O Mágico Treinador

jovem surfando e a frase"Somos todos iguais diante de uma onda"Matan Vizel  CC0   Pixabay

      O meu treinador de Surf é mágico. Por uma razão (várias): ele é simpático, animado, inspirador e é corajoso.

     Já imaginam porque eu o chamei de “mágico”, não acham?

     Ele sabe quando tenho medo e, quando isso acontece, ele ajuda-me, encorajando-me. Ele consegue tornar-me o melhor a fazer Surf e, saí a ficar mais forte”!

     Ele pode ter muita força, mas também é muito querido e brincalhão.

     Eu gosto de inventar músicas com ele e começamos a cantar na carrinha de Surf.

     Eu acho-o incrível!

SCB6c

Os Outros no Coração

coração talhado no arbusto com a frase: Quero agradecer a todas estas pessoas na minha vida

     Imagem: Stencil Atribuição CC0

Sinto-me em segurança  e, ao mesmo tempo, preocupada.

     Sinto-me triste, porque ontem, estive perto de perder a minha melhor amiga e, nesse momento, senti-me muito mal, pois somos melhores amigas desde os nossos 3 anos e eu não queria mesmo nada perder a nossa amizade.         

      Nós já tínamos discutido antes, mas desta vez foi pior, ela não falava mesmo comigo.

     Mas, por outro  lado, também me sinto confiante,  porque há desde cinco meses tenho um namorado. 

     Neste momento, sinto que, conhecê-lo foi um dos  melhores acontecimentos que já vivi, porque tê-lo comigo faz-me sentir segura. 

     Ele ajuda-me em todas as situações; por exemplo, sempre que ele percebe que estou triste, vem logo ter comigo e apoia-me. 

     Quando alguém, por exemplo, me chama “feia” ou coisas do género, ele vem ter comigo e diz-me que sou linda, fantástica – e isso faz-me sentir confiante.

    Também me sinto muito feliz, porque tenho uma amiga que ultimamente tem sido como uma irmã para mim; ela ajuda-me em todos os assuntos.  Mesmo que eu diga que não estou triste, ela percebe que estou, porque me conhece. 

     Só quero agradecer por ter pessoas na minha vida  que se preocupam sempre comigo, são pessoas que significam muito para mim,  quero agradecer tudo o que fazem para eu me sentir feliz. 

     Quero também agradecer por me terem dado esta  vida e esta saúde para eu poder partilhar toda a minha felicidade e alegria com outras pessoas.

     Por exemplo, quando vejo alguém triste, dá-me vontade de ir ajudar e, depois de ajudar, eu prórpia fico feliz por ver os outros felizes.

MB8c

 

Treinando Skates de Dedos

dois skates de dedos virados ao contrário

Imagem: Oficna de Escrita

     Eu treino Skate de Dedos desde há um ou dois anos e já sou muito bom em truques que faço. Gosto mesmo de ser bom em Skates de Dedos.

     No Brasil, Skates de madeira com rolamentos nas rodas custam 180 reais e cá em Portugal custam 40 euros!

      Treino e monto Skates. Mudei as rodas de um Skate: trouxe chaves inglesas minúsculas e chaves de mini-porquinhas. O eixo das rodas tem uma argola que encaixa por baixo do Skate. Quando faço truques, posso partir as borrachas ou os “trucks” ou eixos das rodas.

     Treino para fazer um “flip” completo com dois dedos, fazendo o Skate dar uma volta inteira no ar. Também raspo num encaixe da janela que, para mim, é como um corrimão.

    Este minidesporto de bolso é muito útil, quando estou, por exemplo, no Mac Donalds, ou na Escola, na fila para o almoço, na casa de banho – aí uso a curva da torneira: faço um “Drop” e o Skate passa para a outra torneira.

     Na sala, ao pé da lareira, há um sítio para guardar lenha; quando está vazio, tem tijolos separados; esfrego-os com vela para o Skate deslizar melhor; ponho uma rampa do Tech Deck: aí raspo o Skate e caio na rampa.

     Este minidesporto tem-me trazido momentos de felicidade e diversão.

