A Minha Casa Invisível

     pégaso voando junto de arco de rocha

      Pixabay Atribuição: CC0

     A minha casa invisível é uma espécie de um mundo que eu e quem imaginar, consegue ver.

      É um lar para quando estamos em baixo ou quando precisamos de conforto.

      Lá no meu lar, existe de tudo, desde crianças a idosos, desde animais a criaturas imaginárias e até monstros.

     Eu sinto que o meu planeta invisível é um espaço seguro e é basicamente um diário com muitas surpresas.

     Tenho lá um tesouro que cresce cada vez mais, cada vez que faço uma amizade nova.

Aluno Anónimo

Tenho Muitos Motivos de Gratidão

     rosa vermelha em grande plano

     Pixabay Atribuição: CC0

     Hoje sinto-me muito bem, pois comecei o dia com aqueles de quem mais gosto: a minha Família.

     De seguida fui para a Escola, onde estou a passar o resto do dia a aprender e a brincar com os meus Amigos.

     Tenho muitos motivos de gratidão, pois os meus pais trabalharam muito para darem uma vida boa a mim e à minha irmã.

      Por isso eu irei levantar as notas, para eles ficarem contentes e irei estudar muito mais do dobro.

     Tenho também de agradecer aos meus Pais por me terem dado Carinho e Amor.

BF6A

A Amizade Transbordante

quatro bonequinhas na árvore de NatalPxphere.com Atribuição: CC0 Public Domain

CMUm bom momento deste novo ciclo foi conhecer os novos colegas. São muito divertidos.

BLPara mim foi quando soube que fiquei com a Carolina e com a Lara na mesma Turma. A Carolina é a minha “Best Friend” – estávamos a rezar para ficarmos juntas! E a Lara é uma menina fantástica e uma boa pessoa!

L(Convidada) – O meu melhor momento foi quando fomos à Visita de Estudo e comecei a dar-me  com a Bárbara e a Carolina. Ficamos no mesmo lugar, na camioneta. E comprei-lhes um gelado!

BL – Pois foi! Esquecemo-nos do dinheiro e ela deu-nos!

L (Convidada) – O Natal não é só o Pai Natal e os presentes: é o Nascimento de Jesus Cristo.

BL – Estou muito ansiosa porque sei qual vai ser a prenda do meu irmão Vasco: ele tem o telemóvel todo partido e um vidrinho entrou na câmara. Os Pais vão-lhe comprar um que é um bocado melhor. Eles disseram-lhe que era muito caro e não iam comprar, só para ele não saber. Ele ficou triste, coitado, mas, no Natal vai ser uma surpresa!

L (Convidada) – Vou receber um dispositivo que se põe atrás dos óculos de natação e se carrega com música do computador. Vou comprar na Decathlon com a minha avó.

CM – Este Natal, queria que a minha Família ficasse feliz e que, no Mundo, transbordasse a Amizade.

Conversas na Oficina CM, BL e L convidada

Natureza e Liberdade

     GoodFreePhotos.com  Atribution CC Public Domain

        Para mim, a Natureza é…

      É estar em liberdade. Gosto de me atirar para cima da relva, fico no chão começo a coçar-me todo e depois caio para dentro de água.

     Mas eu acho muito irritante os pássaros  – estão sempre a picar.

     Fora disso, eu aprecio muito os coelhos, mas também não gosto de lesmas.

      Os coelhos são fofinhos. Ver o meu texto “Teodoro”.

     O que gosto mais no meu coelho é a sua bolinha de pompom e de pegar nele, embora a minha Mãe e o meu irmão tenham ficado alérgicos e tivemos de dar o coelho.

     O meu Pai já viu um leão a caçar dois búfalos ao mesmo tempo – e ganhou! Mas devia ter ficado sem uma perna. Um deles foi a correr, a perna dele quase voou, mandou-lhe um “selo” e o leão foi a voar uns dois metros.

     A comida de Moçambique é incomparável a qualquer outra. Especialmente o caril, como o caril de camarão. Hum…

FG6B

As Quatro Casas

4 casinhas

Flickr.com  Atribuição: CC2.0

A minha Casa-Escola é linda, divertida e estudiosa

A minha Casa-Família é alegre, sem preocupações e amorosa

A minha Casa-Comum é limpa, organizada, feliz e brincalhona

A minha Casa-Invisível é enigmática, pensativa e bondosa

Estas são as minhas quatro Casas e gosto muito delas

SCB6C

Exercício inspirado em “Ecologia Emocional para Crianças” de Mercé Conangla

Ir Mais Alto

pinguim com máscara de tutankhamon

Pixabay Atribuição CC0

     “Why to be a king when you can be a god?”

     Esta frase tem um certo impacto, faz-nos pensar. Inspira as pessoas para irem sempre mais alto.

     Por exemplo, eu gostaria de subir algumas notas. Também gostaria de ir mais alto na imaginação.

     Ir mais alto na imaginação é ser cada vez mais imaginativo, cada vez com mais ideias.

     Sobre a possibilidade de ter um horário para o telemóvel, nas férias do Natal, posso experimentar diminuir o tempo e compensar  com mais Karatê.

VE6A

Um Surfista Chamado Simas

surfista a descer uma onda

Pixabay Atribuição CC0   

      No mar muito azul, as ondas eram perfeitas e o céu estava limpo.

