realmente está a acontecer. Há pessoas que não ligam, não sabem o quão grave é.

MS – Pensam que estão a fazer uma diferença enorme, só porque estão a reciclar, mas não é caso para vangloriar-se disso. Por exemplo, no refeitório não compensa: pôr os sacos de reciclagem em todo o lado da Escola, torna-se inútil, mas em casa das pessoas é que é necessário.

No pingo doce dão uns sacos que eu uso para o almoço aqui no colégio, reutilizo tudo o que posso em plástico.

Uma amiga minha do Algarve esteve numa campanha cheia de cartazes a dizer “Salvem o Planeta” para consciencializar as pessoas para o aquecimento global.

Podemos comprar camisolas no Chinês e depois pintá-las e decorá-las: assim temos roupa original e não gastamos muito dinheiro.

Conversas na Oficina – CCv8B, MS8B e B8C – Convidada

Segredos Vegetais

     orquídea drácula vampira

   Imagem de Andreas Kay Flickr.com Atribution CCNC SA 2.0

Porque é que as folhas são de cor verde?

       Tinham a oportunidade de serem pretas, porque o preto absorve mais luz. Mas uma teoria diz que antigamente, durante a evolução das plantas, havia uma espécie de alga que era preta e com a luz que deixou passar, por baixo dela cresceu uma alga verde.

     A alga preta foi extinta, só sobrou a alga verde e a alga verde evoluiu para plantas terrestres.

      Existe um tipo de flor que nasce em pedra, em troncos de árvores: ela rouba os nutrientes.

       A semente parece um cacho, parece uma castanha. Ela engana fungos e outras plantas: como é uma semente, os fungos dão-lhe nutrientes e ela suga todos os nutrientes possíveis; nasce em sítios mais pobres, porque não tem tanto trabalho para estabilizar.

     Hoje em dia, essa espécie de flor – há várias – está quase extinta; é muito bonita. Há pessoas que queimam florestas para terem a certeza de que não sobra nenhuma e vão vendê-las no mercado negro. Existe uma espécie que se chama “Orquídea Dracula Vampire” e está a ser cultivada pelos Americanos.

Conversas na Oficina –  HZ5D

Sondando o Futuro – II

lua cheiaGoodfreephotos.com Atribution: CC0 Public Domain

      Existe um canal no you tube chamado “Ciências para os Jovens”, que mostra como as gotas nas nuvens atingem a densidade necessária para chover.

     A atmosfera e a água estão cada vez mais poluídas, por causa das fezes das vacas, porque elas libertam um gás altamente tóxico para a atmosfera que também faz efeito de estufa.

      Como ficará a Terra sem a Lua? Os mares ficarão mais agitados e não haverá maré alta nem maré baixa. Antigamente, a Lua estava mais afastada, mas a gravidade da Terra, a cada órbita que descrevia, puxava-a mais um bocadinho.

     Descobriram uma futura Terra, que é bem parecida com a nossa, mas três vezes maior. Já encontraram água gasosa e líquida, mas não sólida. A Estrela dela é mais fraquinha; fica muito longe, a uns duzentos anos luz para se chegar lá. Comparando, a distância da Terra até Júpiter: uns noventa anos luz.

Conversas na Oficina, HZ5D

Na Aldeia da Avó

Image parandrea candraja de Pixabay

      Ir à aldeia da minha Avó faz-me sentir livre: quando estou lá parece que todos os problemas desaparecem.

        Cá, nós, quando queremos, por exemplo, combinar alguma coisa com os nossos amigos, temos de falar com os pais para pedir autorização. 

      Na Aldeia, é tudo diferente: é só ir ter com as pessoas e passamos o dia juntos; podemos ficar na rua até tarde, pois é tudo muito calmo e seguro.

     Quando vou à Aldeia, até me esqueço da existência de telefones, porque nós passamos o dia todo a passear e a divertirmo-nos tanto que nem preciso de telefone.

     Às vezes penso como seria viver na Aldeia: se pudesse levar a minha casa, a minha escola  e alguns dos meus amigos, acho que seria muito giro, pois na Aldeia também já tenho um Grupo de Amigos que, quando venho embora, fico triste por deixá-los e cheia de saudades. 