LJ6a

No Coração dos Jogos

pai natal no minecraft

     Imagem: Flickr Atribuição: CC-BY – NC – SA 2.0  Autor: Harley Quin

     Eu sinto-me muito bem comigo mesmo, porque  tenho muitos amigos e sou feliz. 

    Sinto-me espantado quando descubro algo novo num jogo, como por exemplo, a exploração de pinhais, facas e serrotes para construção e também fazer uma casa de madeira. 

     Sinto-me agradecido quando me oferecem algo  de surpesa: a tecnologia!

    Depois dos meus anos, fui à visita de estudo e estava superansioso: ia receber um computador de gaming nesse dia! 

    Também me sinto grato quando recebo roupa ou relógios giros. 

      Gostava imenso de enfeitar o meu Minecraft para o Natal, já que me esqueci de o enfeitar para o Halloween!  Como não posso jogar durante a semana, fica para o fim de semana de final de Novembro.

    Outro Projeto que tenho em mente é chegar a desenvolver criações no Minecraft e no Fortnight: jogar bem os dois jogos.

  LJ6a

Preferências do Coração

jovem ao poente, sobre um rochedo, com o pé parecendo chutar o próprio sol, como uma bola

     Photo by Aziz Acharki on Unsplash

     O “Coração”, para mim, é a melhor coisa do mundo. Como o amor, a felicidade e a raiva: vem tudo do coração.

    O que quero de melhor para ser mais “Eu”: para mim é o Futebol. Quando jogo futebol é como se eu fosse para outra Galáxia!

     Para animar os meus amigos, eu faço piadas e vou ás estradas verdes com eles. Caso não saibam, é um sítio proibido. 

     A pior espécie de silêncio que existe, é nas aulas: é uma “seca” serena.

     Mas também há silêncios bons, como quando o Mister está a falar, toda a gente se cala e ele ensina-nos muito sobre Futebol, e isso é giro.

     Sinto-me bem sempre que jogo futebol, mas agora sinto-me mal: não posso jogar, porque parti o braço.

EM6a

Enigmas do Infinito

jovem  em paisagem noturna com o símbolo do infinito

     Photo by freddie marriage on Unsplash

     O Espaço abriga triliões de planetas e dizem que é infinito! Isto causa-me espanto.

    Se repararmos, uma bola, tal como os planetas, também é infinita, nunca mais acaba.

    Se calhar os cientistas disseram que o espaço é infinito devido aos números, pois estes também são infinitos.

    Se passarmos para o outro lado do Universo conhecido, talvez haja outros seres desconhecidos!

EM6a

Os Amigos são Parte do Coração

   desenhos de pessoas por detrás de coração multicor

Pixabay CC0

     Há diferentes formas de entender a palavra “Coração”; os sentimentos que nós vivemos: por exemplo, quando vejo uma pessoa que é amiga, que está zangada com a outra, vou ajudá-la.

     Eu psso descobrir o que quero para ser mais “Eu”: ser acompanhada, ser amada, ser amigável.

     Uma das coisas que já me fez feliz, foi quando eu vivia num Condomínio; tinha um monte de amigos que adoravam brincar comigo.

     Mas um dia, tive uma surpresa inesperada, que foi muito triste: quando a minha Avó  me estava a levar para a minha casa nova, nós tínhamos que passar pelo Condomínio onde eu antes vivia. E eu disse à minha Avó: 

    – Avó, nós acabamos de passar pela minha casa!

    E quando a minha Avó parou à frente de uma casa nova, eu disse:

  – Avó, eu ainda não entendi! Era para os meus amigos virem cantar-me os Parabéns!

     E a minha Avó disse-me:

     – Esta é a tua nova casa.

     Só digo que foi triste, porque eu não gostei da casa nova, por ser longe dos meus amigos que sempre foram como parte do meu coração.

CR6a

Vivemos os Sentimentos

mão que segura mini fogo de artifício contra fundo nocturno

     Photo by Cristian Escobar on Unsplash

     Os Sentimentos são algo que nós vivemos:

  • Alegria: sentimos alegria quando alguém está feliz. É como se estivesses a nadar em felicidade; quando alguém te faz alguma coisa boa.
  • Amor: sentimos amor pela Família e amigos. O Amor é como se estivesses no forno; é como se o teu coração estivesse num trampolim. 
  • Tristeza: sentimos tristeza quando alguém faz uma coisa de que não gostamos. O teu coração parte-se; a raiva começa a subir e a melhor maneira de combater isso é essa pessoa pedir desculpa, dar um abraço, faze alguma coisa que te alegre. 