     Era uma vez um Surfista chamado Simas; um dia ele decidiu ir à Arrifana; então lá foi ele.

     Assim que viu o mar com ondas perfeitas e o céu sem nuvens, sentiu-se cheio de energia.

    Logo de seguida, o Simas entrou com um amigo, isto é, convidou-o  e foram logo para o mar. Surfaram grandes ondas azuis…

     Quando saíram da água, foram para casa brincar, andando de skate.

      Estavam num acampamento, a descida era inclinada, era giríssimo descer a rampa e eles iam muitas vezes a um café muito bom.

       Uns dias depois, foram embora. Quando chegaram a casa, o Simas foi logo ter com o seu cão bebé: o “Bola”, de pelo curto, cinzento e preto, um galgo magrinho que se encolhe todo ao dormir.

     Foram brincar e a brincadeira era correr muito!

SCB6C

A Arte de Estudar

composição dentro de livro gigante e relvado: um cão, uma menina de guarda chuva,
   Max PixelCC0 Public Domain

Gestão de Estudo, Estratégias e Objetivos

TS – A minha disciplina preferida é Matemática, e depois vem Português. São as que aprendo melhor… gosto de fazer contas de dividir.

SS – A minha também é Matemática, e depois vem HGP. Gosto de fazer contas mentalmente, porque organizo a minha cabeça.

TS – A minha melhor nota foi a Matemática:82% Tive 80, 79, 82.

SS – A nota a que eu dei mais valor foi a EV. Custou-me muito fazer este trabalho:99! Foi a minha primeira melhor nota da Turma. O Trabalho eram colagens de Henri Matisse. Fui a única que as fiz como se fosse um puzzle – tive essa ideia. TS – Eu fiz George Cocco – estamos a imitá-lo – é a história de Jesus, com cores muito difíceis de pintar.  

TS – Para estudar, a Stora Inês ajuda-me, pois a Mãe está  ocupada no trabalho. Como a professora está no Colégio já tem prática. Quando estudo, gosto que as pessoas me perguntem. Se eu souber responder, quer dizer que já decorei. 

SS – Quando estudo com a minha Mãe, sinto-me mais confiante, em dizer as minhas dificuldades. A Ciências, eu dito os conteúdos, tenho de prestar muita atenção, porque depois a Mãe faz-me perguntas.

TS – Eu olho para o livro, tapo, tento decorar. Depois olho para o livro: se estiver certo, quer dizer que decorei. Mas o melhor é o meu Pai fazer perguntas e eu responder.

SS – A minha Mãe dá-me os livros. Eu estudo durante uma hora sozinha. Vejo, repito mentalmente, muitas vezes, até conseguir decorar. Vejo as palavras mentalmente. Olho e fixo. Consigo também ouvir, mas a minha maneira habitual é ver mentalmente.

TS – Gosto muito do método da “Stora” Sónia B. Ela mostra vídeos, explica devagar. No apoio é mais fácil de perceber.

SS – Também gosto muito do estilo da “Stora” Sónia a explicar: dita devagar, quando não percebemos, ela repete; quando continuamos a não perceber, ela muda a maneira de explicar até qual é a maneira como nós conseguimos perceber.

TS – Começo a estudar para os testes a pouco e pouco. No dia anterior ao teste estudo mais tempo do que nos outros dias.

SS – Em princípio, faço os meus tpc para tranquilizar tudo, para ficar mais calma, para preparar tudo para o próximo dia de aulas. Depois disso, em que já estou mais tranquila, estudo para o teste. Estudo desde o dia em que descubro que vou ter um teste e também vou tendo cada vez mais atenção aos Professores.

TS5D e SS5D

Uma Lição “Luxuosa”

4 amigos saltam à beira-mar

     Pixabay Atribuição CC0

      Era uma vez um rapaz rico chamado Sebastião; ele não cumprimentava ninguém: nem um “Bom Dia”, “Olá, “Boa Tarde” – nada.

       Então, quando era Natal, quase que se isolava.

      Ele vivia em  Itália, em Veneza, uma cidade com muitos canais. Na sua mansão, tinha um lago. Sim, um lago! Ele tinha uma data de barcos, onde se deitava todo o dia, com uma palha na boca, um caderno na mão – ele devia estar a pensar:

     – Os meus pais morreram e deram-me cem mil milhões de Liras. É muito dinheiro para mim. Não consigo fazer um texto, estou gordo e horrível, tenho de melhorar… (1) Ei, estão ali pessoas, vou falar com elas:

     – Olá!

     – Olá!

     – Eu não sabia que ele sabia dizer “Olá” – comentou alguém. 

     – Oh, ele, se calhar, não é assim tão mau – respondeu o amigo.

    – Será que eles me acharam melhor?  – Perguntou-se o Sebastião.   

     – A partir do dia de Natal, em que ele nos cumprimentou, ficou muito melhor – reconheceram todos. 

      – “Bora” falar com ele.

     – Olá, estou a convidar para virem ao meu lago. Querem vir?

    – “Bora, vamos lá”.

    A partir daí, ele tornou-se uma pessoa desperta e atenta aos outros. Agora, ele e nós podemos viver felizes!

SG5B

. –

(1) Nos dois sentidos, ser mais boa pessoa e melhorar o seu físico.

