Desporto, História e Xadrez

                              Wikimedia Commons

     Era uma vez um menino chamado LB; ele gostava muito de desporto, como o futebol, o basket e ainda um desporto  – que não se sabe se é mesmo um desporto – o Xadrez. 

    Apesar de ele ser interessado por História, a sua grande paixão é o Xadrez. Neste, o que ele mais apreciava era a concentração: é como se fosse magia, é o silêncio grande para o público e os jogadores. Ele – não num sentido literal – é apaixonado pelo Xadrez. 

     Ele também era muito fã de História, porque os seus familiares eram descendentes dos Reis de Portugal. Um antepassado foi D. João de Castro: na sua crise foi preso para o resto da sua vida.

    Antes de acontecer esta crise, também D. Afonso Henriques conseguiu realizar os desejos de seu Pai, D. Henrique, de tornar o Condado num País. Quando conseguiu, ainda demorou 37 anos, até que o Papa o reconheceu como Rei Cristão. 

LB5A

Um Conselho de Amigo

   

Image by ArtTower from Pixabay 

       Era uma vez um menino que se chamava Zé e ele gostava de jogar Rugby: um dia gostou desse desporto e começou a jogar  com os seus amigos. 

      Um dia em que foi jogar com os seus amigos, magoou-se, mas levantou-se logo e começou a jogar. 

      Houve um dia em que o Zé foi para a escola e foi ter com um amigo que estava sozinho a treinar Rugby. Depois, esse amigo ficou a olhar para os outros que também estavam a jogar. O Zé foi ter com ele e ficou imenso tempo com ele. 

      No dia seguinte, o Zé estava a jogar com ele e disse-lhe:

     – Tu tens imenso jeito para jogar Rugby! Por que é que não vais para um clube profissional? 

      E o menino respondeu: 

       – Não é preciso, mas obrigada por me elogiares.

       O Zé interrompeu-o: 

     – Mas eu estou a falar a sério.

    O  menino continuou a jogar com o Zé e ficaram  os melhores amigos a partir desse dia.

     15 anos depois, esse menino estava numa Equipa Profissional de Rugby. Chamava-se Salvador. Ele tinha seguido o conselho do Zé. 

      E foram “agressivos” para sempre.

ZG7C

Troféu de Ténis

 

bola de ténis rodando como galáxia
                                                       Atribuição: CC0  Max Pixel  

     No dia 24 de Setembro de 2018, em Lisboa, no Colégio do CIF, (Colégio Internacional de Futebol) tive um torneio. 

   Estava lá a  minha Família toda reunida para me ver jogar! Estávamos a entrar para a corte, onde eu ia jogar, e encontramos o meu amigo Diogo.

      Estava frio, uns dez graus, havia 8 grupos em diferentes cortes, rodeados de familiares.

     O meu amigo ia jogar contra o “Cabeça de Série” número 6.

  Na minha vez de jogar, joguei contra o Tobias – que agora treina aqui no CAD. Foi-se repetindo, até que eu e o Diogo chegamos à final.

Era a melhor de três setes! Eu ganhei o primeiro Tiebreak. Ele ganhou o segundo, até que nós chegamos “a tudo ou nada”, por isso ficamos como se fosse para bater bolas porque nós não queríamos falhar!

Mas até que o Diogo ficou lesionado: fez um serviço e caiu mal. Eu, como reparei nisso, parei o jogo e fui dizer ao Árbitro. O Árbitro, como estava interessado nisso, pediu às  fisioterapeutas para lhe curarem o pé.

   Eu fiquei em primeiro lugar e o Diogo feliz, porque eu parei o jogo e não me aproveitei de ele estar lesionado, deixou-se perder.

A minha Família ficou feliz, porque eu fiquei em primeiro lugar e fizemos uma grande Festa!

FG6B