TF5

Ajudar o Mundo

as pessoas à volta do mundo de mãos dadas

   Pixabay  Atribuição: CC0

     Eu sinto-me admirado com nossa geração: temos a eletricidade, a água canalizada e a medicina!

     É bom, pois sem a medicina não consigo viver: a medicina deixa-me sem febre, sem constipações e sem outras doenças.

     E vou tentar melhorar a vida para os meus filhos, netos e bisnetos viverem melhor do que se vive hoje.

     Por exemplo, posso continuar o legado da minha Família: ser Veterinário. Ou então, ser médico, ser cientista, há tantos empregos para ajudar o mundo!

      Mas hoje, desde já posso ajudar!

      Ajudar em casa, estudar, ajudar o meu Pai com os cães quando vou à clínica; posso ajudar também fazendo atividades: treinar Judo e Taikandô.

      Gosto imenso de Artes Marciais: trazem-nos força e equilíbrio; ensinam-nos a respeitar os outros e dão-nos concentração.

      E não devo ser mau para os Professores, pois eles estão a fazer o seu trabalho e ninguém os deve interromper.

AV6a

O Que Gostaria de Realizar Contigo?

meninos felizesUnsplash      Photo by Larm Rmah on Unsplash

       Querido Eu,

“O que gostaria ainda de realizar contigo”?

 É uma bela pergunta. O que eu queria fazer contigo era ser um Superherói, que teria uma base subterrânea, com várias armaduras de superheróis.

Quando as vestíamos, ficávamos com superpoderes de herói. E na base havia um supercomputador.

Era só uma pergunta: “O que gostarias de realizar comigo?”

 Gostaria de ajudar os pobres a terem mais vida boa, porque, quando vejo um pobre, sinto  muita pena, como quando alguém está a sofrer também sinto a dor dele.

Eu vinha ajudar os pobres, dar comida, dar uma casa para dormir e dar uma coisa que queria para os pobres: fazerem amigos.

PM6

Vou Esforçar-me mais por Ti

Jovem escalador no alto de montanha rodeado de nuvens e píncaros
                                           Photo by Lucas Clara on Unsplash

Querido Eu,

O que gostaria de fazer ainda contigo?

Gostaria de realizar aventuras contigo, fazer novos amigos, passar por momentos difíceis, passar para a faculdade e ter uma boa profissão.

Querido Eu,

Estiveste sempre a ajudar-me, e agora eu vou-te ajudar, vou-me esforçar nos estudos, enfrentar momentos  que não conseguia antes ultrapassar, e vou enfrentá-los até se tivesse uns pesos nos pés.

Vou escalá-los sem desistir até ao topo da montanha e, quando chegar ao topo vou orgulhar-me porque ajudei alguém: ajudei-me a mim próprio.

Obrigada por tudo! E daqui em diante, vou esforçar-me mais por ti.

Que estejas sempre comigo.

T. F. 5º

Exercício inspirado no tema de Ecologia Emocional,
"Querido Yo"de Maria Mercê Conangla

 

Os Piratas no Meio do Mar

barco pirata ao poente
                                                              Max Pixel    Atribuição CC0

   O Capitão estava furioso e tão zangado que parecia que ia rebentar. Mas um dos manrinheiros disse  o seguinte ao Capitão:

    – Eu vou aquecer a água e vou trazer o chá. 

E o Capitão respondeu:

   – Não, eu quero uma ilh ae tesouros!  E não quero mais nada, nem que digas um pio. Tu só dizes se encontrares uma ilha.

 O      marinheiro encontrou uma ilha, mas não era uma ilha qualquer: a ilha estava nas costas de uma baleia, mas a tripulação e o Capitão pensavam que era uma ilha e que tinha tesouros.

 O marinheiro disse ao Capitão:

  – Encontrei uma ilha com um tesouro que está ali ao fundo!

 E o Capitão disse:

 – Todos a bordo! Parece que vamos pegar a fundo até à ilha. 