O Tesouro dos Pobres

pastores que vão para o Presépio

   PixaBay Atribuição CC0

     Tarde de 24. Terão chegado já ao Presépio?

     Quando souberam, subitamente, que não havia lugar para eles na estalagem?

     Quando é que o mundo decidiu que eles estavam a mais?

     Mas a própria Natureza se encarregou de os abrigar: uma gruta, alguma palha, dois animais. Pois era um Nascimento iminente. E toda a Criação não “geme com dores de parto”?

     E os pobres? Os pobres acudiram. Talvez eles próprios lhes tenham indicado o caminho para o abrigo.

     Depois voltaram,  a partilhar alimento e agasalho para confortar os pais e proteger o Recém-Nascido.

      Talvez, entre eles estivesse uma mulher que, muitos anos depois daquela Noite singular, já viúva e exausta,  deitou a sua última moeda entre as oferendas do Templo.

      Os pobres nunca falham.

OE

A Menina das Estrelas – Um Conto de Natal

PixBay Atribuição CC0

     Na noite de 24 de Dezembro – véspera de Natal – à frente da minha janela, apareceu uma rapariga de pele roxa, cabelos azul turquesa, olhos cor de esmeralda. Ela parecia assustada.

     Depois de esfregar os meus olhos, perguntei: 

        – Estás bem?

      Ela respirou fundo e disse com uma voz estranha: 

     – Não, eu não sei o que se passa. Estava a passear pelos planetas, até que vi o vosso e vim por curiosidade. Por que há tantos brilhos, luzes, árvores enfeitadas e música?

      Eu, a tentar acalmá-la, expliquei: 

      – Porque hoje é Natal. 

      – O que é o Natal?  – perguntou a menina.

       Eu, espantada, exclamei: 

       – Tu não sabes o que é o Natal? O Natal é a Festa de que eu mais gosto no ano. É o dia em que tu juntas a tua Família e Amigos e fazem uma Festa cheia de risos, magia, canções e convívio: celebramos o nascimento de Jesus!

      Além disso, vocês trocam presentes com a vossa Família.

      A menina, depois de ouvir o que eu disse, falou:

     – Ah, Ok. Obrigada! Agora vou voltar para minha casa e contar isto tudo no “Jantar da Liberdade”. É parecido com o vosso Jantar de Natal.

     E lá foi ela, a voltar para casa, voando por entre as estrelas.

     Ela até me deu a morada, mas eu disse que só podia ir visitar em 2072. Espero que, quando chegar esse dia, já existam carros voadores que me levem tão longe.

LM6A

Segue os Teus Sonhos e Sê como És

duas bicicletas e os jovens seguem um adiante dando a mão ao que vem atrásUnsplash by Everton Vila on Unsplash   

     Para mim,  ter apoio dá-me segurança.

     Sabe sempre bem ter Amigos ou até a Família a dar-me apoio. Por exemplo, sempre que quero fazer uma coisa, mas não tenho motivação, eles apoiam-me sempre, motivam-me, e isso faz-me ganhar coragem e fazer o que sempre quis fazer.

     Acho mal as pessoas julgarem as outras pela aparência. Por exemplo, lá por uma pessoa ser feia e tímida, não significa que seja má amiga,  simplesmente não é perfeita.

     Mas ninguém é perfeito; cada um tem os seus defeitos, mas devem todos ser tratados da mesma maneira.

     Só acho que ninguém devia mudar a sua aparência ou maneira de ser por causa da opinião dos outros.

    Sejam quem são e não mudem por pontos de vista críticos, pois essas perspetivas diferentes são impostas por pessoas que têm inveja de seres como és e acham que fazer-te mudar vai ajudar…

     Deviam antes pensar que, com esses comentários, estão a pôr uma pessoa triste, sem razão.

MB8C

À Conversa na Oficina -1

duas jovens de costas, apontando para o horizonte

Photo by Ian Schneider on Unsplash

C – Um grande momento deste período foi a visita ao Palácio de Queluz: vimos os quadros dos Reis! 

B – Para mim o melhor momento foi o início do ano, quando voltamos a ver os nossos amigos.

C – A minha disciplina favorita é Inglês e tive 81%.

B – A  disciplina que eu gosto mais  é Matemática e tive 89%.  Sempre foi a minha disciplina favorita desde o primeiro ano.

C A estratégia que eu uso para decorar em HGP: vou lendo o livro por parágrafos e depois fecho o livro e fico a contar sozinha.

B – Quando estudo, gosto de pensar que estou a ensinar e não a aprender. Desde pequena que sinto que vou ser professora.

C – Quando estou em aula, ouço o professor e por vezes, repito com o pensamento, fotografo o que ouvi e depois imagino.

B – Em aula, eu consigo ver mentalmente.

C – Quando tenho testes, estudo aos poucos uns dias antes. Faço rascunhos, leio um, junto ao outro e vou assim até à véspera do teste.

B – Vou começando a estudar durante uns dias antes; estudo logo um bocado durante a semana. Na véspera vejo: ” – Isto sei bem.” Ou:  ” – Devia dar mais uma olhada.”

C – À segunda, ao chegar a casa, lancho, estudo até às oito, com intervalinhos, vou jantar, vejo tv e faço o que me apetece.