      Assim, poderia também passar mais tempo com a minha Avó, o meu Tio e o meu Primo, pois eles vivem na Aldeia e quase nunca tenho a oportunidade de estar  com eles; quando estou, fico apenas uma semana.

     O verão é a minha altura preferida para ir à Aldeia, porque vamos todos em Grupo á piscina mais próxima e ficamos lá o dia inteiro.

MB8C

Mensagem da Natureza

calêndula que abre coberta de orvalhoPixaBay License Image parStefan Keller de Pixabay

O nascer de uma Flor transmite uma mensagem preciosa.

     Para mim a Natureza é vida, cores, perfeição, amizade… Todas estas qualidades são só palavras, mas não se pode dizer o mesmo da Natureza, porque ela é tudo, é complexa.

     Se tentarmos procurar uma resposta para nós, para a vida, a resposta está na Natureza, pois lá há uma resposta para tudo.

    Mesmo se não percebermos, a Natureza tenta-nos dizer muitas coisas pela maneira como os animais vivem ou como as plantas nascem.

     Para mim, o nascer de uma flor, enterrar a semente e regá-la até ficar grande e forte, é muito bonito, porque me transmite uma mensagem preciosa:

    Todos chegamos ao mundo pequeninos, mas com o “regar” que é o esforço e a dedicação, ficamos fortes.

    Mas se pararmos de regar, a planta morre. No nosso caso, perdemos essa força, por causa da preguiça ou da falta de esforço para chegarmos aos nossos objectivos.

     Por isso, temos de continuar a batalhar, a “regar”, para atingirmos as nossas metas. Mas sem magoar ninguém, nem derrubar alguém.

    E isto é só uma das mensagens que a Natureza nos passa.

CC8B

Viver a Natureza

     rosto de jovem encostado a rosto de cavalo

     Photo by Seth Macey on Unsplash

      Olá,

     Hoje vou falar sobre Animais. Sem eles não haveria companhia nem aquela Felicidade  próprias que eles nos transmitem.

     O meu animal favorito é o cavalo, porque ele é muito bonito e por ter várias espécies: Lusitano, Puro Sangue Inglês, Puro Sangue Árabe, Pusheron, Póney…

     O meu desejo ardente é viver a vida com os cavalos, em comunhão, em paz e, o principal, a treinar com eles, a montar. Galopar livremente pelos campos é viver a VERDADEIRA NATUREZA.

       Eu creio que os cavalos existem para que possamos ser mais humanos.

CM5C

Natureza, que Palavra Linda!

nascente

     Photo by frank mckenna on Unsplash

     A Natureza é um novo mundo para nós, onde podemos escutar os pássaros, ver as árvores a mexer e, por vezes, meninos a brincar. 

     Temos de começar a criar e a desenvolver a Natureza.

     Na minha sala, estão dois sacos, um azul e um amarelo, para colocarmos , no saco azul, o papel e no saco amarelo, o plástico.

     Eu amo ver o sol a nascer, é tão bom… O céu começa a ficar clarinho e as nuvens rosadas e lilases.

     Natureza, que palavra linda!

CM5C

O Mar Só Para Mim

praia tropical Photo by Derek Thomson on Unsplash

      Há uma praia no Brasil que fica no jardim da casa de uns amigos do meu Pai. O mar era muito azul marinho e manso; a água era quente e profunda. À volta, numa paisagem tropical, saltavam macacos, a vegetação, de um verde claro, ondulava com a brisa, sob o sol intenso.

     Quando o sol nascia, eu acordava às seis da manhã e ia logo a correr para o Mar. Quando o meu Pai olhava pela janela, lá estava eu dentro de água.  Acordava, sem tomar o pequeno almoço, ouvia logo o marulhar das ondas a chamar-me.

     Saía da água às 10h da manhã, quando todos acordavam; então o meu irmão vinha ter comigo. Mais tarde, os vizinhos começaram a aparecer e ficamos amigos.

 Texto em parte Ditado – PC7B