  Eles estavam a andar muito, mas muito devagar, até demoraram 10 dias e 9 horas.  Onde estava o barco até à ilha, eram 100 quilómetros. 

   Eles estavam cansados, mas quando…

DS6

Troféu de Ténis

 

bola de ténis rodando como galáxia
                                                       Atribuição: CC0  Max Pixel  

     No dia 24 de Setembro de 2018, em Lisboa, no Colégio do CIF, (Colégio Internacinal de Futebol) tive um torneio. 

   Estava lá a  minha Família toda reunida para me ver jogar! Estávamos a entrar para a corte, onde eu ia jogar e encontramos o meu amigo Diogo.

      Estava frio, uns dez graus, havia 8 grupos em diferentes cortes, rodeados de familiares.

     O meu amigo ia jogar contra o “Cabeça de Série” número 6.

  Na minha vez de jogar, joguei contra o Tobias – que agora treina aqui no CAD. Foi-se repetindo, até que eu e o Diogo chegamos à final.

Era a melhor de três setes! Eu ganhei o primeiro Tiebreak. Ele ganhou o segundo, até que nós chegamos “a tudo ou nada”, por isso ficamos como se fosse para bater bolas porque nós não queríamos falhar!

Mas até que o Diogo ficou lesionado: fez um serviço e caiu mal. Eu, como reparei nisso, parei o jogo e fui dizer ao Árbitro. O Árbitro, como estava interessado nisso, pediu às  fisioterapeutas para lhe curarem o pé.

   Eu fiquei em primeiro lugar e o Diogo feliz, porque eu parei o jogo e não me aproveitei de ele estar lesionado, deixou-se perder.

A minha Família ficou feliz, porque eu fiquei em primeiro lugar e fizemos uma grande Festa!

FG6    

 

Um Símbolo da Alegria

cavalo branco
                                                 Atribuição – CC0  Fonte:  Max Pixel

    Querido Eu,

    Um sonho que nós temos desde que nos lembramos, é andar a cavalo! Quando pensamos num cavalo, imaginamo-nos num grande campeonato a passar a meta.

    E sempre quisemos ter um cavalo branco com a crina dourada! E mesmo assim, o nosso grande sonho era termos um cavalo na nossa casa. E irmos dar um grande passeio á Serra de Sintra.

     Para nós, os cavalos são o símbolo da alegria; para nós o cavalo é um animal livre, selvagem e amigo.

     Há pessoas que magoam o cavalo, o nosso melhor amigo, não têm compaixão. 

     Os animais  são como nós, para nós, os animais são livres, não devem ser massacrados e ameaçados de morte.

    Os animais têm o direito de ser livres, de poderem viver.

    Querido Eu, fica comigo até  ao fim.

MM5

Projeto Origens – “Os Dragões Criadores”

Dragão dourado
Dragon Broncefigur Thailand Golden Dragon Atrib: CC0 PublicDomain  MaxPixel

     Teoria possível das nossas origens: teríamos sido criados por dragões?

     Há milhões de anos atrás existiam dragões sapientes; eram como nós: falavam, pensavam, brincavam, mas, primeiramente, eram pacifistas!

      Um dia, no extremo sudoeste da Áfrca, existia um dragão que queria criar uma criatura sapiente. Segurando a pérola da criação com as suas patas, criou um Australopiteco. O Dragão era parecido com aqueles dragões dos mitos da Ásia. O Australopiteco pensava que este Dragão era Deus.

     Uns poucos anos depois, o hominídeo evoluiu para Homo Habilis. O Dragão disse-lhe o que tinha para fazer com as rochas, ensinou-o a fazer instrumentos.

     Até que um dia, estavam todos em paz, mas aconteceu algo horrível… A criatura evoluiu para Homo Erectus, achou que os dragões os controlavam e, por isso, rebelaram-se.

     Nesse dia, nenhum dragão sobreviveu… ou será que …?

    Sim, alguns dragões sobreviveram, mas não se sentiam vingativos em relação à nossa raça.

     Primeiramente, não reconheceram o Homo Erectus, uma vez que já se havia alcançado a evolução para o Sapiens Sapiens.

     Em segundo lugar, tratam-nos, a nós, humanos, como se fôssemos as crianças deles ou irmãos pequenos.