B – Tenho atividades extracurriculares todos os dias, menos à quarta. Portanto, estudo à quarta,  estudo à tarde. Mas também brinco com a minha irmã. Nos outros dias, saio da escola às 18, mas chego às 18h 30, porque a minha casa é um bocado longe. Estudo até às 8  horas, mas também lancho e tomo duche.

C – Eu faço dança artística, numa escola de Dança no Estoril.

B – O meu desporto favorito é o Ténis e os torneios são no Colégio.

C –  O Inglês fascina-me… A minha avó é Inglesa;  fico muito impressionada com a língua Inglesa.

B – Gostava muito de ser Professora de Bebés, porque eu gosto muito de crianças. Gostava de ser Professora de Matemática. Gosto de fazer contas e de números. A Matemática está em todo o lado…

C – No recreio, gosto mais de conversar.

B – No recreio, gosto de jogar cartas: “Olho”, “Pepe Rápido”…

C – A minha expectativa para este Natal é passar o tempo todo com a minha Família! E abrir os meus presentes, que já estão na árvore. É horrível ter os presentes ali e não os poder abrir!

B – Estou em expectativa: este Natal vou estar com a minha Família. Tenho um primo que nasceu: é muito pequenino, tem poucos meses, é mais um membro da Família.

C – Escutar é saber ouvir o que os outros estão a dizer e, se nós quisermos falar, os outros também têm que nos escutar. Este tema da Escuta, não está a ser vivido por alguns. Mas alguns estão a respeitar.

B – Escutar é saber ouvir e falar, sendo uma pessoa oportuna e adequada.  Isto é, sabermos quando devemos falar e o que devemos falar. Este tema da Escuta não está a ser vivido por alguns; alguns estão com o dedo no ar, mas estão  a falar com o dedo no ar.

C – Este Natal, na Turma, devemos ser gentis e contribuir com a nossa parte no Cabaz.  Temos um casal, um adolescente e um bebé.

B – Esta semana, antes do Natal, temos “Eco-Turmas”: atividades desportivas, em que jogamos Futebol e Mata, umas turmas contra as outras, das 14h às 16h 30.

Conversas na Oficina  – CR6A e BF6A

Escutar a Família – III

ursinho na árvore de Natal
                                                             Max Pixel Atribuição CC0 Public Domain

         Escutar a Família é…

     Ajudar nos momentos mais tristes. Brincar muito com os meus cães, porque eles são muito brincalhões.

     E eu também estou normalmente com os animais pois ajudo os meus Pais a tratar deles.

     O Natal reúne todos os seres vivos numa harmonia especial: escutar a Família inclui também esta atenção dos animais que são nossos amigos fiéis.

     No dia a dia, quando nos magoamos, se estamos ao lado dos nossos cães, eles dão-nos muitas lambidelas e começamos a ficar de novo cheios de alegria.

      Nos meus projetos de Natal está ajudar em casa:vou enfeitar a casa dos Pais e a da Avó; vou pôr a mesa, ajudar a fazer as sobremesas, às vezes até o prato principal, que é bacalhau espiritual.  Aprendi escutando-os.

      E ajudá-los é escutar, ir ao  encontro do que eles precisam.

Texto a 3 Mãos: AV6A, ZG6B e OE

Escutar a Família – II

coração num ramo de árvore de natal
                                                            Max Pixel Atribuição CC0

     Escutar os outros é muito bom, mas escutar a Família é maravilhoso.

     Podemos fazer a surpresa de oferecer um pequeno pacote de perguntas a cada pessoa da Família e oferecê-lo embrulhadinho com um grande laço!

     Estarmos todos em Grupo é magnífico, porque estamos em conjunto a perguntar e, ao mesmo tempo, estamos a escutar como se fosse uma Notícia a passar entre nós.

    A Notícia de Natal é sabermos da nossa Família: festejar é conversar com cada um.

     Risos e canções: há magia no ar, a estrela brilha na árvore e uma Esperança Viva brilha nos olhos de todos.

Texto a 3 mãos: ZG6B, AV6A e OE

Escutar a Família – I

pinhas, azevinho e neve artificial na ponta de um ramo

     LibreShot.com Atribuição CC0

      Escutar a Família é também entrevistar os avós sobre os Natais do seu tempo, quando tinham a nossa idade. De que gostavam mais?

     O que eu gostava mais na minha Família é ver todos muito felizes e muito contentes por aquilo que têm na vida.

     O Natal não é só presentes, também é muito Amor e Carinho. Não é o que receber, é o que dar.

     Damos atenção, mesmo às pessoas com quem estamos todos os dias: celebramos esse milagre de vivermos juntos.

     O Natal, para algumas pessoas, pode ser o único dia em que podemos estar todos juntos em Família, a conversar sobre assuntos que dão muita alegria.

Texto a 3 Mãos: ZG 6B, AV 6A e OE

Festejar o Aniversário de Jesus

estrela azul, decorações de natal sobre algodão
                                       Max Pixel.net Atribuição: CC0 public Domain

     Uns dias antes do Natal, eu e os meus pais, irmão e irmã – e até a minha cadela – decoramos a sala com a árvore e muito mais enfeites.

     A parte que eu mais gosto na decoração é quando pomos a estrela azul gigante.

