Querida Neta

   carta e floresImage par Pezibear de Pixabay

              Olá Querida Neta,

     Sou a tua Avó e estou a escrever-te uma carta ainda com 11 anos. Ainda não sei o teu nome, mas aposto que vai ser um belíssimo nome! Quero aconselhar-te sobre imensas questões, a começar por:

RAPAZES

     Há os rapazes parvos, que não nos ligam nenhuma, e os rapazes amigos, que estão sempre ao nosso lado quando é preciso.

     Há os rapazes que também são ótimos  durante o jantar, mas depois da sobremesa ficam totós.

     E pronto; para além do tema “rapazes”, também temos de lidar com:

IRMÃOS ou IRMÃS

      Os irmãos mais velhos, tu respeitas, mas se for algo injusto, não respeites. Quanto aos mais novos, é igual; não sejas injusta, mas eles têm de te respeitar.

     Os meus irmãos não são assim … Continuando: quando vocês se zangam, não lhes batas. Ignora-os, esse é o segredo. Os teus irmãos só te querem irritar, mas, como não conseguem, calam-se logo!

      É só pensares bem.

      Na próxima carta falo-te do Bullying.

Beijinhos da

tua Avó

MM6D

Relações Vivas

bicicleta floridaImage by JL G from Pixabay 

     As minhas Férias de Natal foram mesmo boas! O melhor momento foi quando estive com a Madalena C, que é a minha melhor amiga e vive em Londres.

      Nós estivemos a ver a minha casa nova e demos uma volta de bicicleta e paramos num bar para comer panquecas com Nutella.

      Uma das atitudes que eu apreciei, foi quando eu caí da bicicleta: ela riu-se e eu fiquei espantada porque ela se riu de mim. Mas depois comecei a rir-me com ela.

          Uma situação que valorizei foi durante o jantar de Natal dos Morões e dos Mendonças:  eu corei tanto de Felicidade, eu Adorei!

          Uma das conversas mais interessantes foi quando estávamos a falar dos nossos amigos de Portugal e de Londres.

          Uma questão difícil que coloco a mim própria é: por que sou uma pessoa e não um tigre ou outra coisa?

         Uma pessoa única é a Madalena C: eu adoro-a, ela é leal, posso confiar nela; é uma pessoa desportiva, adora dar passeios de bicicleta a conversar comigo.

MM6D

Uma Festa Inédita

Image by Free-Photos from Pixabay 

     Se eu criasse uma Festa nova, eu chamava-a “O Dia dos Amigos”.

     Seria no dia 11 de Setembro. Às 10 da manhã iríamos todos para o Parque da Gandarinha e, depois, para o Cascais Shopping.

     À noite, íamos dormir todos para a Praia, em tendas, e tínhamos uma fogueira acesa.

     Ficávamos todos a falar. Comíamos marshmellows e dávamos imensas risadas!

     Sentados na areia, à volta da fogueira, com o céu escuro mas cheio de estrelas, sempre lindo.

     Estava calor, o mar liso e calmo, tão bom! E nós tranquilos, a ouvir o mar e a conversar sem fim!

MM6D

O Que Me Faz Voar

     pomba

     Image by cocoparisienne from Pixabay 

    O que me faz voar é estar com as amigas e divertir-me, especialmente a comer a deliciosa Nutela!

    Há sonhos meus que não consigo realizar, porque tenho medo ou porque, quando chega o momento, tenho vergonha…

      Os Projetos mais belos que eu realizei até agora foram os de HGP e o de ET.

      Neste projeto fiz sacos de reciclagem; na última quarta-feira, fomos encher os sacos com as tampinhas de plástico que estão na portaria 1 e pedimos para o sR. da Eco-Escolas vir buscar. É uma Família pobre que vai receber o dinheiro conseguido com as tampas. No projeto de HGP, com o meu Grupo, resumimos o terramoto do século XVIII.

       O meu cantinho favorito é o meu quarto, porque ninguém mais entra nele e, quando eu preciso estar sozinha, é ideal. E não só: estou sempre no meu quarto e conheço-o bem, sei onde estão as coisas, então sinto-me acolhida e tranquila. 

     Os meus anos vão ser no Quantum Park: eu vou fazer a Festa aí porque eu acho que é divertido, pois tem trampolins e eu adoro saltar.

MM6D

Traçando o Mapa da Vida

pontos e coraçãoImage by Gerd Altmann from Pixabay 

     Os pontos coloridos no mapa da minha vida seriam a minha casa, o colégio, a casa onde durmo… Os nós mais fortes seriam a minha família e os meus amigos! 

     O dia em que dormi num salão de festa, durante um aniversário, com as minhas amigas, seria também um coração enfeitado no meu mapa. 

   Às vezes acontecem coisas que não esperamos, por exemplo, quando pensamos que a planta que nós tentamos criar, não cresceu. 

   Quem me apoia é a minha Família, os meus amigos e, em especial, as melhores Amigas. 

    Também me apoiam a Escola de Ténis e a Escola de Dança “Ana Manjericão” e o Colégio.

    Ao final do dia , é, normalmente, quando tenho energia; por isso, acho bem o ténis ser a essa hora, pois, assim, eu gasto-a e adormeço muito bem. Assim o Ténis descontrai e acalma.

    A Escola de Dança ajuda-me a fazer uma das atividades de que mais gosto. Sinto-me libertada quando danço em harmonia com a música maravilhosa. 

    O colégio dá-me a ocasião de brincar com as minhas amigas e com as melhores amigas. Também me permite aprender assuntos novos. É aqui no CAD que consigo aprender a desenhar mlehor. 

     Os meus recursos secretos são dançar, cantar, correr, saltar e ter amigos. 

MM6D

Um Mapa da Minha Vida

mapa artesanalImage by Pexels from Pixabay 

     Se eu fizesse um mapa da minha vida, escolhia a minha casa, a escola Amor de Deus e as casas das minhas amigas. 

   Os momentos que quero guardar são o jantar de Finalistas nos Salesianos do Estoril, quando entrei no Amor de Deus e quando comecei a ser a melhor amiga da Rita.

     No mapa, as casas seriam corações, as escolas seriam estrelas e os momentos seriam ondinhas.

     O que me impede de ser eu própria é as pessoas gozarem comigo; o que me ajuda a ser eu própria são as amigas: com as minhas amigas tenho liberdade, confio nelas e sinto-me bem.

      Na Escola de Ténis do André, aprendo a estar concentrada; canso-me muito, mas, acima de tudo, eu gosto imenso.

        No Colégio, recebo Sabedoria e Amizades novas; se eu for uma pessoa má, consigo aprender com os outros e tornar-me numa pessoa melhor.

MM6D