    Desafio-te, caro Leitor, a encontrares o teu Dragão! Escreve aqui o teu nome: ______________________

ST7

 

 

 

 

“Pintando com Tesouras”

      “A cor sobretudo e talvez ainda mais que o desenho, é uma libertação.”

Henri Matisse

Alunos do 5ºB, em aula de Educação Visual com “Profes” Paula e Alexandra:

Inspiração em obras de Henri Matisse, criação de composição utilizando técnicas de recorte e de colagem.

“Pintura com Tesoura”

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 

 

Escutando o Coração

6816067847_2f50e61e4f_z-mini

Atribuição: CC2.0 Autor: Michael Coghlan imagem: Flickr

     Recordar é trazer ao coração, é viver de novo, mas recriando o que aconteceu e ainda retocando-o de gratidão, mesmo se foi um momento sofrido.

    Recordar é abraçar algo que já conhecemos, mas que agora chega como uma notícia fresca  e refletida, na distância do tempo que se abriu.

    Tantos desafios nos desfiaram a túnica da alma, nos revestiram de uma coragem que não conhecíamos e por vezes nos deixaram à míngua de luz, inventando um rumo para o passo seguinte.

     Voltamos uma e outra vez ao tesouro de um perdão sempre vivo para nos presentearmos mutuamente: é assim que podemos escalar o abismo do fracasso, e ainda, sentando-nos lá no alto, com as pernas balançando no vazio, brindamos ao futuro, com seus desafios sempre novos, tornando-os bem-vindos desde já.

Oficina de Escrita

 

 

As Mil Folias do Riso

dois bonecos chineses a rir
                         Cute Fun Child Baby Smiling Kid Laughing  CC0 Public                                                     DomainFree for commercial use  

 Querido Eu,

   Rio-me de coisas estranhas, “parvas” e até desconhecidas. Contigo eu rio-me disso tudo!

 Não sei porquê, mas sinto-me feliz por estar contigo.

Às vezes eu até me rio,sem conseguir parar, de coisas que não se podem ver. Contigo rio-me de coisas que também se podem rir, e são essas de que não conseguimos parar de rir, ou seja, afinal, todas elas.

 Nós os dois aprendemos a rir de todas as maneiras: são mesmo muitas! E depois, quando vamos rir, temos várias  escolhas de risada.

  Depois podemos ajudar as outras pessoas, ensiná-las a rir de várias maneiras como nós.

 Há ainda muitas que nós ainda não rimos, mas, no futuro, podem  aparecer na nossa vida e … começa a risada!

PTC 6º 

Projetos de Coração

língua de areia rodeada de mar vista de cima e duas pessoas a passear

     Photo by Ishan @seefromthesky on Unsplash

      Querido Eu,

   Eu espero que as nossas próximas férias de verão sejam iguais ou parecidas às outras, pois elas foram inesquecíveis…

 Todos os anos vamos para Alvor: a nossa Família e amigos.

  Em Alvor está sempre sol e a areia é bem fininha. E com uma casa perto da praia, não falta nada!

   Todos os dias íamos á praia e brincávamos lá até ás oito da noite e depois íamos jantar todos juntos.

 Logo de seguida, íamos brincar de novo e fazer uma ceia. 

 E às vezes íamos para os parques de diversão de água!

AB 6º

 

O Riso do Coração

Coração de Flores

   Photo by Amy Shamblen on Unsplash

  Querido Eu, 

  Recordei aquele dia como se fosse ontem: foi na casa da minha avó. Estávamos com a nossa Família toda e com uma amiga.

 Estávamos todos a conversar e, de repente, o meu Tio disse uma piada.

     Foi muito engraçado esse dia: foi um dos melhores dias da nossa vida, porque foi o dia em que, desde então, nos começamos a rir mais!

   Este motivo é importante para ti e para mim, Querido Eu, porque adoramos esse dia,  porque eu sempre adorei rir-me e nunca me tinha rido tanto contigo na minha vida.

 O que eu queria fazer neste Halloween contigo era dar doces a todas as crianças que não têm dinheiro.

  Beijinhos, Querido Eu.

 Adoro-te.

C. T. 5º