     Gostaria muito de receber um novo telemóvel, mas nem tudo o que queremos se realiza…

     Este ano vou passar as Festas na minha nova casa… Acho que vai ser um Natal muito feliz.

      O Natal é uma celebração que se faz nos dias 24 e 25 de Dezembro, em que nos reunimos em Família, para festejar o aniversário de Jesus.

     Na Campanha solidária, sempre dou o máximo que posso, dando comida, mantas e muitas mais maravilhas.

     Que o Natal seja especial para todos, que tenham Paz e Amor!

BL5C

Um Período Excelente

Balanço do 1º Período

gráfico de funções

CC2.5     teXample.net 

     Este período foi excelente. O meu objetivo é subir a História e a Ciências. Gostei de muitas disciplinas: Físico-Química, Matemática, Francês e Português, se calhar também vou gostar mais de História daqui para a frente. 

      A Matemática gostei mais das Funções. Não é um assunto básico, não é só chegar e fazer; é mais complexo. 

     A Físico-Química, gostei mais das experiências no Laboratório; ainda vou gostar mais, porque daqui para a frente vai ter a ver com a Matemática. E adoro especialmente aquela parte dos planetas e das galáxias. 

 Gestão do Tempo

vários relógios

   Pixabay CC0

      Faço Natação duas vezes por semana; paro de comer durante 3 horas; aos fins de semana saio com a Família para almoçar ou para fazer caminhadas. 

      Se tiver um teste à sexta e outro à terça, estudo primeiro para o de sexta. Gostava de estudar uma hora e meia, fazer uma pausa pequenina e estudar outra hora e meia. Mas estudo duas horas e meia sem parar, e às vezes três.

  Na Turma já começamos a usar uma regra: se levarmos 5m para começar bem a aula, no final perdemos 5 m.

Kahoot e Jogos

desenho de baloiço com bonecos

   Calico Spanish Technology CC by NC SA Autora: Giulia Forsithe

      Ontem, como viemos para a Biblioteca antes do Teste de Ciências, fizemos e criamos Kahoots de Ciências. Eu e o Tomás fizemos Kahoots de Fortnite e de Geografia. Fizemos à hora de almoço. Só criamos e salvamos, depois entrou uma Turma do oitavo ano. 

       Em TIC, metade da Turma esteve a aprender a fazer Kahoots – agora já sabemos como fazer. O Professor Bento e a Professora Rita Dias ensinam-nos. 

         Esta sexta vou já começar a fazer na aula de TIC – fica na sala Panorâmica e está cheia de computadores. Na 1ª aula que tivemos, fomos todos jogar Freeve. 

        Na playstation jogo Fortnite, Star Wars, Call of Duty; pode ser com duas Equipas no multiplayer, mas aí temos de matar os outros “players”. O jogo é mais violento. Pode-se jogar em Multiplayer ou joga-se com amigos.

      O Pai joga comigo “Campanha” – que é a história do jogo no Call of Duty e no Battle Royal. Também gosto de Caravelas 2, um jogo que têm uns amigos meus.

Leituras

       Não aprecio ler: os livros são obrigatórios. Gosto de ler um livro em que eu vá à loja e compre. Por exemplo, livros de Guerra ou BD. 

Projetos para o Natal

grua da lego amarela

      Wikimedia Commons Autor – Loic889  Atribuição CC4.0

    Vou acabar de montar os Legos. Perdi uma peça na página 250: tive de desmontar 200 páginas; era uma Grua gigante. 

        No sininho onde escrevemos a mensagem:

QUERIA QUE O NATAL FOSSE FELIZ E COM A FAMÍLIA. 

AF7B

“Jumbo” – Um conto de Natal

labrador velhinho deitado vendo-se só a cabeçaPixabay Atribuição CC0

     No Natal de há dois anos, o meu Avô salvou um cão que estava atropelado ao pé do Jumbo: por isso lhe chamou “Jumbo”. Levou-o para casa, mas como tinha muita idade, deixou-o no canil.

    Os meus Pais queriam fazer-me uma surpresa e foram buscá-lo ao canil. Mas eu, ao vê-lo tão grande, tive medo. Fui-me habituando a ele a pouco e pouco.

     No dia de Natal, fomos buscar o meu Avô que o tinha salvo. O cão foi para a sala e os dois reconheceram-se!

     A data de nascimento, como não a sabíamos, registamos no meu dia de anos, a 4 de Março.

     Mas ele já era muito velhinho e coxo: morreu em Janeiro, muito bem cuidado e cheio de Paz.

BL5C

Fecha os Olhos e Imagina…

bola  em ramo de árvore de natal

   pixabay  CC0  

     O meu Pai, a minha Mãe e eu gostamos muito de fazer a Árvore de Natal com a estrela prateada no cimo!

     O Natal é uma época maravilhosa:as pessoas ficam com mais Amor, são mais capazes de Felicidade e contagiam Paz.

     A minha Turma  está a preparar enfeites e luzes, uma mini-árvore de Natal, um cestinho com umas renas.

   Cada um recebe um sininho onde escrevemos uma mensagem para mudar o mundo. Eu vou escrever: 

frase de Natal

     Estamos a encher um cabaz para oferecer a uma Família que necessitam de comida, mantas, brinquedos…

     Fecha os olhos e imagina: as Pessoas a cantarem, os vizinhos felizes…

CM5C

No Natal Sinto Sempre Alegria

World Kids Dawn Hudson CC0 Public Domain

     Este Natal  desejo que a minha Família tenha um Natal feliz e bom. 

