70 Anos CAD – Saudades… (Antiga Aluna e Atual Mãe)

um novo amanhecerPhoto by Sabbir Ahmed on Unsplash
Saudades…
Sentimentos que nos corroem a alma…
A fragilidade e a incerteza de um novo amanhecer… sem saber…
Mas eu digo para ti que estás aflita…
De corpo e alma…
Acalma-te
A distância jamais será esquecida!
E minha Alma…
Será eternamente agradecida!
Saudades de tempos de outrora…
O cheiro do Orvalho-da-aurora…
Invadia-me e propagava-se por todo o meu ser,
E as minhas forças eram a certeza de um novo amanhecer!
Mas agora… embora minha Alma esteja enfraquecida…
sigo confiantePhoto by Sabbir Ahmed on Unsplash
70 Anos CAD – Festa das Mães 2020 –  Joana Ferreira
Inesquecível Aluna e Mãe de 4 Alunos: LR6A e + 3

70 Anos CAD – A Peste do AMOR – 2014

tristeza do amorFlickr.com Patrick Mc Donald

      O que é isto?

     É uma coisa que nos agarra e não nos deixa sair por mais que queiramos.

O que é isto…

 Que sempre que um certa pessoa passa ou fala connosco,

     Faz o nosso coração palpitar com tanta força que parece que vai rebentar.

   O que é isto…

   Que me dá vontade de ficar a dançar com essa pessoa até à madrugada?

O que é isto…

   Que não me quer largar?

     Que vai contagiando cada vez mais e mais pessoas.

     Como pará-lo?

     Simplesmente não dá.

     Acho que faz parte de nós.

   O que é isto… que nos possui?

 

70 Anos CADMM, 7A 2014

No 12º ano em 2020

Os Meus Sapatos

bota relvada

Pixabay License Imagem de Elisabeth Leunert por Pixabay

 

No meu armário

Encontrei uns sapatos,

Eram muito velhos, 

Tinham buracos de ratos.

 

Calcei-os e pensei:

“Vou dar um passeio”

Pus-me na bicicleta

E fui à praia do Sereio.

 

Perguntei a mim mesma:

“O que pensarão estes sapatos?

O que sentirão?

Será que estão gratos?

 

Autora: CM6B

2017/2018

in “Estórias Pintadas – Pequenos Grandes Escritores”

estorias.pt

 

 

Será que têm amigos?

Família também…

Será que gostam de mim?

Ou da loja onde os comprei?

 

O calor das Havaianas no verão.

O frio das botas no inverno.

Os formosos que vão trabalhar.

E os feios que andam de metro.

 

Os bonitos de ballet.

Os fixes de Hip-hop.

Os queimados dos bombeiros.

E os ortopédicos do Sr. Rop

 

Por fim cheguei a casa

Sem saber o que fazer,

Escrevi um Poema

Que agora estiveste a ler.

 

Um Jovem Convidado

bola de ´tenis contra fundo de terra vermelhaPhoto by Siamak Mokhtari on Unsplash

 Poesia e Ténis: Fontes de Inspiração

      O que mais gosto de escrever é poesia. Fazer poemas é um dos meus talentos; sigo-os até ao fim, tal como o ténis.

     Nas férias posso jogar mais jogos do que habitualmente. No treino habitual tem-se mais trabalho; joga-se muito menos; fica-se mais cansado. Temos de fazer os gestos até nos cansarmos. Há serviços que saem bem, outros mal.

rosas sobre livro de poesiaPhoto by Thought Catalog on Unsplash

A Escrita como Herança

    A minha Mãe gosta de escrever; foi professora de Francês. Ela nasceu na Roménia e estudou na Moldávia.

Passatempos

     Gosto muito de jogar xadrez com o meu irmão de 7 anos.

Sobre o nosso Mundo

     O maior problema parece-me ser a poluição. Consigo colaborar reciclando; posso ser ainda mais voluntário; participar nos Ateliers de Limpeza; aproveitando: o suporte da minha mesa de pingue pongue é uma tábua velha.

Em Viagem

     Já fiz tantas viagens… fui a bordo de um barco de Cruzeiro, passando por Espanha, França, Itália e atraquei em Malta. Também gostei do Arquipélago da Madeira. Uma vez as ondas ficaram muito fortes.

Conversas na Oficina

AV5D – Aluno Convidado

Passarinho

passarinho azul de papo vermelho e asas castanhas
                                                    Max Pixel Atribuição: CC0 Public Comain

Bom Dia Passarinho,                                                              Como é que vais acordar?                                                        Com o Sol no ninho                                                                    E três voltas ao ninho dar.

Boa tarde, Passarinho,                                                          Como é que está a correr?                                                        Tão bem, tão bem,                                                                Como todos queriam ter.

Boa  Noite, Passarinho,                                                          Como é que vais dormir?                                                             É só dizer ao leão                                                                      Para parar de rugir.

Bom Dia, Passarinho,                                                                Como é que te  vais  preparar?                                                    É só dar uma voltinha                                                              Que bem disposto vou ficar. 

Boa tarde, Passarinho,                                                          Ficaste em que lugar?                                                            Esta  corrida foi tão merecida                                                    Que fiquei em primeiro lugar.

Boa Noite, Passarinho,                                                                Como é que vais adormecer?                                                        É só fechar os olhos,                                                                Não há tempo a perder.

AV5D

Nós Todos Te Adoramos

velas de aniversário em cup  cakes
                                                         Max Pixel Atribuição CC0

Srª Maria da Luz,

Você é a melhor,

É  a minha avó

Tem tudo ao seu redor.

Este momento vamos celebrar

Ponham todos mãos no ar

Nós vamo-nos divertir

E sobre ela muito descobrir

Hoje é a mais conhecida,

E ainda a mais falada:

Ela foi tão importante,

Que foi logo coroada.

Aqui a história começa,

Numa cidade crescidita,

Chamava-se Lisboa

E era a mais bonita.

Os presentes vamos abrir

Orgulho conseguimos sentir.

Vai realizar-se um festim

E o bolo é todo pra mim.

Avó, desejo-te um feliz aniversário

Desfruta os teus anos,

Gosto muito de ti,

Com muito prazer, todos te adoramos.

AV5D

O Mar no Coração

fogueira na praia ao amanhecer

Neste tempo

Vivi o fogo

Vivi a água

Vivi o sol

Que nos retira a mágoa.

Vivi a diferença

Vivi a inspiração

Vi o grande mar

Que estas pessoas têm no coração.

Neste tempo, vivi o respeito.

Neste tempo, vivi a admiração.

Neste tempo, o scholas mostrou-me

Que não há limites para a paixão

DS 11A