     O Natal não se repete: é como os meus anos, que são a 11 de Dezembro: celebramos o meu nascimento e, a 25, o de Jesus.

     No sininho da Turma escrevi uma mensagem de que não me lembro, mas falava de crianças, desejava que todas as crianças do mundo tivessem presentes.

     Amanhã – dia dos meus anos –  a minha Mãe vai almoçar comigo ao Mc Donald’s e, à noite, vamos todos jantar Sushi.

     O meu primo de quatro anos diz: ” – O Pai Natal vai-me dar tudo o que eu quero!”

     Fazemos o Presépio numa prateleira no chão: gosto imenso do poço que brilha e, às vezes, faz barulho de água.

     No Natal sinto sempre Alegria.

     Espero que este Natal seja muito animado para Todos!

CT5A

A Escola em Renovação

      A Escola podia ir mais além como, por exemplo, as aulas acabarem mais cedo, ou aumentarem-se os salários, porque os professores são as pessoas que fazem com que nós estejamos aptos para qualquer trabalho.

      Era bom haver trabalhos em Grupo para haver uma melhor relação em ambiente adequado. Se estivermos em Grupo, podemos esclarecer-nos uns aos outros.

     Também não se devia levantar o braço para falar, na aula,porque, às vezes, há tanta gente com o braço no ar que nem dá para saber quem é que tinha primeiro e gera uma grande injustiça.

     Tendo aulas ao ar livre podemos aprender a evolução das plantas e dos seres vivos, vendo-0s crescer ao longo dos dias.

      Para quê estudar? Para termos um bom futuro. Podemos estudar tudo, aprofundadamente, porque tudo é importante.

PC 7B

O Tesouro da Generosidade

mãos de jovem a oferecer moedas de ouro em chocolate

     Photo by Sharon McCutcheon on Unsplash

      Tenho uma vida fantástica, uma vida que muita gente não pode ter, mas que, por essa razão, ficam muito felizes quando alguém se arma em super-herói e lhes dá uma mera moeda de 1€ ou então só um único olhar de sentimento; mas, na verdade, essa generosidade é um pequeno tesouro.

     Na minha escola, na época do Natal, costumamos trazer um esforço do super mercado, que para nós não é nada de especial, mas para essas pessoas é o maior presente que lhes podíamos dar….a generosidade.

     Por isso, mesmo que nos sintamos em baixo, mesmo que o dia nos esteja a correr muito mal, pensem que a nossa vida, muita gente a gostaria de ter, pois nem toda a gente tem uma casa ou até alguém que goste de si.

    Por estes motivos é que devemos valorizar o que temos e não queixarmo-nos disso.

CC7A

Os Sonhos São Pistas Para O Futuro

Autor: Stock Snap Imagem: Pixabay CC0

     Os sonhos não são propriamente fantásticos, muitos deles parecem impossíveis, nas na verdade são pistas para o futuro.

      De certeza que já se perguntaram o porquê de as pessoas sonharem; não é coincidência, mas sim a vossa consciência a tentar transmitir-vos um facto realista ou irrealista.

      Sonhar é como se fosse uma pista surreal, que um dia pode vir a ser cativada na memória.

     Quando eu era mais nova, sonhava constantemente em voar, e a seguir desses sonhos, comecei a voar nos meus pensamentos como um dente de leão ao som do vento.

      A pista transmitida pelos sonhos é muito enigmática, temos de ser nós a desvendar o porquê de essa pista ter passado à frente dos nossos olhos.

       Muitos dos nossos sonhos são inventados por nós mesmos, no dia anterior, depois de uma história muito relevante para os nossos sentidos ou por uma história inacabada.

      Mas o que nos faz acordar? Os pesadelos. Este fenómeno é como se fosse um trauma para o resto da nossa vida que arranca os sonhos da nossa mente.

     Deve haver uma explicação científica para este acontecimento, mas para mim não há explicação, a não ser a nossa mente a ser dominada.

    Enquanto que há pessoas que fazem com que os pesadelos nos arranquem  os sonhos, há pessoas que continuam sempre a sonhar!

A.Vis

Os Amigos Que Olhavam Para Deus

um menino e menina

   Pixabay   CC0

     Num certo dia, duas crianças foram para a sua casa.

    O Afonso e a Maria eram dois amigos; os seus pais conheciam-se desde que eles eram pequenos.

    A Maria era loira, com cabelos reluzentes, os olhos azuis como água e estatura alta.

    O Afonso tinha o cabelo preto, com os olhos castanhos como uma árvore.

    Eram muito místicos, isto é, eram pessoas que olhavam para Deus.

   Todos os anos, os meninos oravam a Deus, todos as noites da véspera de Natal.

   Também, todas as vezes que ganhavam um presente, diziam “Obrigado” a Deus, por dentro.

   Mas os pais de Maria tinham de ir até ao Brasil, porque não havia trabalho em Portugal.

    O Afonso ficou muito triste porque a Maria ia-se mudar para o Brasil. Eles não acharam nenhuma solução, sem ser mandar cartas, naquela época ainda não havia telefone.

     Cada mês, eles recebiam uma carta, mas depois de vinte anos, eles puderam encontrar-se de novo em Roma.

     Eles sentiram-se muito felizes!

    HZ5D

 

Claridade e Combate

o que está claro nas palavras está claro na vida

 imagem: oficina de escrita

     É verdade, pois temos de ser claros para nós mesmos. Ser claro para mim mesmo, vivendo o máximo que consigo e não deixando dúvidas para trás. 

Citação: Arthur Ashe   imagem: oficina de escrita

     Nós só devemos parar de lutar quando tivermos terminado o nosso sonho e atingido os nossos objetivos importantes na vida. Todos nós temos de combater e, sempre que formos abaixo,  devemos tentar mantermo-nos no topo sem parar de nos esforçar. 

SCB 6A

A Fonte da Liberdade

 Imaculada Conceição de Murillo
Wikimedia Commons – Murillo  – A Imaculada Conceição Public Domain

     Uma alegria diferente sobe no espaço feliz que se abriu, para nossa surpresa, no mais íntimo.   

         Mais que o antigo sonho da Humanidade ter sido finalmente realizado, a fonte do espanto nasce da nota original com que Deus o consumou e superou, realizando, antes, o Seu próprio sonho.   

          A Imaculada Conceição de Maria inaugura Outro Universo dentro do Antigo onde vivemos e que o atrai para si.   

          Por isso os povos contemplam esta Luz de Aurora que tingiu a expectativa dos Séculos passados e futuros com um timbre de Esperança totalmente novo.       

       Assim, confluimos Hoje, com as gerações do Passado e do Futuro, para o Momento único onde se abre a fonte da Liberdade.                                                                                                                                                                                                                                              OE

O Meu Espírito de Natal é Estar com a Família

fogo de artifício em tons de azulCC0   PixNio.com

     No Natal, vou sempre para casa dos meus Avós.  No Ano Novo, o meu Tio Pedro lança fogo de artifício de várias cores,  ao pé da sua horta.

      Eu, os meus Irmãos e a minha Avó matamos um peru e comemos;  fazemos o Presépio, forrado de musgo verdadeiro que vamos buscar à mata, e enfeitamos a Árvore de Natal com luzes e a estrela vermelha!

      O meu espírito de Natal é estar com a Família, receber presentes – que abrimos às 11h 50 ou às 12h 00 da noite. Também gostava de oferecer presentes à minha Família, como por exemplo,  uma t-shirt, meias, calças, roupa interior. 

      Aos meus amigos e às suas Famílias desejo um Bom Natal.

     Na nossa Turma, fazemos um cabaz para ajudar uma Famíla com duas crianças, um bebé e um casal. Eu gostaria de desejar um Bom Natal para os mais pobres.

TS – 5D

Assim, Tenho um Natal Feliz

passarinho decorativo em árvore de natalPublic Domain Pictures .net

     Para eu preparar o meu Natal, primeiro, enfeito a minha casa com decorações lindas, principalmente a Árvore de Natal, com a sua estrela brilhante, no cimo,  e o Presépio, onde o Deus Menino dorme tranquilo.

     De seguida, convido a mnha Famíla toda a vir jantar e passar o Natal connosco. À mesa reúnem-se a minhaPrima Ema, com seis meses, a Mãe, Cristina, o Primo Fernando, a Avó Júlia  e o seu atual namorado, a Avó Virgínia, a Bisavó também Virgínia, a Mãe, o Pai e o Mano.

     Mas claro que não me esqueço dos presentes: para o Natal, espero uns ténis com rodas, para andar em casa e na rua. Já pratico nos ténis de rodas de uma amiga. Acho que é muito divertido de usar!

     A minha Mãe ajuda-me a comprar prendas para a Famíla. Gostava de oferecer  – basicamente o sonho do meu Pai – o  jogo “Call of Duty 4”, mas ele tem de o emprestar ao meu irmão. 

      Eu e a minha Turma vamos ajudar uma Família com um Pai, uma Mãe, duas crianças e um bebé. Eles têm dificuldades, então nós vamos ajudá-los.

     Eu e o meu irmão vamos participar numa Campanha do Banco Alimentar: é para as pessoas pobres que não têm quase nada para uma Ceia de Natal.

      Adoro ajudar as pessoas com dificuldades: quando eu precisar de alguma coisa tenho mais alguém que me ajude, pois elas são generosas. 

     Assim, tenho um Natal Feliz!

SS – 5D

Jesus Continua a Fazer o Bem

presépio com o planisfério ao fundoPixabay CC0

     As minhas férias de Natal são sempre animadas e espero que as deste ano sejam ainda melhores.

     Eu adoro o Natal porque o Menino Jesus nasceu e porque acho as luzes extraordinárias.

     Vou ver o Circo no Coliseu de Lisboa; já tinha ido lá, mas tinha dois ou três anos. Não estou à espera de muitos miminhos, pois já recebi a PS4 que custa caro. Só estou à espera de roupa, Amor e Carinho.

     Vou estrear uma nova tradição que nunca tinha feito: uma troca de prendas com um Amigo Secreto. Deve ser giro!

     As pessoas gostam sempre de apreciar, os presépios, as luzes… Como Jesus nasceu, estamos a comemorar: uma religião que não só na Europa, mas por todo o mundo se comemora.

     Nós fazemos campanhas solidárias, porque Jesus nasceu: Jesus fez o Bem, faz e continua a fazer.

SG5B

O Mar no Coração

fogueira na praia ao amanhecer

Neste tempo

Vivi o fogo

Vivi a água

Vivi o sol

Que nos retira a mágoa.

Vivi a diferença

Vivi a inspiração

Vi o grande mar

Que estas pessoas têm no coração.

Neste tempo, vivi o respeito.

Neste tempo, vivi a admiração.

Neste tempo, o scholas mostrou-me

Que não há limites para a paixão

DS 11A

A Vida Noutra Perspetiva

cartaz do 24 inside

24 Inside – CAD

Eu sabia uma coisa ou outra sobre como conversar com os outros ou pelo menos eu achava que sim

E não foi que só quando comecei a escutar o que os outros tinham para dizer é que me apercebi de que afinal não sabia nada?

Como não era meu costume escutar os outros,  não me lembro bem das conversas que tive no passado,

Mas quando comecei a escutá-los foi quando comecei a ver a vida de outra perspectiva.

O som das palavras encantava-me: cada palavra parecia ter mais significado do que antes…

Comecei também a apreciar muito mais cada conversa que tinha.

E para poder experienciar tudo isto, tudo o que tive de fazer…

Foi ESCUTAR.

RL 10

Amor e Natureza

coração de nuvens no céu azul

CC0   Pixabay  oo11o

    Digam “Olá” à Paixão. Muitas pessoas julgam os outros sem os conhecer. Quando percebem que não era o que elas pensavam, abre-se a Paixão.

     Alguns dizem que a Paixão é o que está cá dentro de nós. Outros dizem que é o que está fora, vem de uma Beleza.

    O Amor é uma paixão do tamanho de um coração sem fim: se não houvesse amor, não havia nada!

    O Amor é lindo como os corações, os rostos felizes, a cor vermelha e rosa.  Quando vejo o Amor, algo está lindo e se torna único.

     O ar, a Natureza, o mar, o silêncio, são os sons que eu era capaz de estar sempre a ouvir: são sons relaxantes e extraordinários.

      O Amor chega na cor rosa, amarela, azul, verde, branco, as cores mais bonitas alguma vez vistas na Natureza.

     O que me causa espanto: Os rapazes giros, as Amizades e as Alegrias!

      As brasas de Portugal: aquelas pessoas que são tão amigas, quase até “dizer chega” e a Paixão de uns pelos outros.

     A coragem é nossa amiga, porque, se não houvesse, não teríamos coragem de falarmos com os rapazes, os giros e os amigos também.

     Tudo no mundo é nosso amigo, desde as formigas às montanhas, e tudo nos faz sorrir de Alegria e dizer: “Amizade é isto!”

Texto a Duas Mãos MtC e MrL 6A

O Génio Poeta

gôndola em VenezaAtribuição CC0 pixabay 

     O Roberto era um poeta que morava em Veneza. Ele era tão giro que tinha imensas amadas.

     O Roberto não fazia só poesia e namoro: também era um génio, porque inventou uma forma de um barco andar a partir da energia de uma bicicleta. 

     Profissionalmente, ele era pescador e até recebia algum dinheiro com isso, mas ainda era gerente de um Museu que se chamava “Agora ou Nunca”, onde se pode reciclar plástico e transformá-lo em obras feitas de plástico.

     Normalmente, a seguir ao trabalho no Museu, ia jantar peixe. 

     Queria muito casar-se e ter filhos; por isso, fez alguns testes às suas amadas, para ver qual era a mais bondosa.

      Por exemplo, escrevia um poema horrível, para ver se as amadas eram sinceras, em vez de dizer: “- Está ótimo! Continua, és ótimo!”

       O Senhorito decidiu escolher a sua colega do Museu, porque era Portuguesa; era loira, de olhos azuis e bondosa; demonstrava muito amor às pessoas com mais dificuldades.

     Roberto pensou: “- Ela deve dar uma perfeita esposa.”

     Este casal-maravilha casou e teve dois filhos. Foi desde essa altura que tudo começou.

     ” – E, já agora, o Roberto sou eu e a Senhora do Museu é a vossa Mãe. Foi assim que conheci a vossa Mãe.”

PC 7B

A Segunda Família

jovens em fila abraçados de costas

     Photo by Duy Pham on Unsplash

      Há muita gente que acha que não precisa de amigos, colegas, companheiros…

      Mas eu acho que ter amigos com quem partilhar os bons ou maus momentos da nossa vida é uma das melhores sensações do mundo, pois sabe sempre bem ter alguém  com quem desabafar. 

      Por exemplo, quando estou triste, não me apetece falar sobre o que se passou, porque sei que, se falar, vou recordar o infeliz momento e vou chorar.  Mas, por vezes, chorar faz bem, alivia…

     Pelo menos eu, quando choro, parece que a tristeza vai desaparecendo…

     Na minha opinião, ter um ou  mais amigos com quem partilhar o que acontece na nossa vida, é uma ótima sensação; é um encanto vivo ter um amigo em quem confiar. 

     Para mim, os amigos são como uma segunda família. Eu adoro fazer amigos novos! Para mim, os amigos nunca são demais. 

MB 8C