Um Mapa da Minha Vida

     mapa

     Image by S. Hermann & F. Richter from Pixabay 

     Os pontos mais importantes no Mapa da minha Vida seriam, por exemplo, a minha casa, a sala de aula com o Str. António Costa e com os meus Amigos. 

     A minha casa é o ponto mais importante de orientação, porque tem tudo o que é meu: 

    •  Os meus Pais, que me amam;
    • A minha cama fofinha para sonhos maravilhosos;
    • O meu sofá, onde faço sonecas, em vez de TPC;
    • Os meus livros de Aventuras, como “The Canterville Ghost”;
    • A minha varanda, de onde aprecio as árvores dos meus vizinhos e os seus gatinhos. 

     Os valores que me guiam são, Paz, Lealdade, Confiança, Cavalheirismo, Simpatia – porque eu gosto de ser assim. 

     O mundo precisa de ser transformado: aqui, na Escola, eu reciclo no caixote certo. Ás vezes, junto-me com os meus amigos, pegamos no lixo que está no chão e reciclamo-lo. 

     Mas sei que o Mundo precisa de parar com a guerra e começar a Paz; os colégios serem gratuitos e as pessoas  pobres terem dinheiro, dado pelo Estado e por nós. 

     Nada me impede de ser livre: sou eu que tenho de fazer as minhas escolhas; não são as outras pessoas que têm de decidir a minha liberdade; por exemplo, os meus pais, eles também não podem decidir. 

    E, no imenso Universo, quem me apoia são os meus pais, a minha psicóloga, os meus amigos, os meus avós e os meus tios. 

mapa com agradecimento

background Imagem:  Image by S. Hermann & F. Richter from Pixabay 

AB6B

A Beleza, como Lixo no Chão

paisagem

Image by polytonejoe from Pixabay

     A palavra “Beleza” no dicionário: “Carácter do ser ou coisa que desperta sentimentos  de êxtase, admiração ou prazer dos sentidos.”

     Na sociedade de hoje, a definição de “Beleza” é o contrário de singularidade,  de unicidade, havendo padrões para o seu caráter ímpar, que faz com que a totalidade do real seja similar, o que, de acordo com a sociedade, é o que a “Beleza” deve aparentar. 

   A Beleza está a ser jogada como lixo no chão,  que a sociedade não apanha e não recicla. A unicidade está no fundo do poço, por onde toda a gente passa, desvia e não se atira a ela, com medo de se enterrarem no buraco da escuridão.

    Tudo com regras, tudo desenraízado, tudo artificial: redes sociais que mostram a “Beleza” como se fosse o jogo de quem supera os outros…

   Retirem a vossa maquilhagem, por trás dela é que está a BELEZA. 

   IM10 Artes                        

10º Ano – Perspetivas

steve JohnsonAutor: Steve Johnson Unsplash.com

     Ano Novo, Etapa Nova. O 10º ano é um ano diferente, tudo muda. Ainda não estou preparada para mudar espiritual e mentalmente.

     O 10º ano exige uma grande mudança. Em 3 meses temos de crescer e de refletir sobre o nosso Futuro. Todas as nossas decisões preverão o Futuro.

      Artes é o meu futuro Profissional. Sempre foi e sempre será a minha Paixão. Ajuda-me a expressar os meus sentimentos e, cada vez que desenho, quero desenhar cada vez mais. É como um vício, um bom vício.

Junho/19

     Cheguei, finalmente, cheguei!

     Artes é uma Paixão, criatividade é a inteligência a divertir-se! Até ao momento tem sido uma experiência inesperada e realmente fascinante.

     As aulas não são aulas tradicionais, aborrecidas e desmotivantes; são aulas construtivas e cheias de luz projetada na folha de papel por desenhar.

     A partir de agora, o Futuro é o meu foco. Qualquer ação irá definir o meu Destino de uma maneira precisa ou vaga.

      Qualquer decisão definirá o meu rumo profissional e pessoal, o que me irá ajudar a criar uma mentalidade aberta  e mais realista.

       Que o 11º Ano seja outro Ano que me ajude a crescer e a tornar-me o meu “Eu” ideal!

Outubro/19 –  IM

Projeto Educativo e nossos “Como”e “Porquê”

o círuclo dourado de sinekFlickr.com Atribution: CC 2.0 Generic Author: Sticker Giant

     O nosso “Porquê” é a referência decisiva que orienta o agir de cada um no meio vital que é a Comunidade Educativa e que se ajusta, em harmonia com a diversidade de todos os outros “Porquês”, ao núcleo do nosso Projeto Educativo.

     Para o jovem autor Simon Sinek, é no interior de “O Círculo Dourado“, a camada interna do cérebro que não tem acesso a uma linguagem articulada, que pulsa o nosso “Porquê”.

     No íntimo desse coração símbólico, sede de convicções profundas e de intuições vitais, as experiências mais marcantes da nossa vida foram configurando o esboço de um sentido último que preside, frequentemente oculto, às grandes tomadas de decisão que modelam a existência e a tornam significativa.

    As nossas razões finais devem tornar-se explícitas, a fim de iluminarem o nosso modo único de agir que, por sua vez, se aplica, com o selo de um estilo inconfundível, àquilo que fazemos.

    Assim, o “Porquê” – a fonte inesgotável de sentido, o “Como” – o que nos torna únicos no agir – e o “O Quê” – aquilo com que realmente contribuímos e onde tocamos o concreto da vida a desenvolver em comum – são as 3 dimensões hierarquica e intimamente ligadas que estruturam a Pessoa, a Comunidade, a Organização.

    Como relacionar o “Porquê” e o “Como” de cada um, bem como os de cada equipa colaborativa dentro da Comunidade, com o “Porquê” e o “Como” do nosso Projeto Educativo? 

OE

Fontes: Simon Sinek Start with Why; “Find your Why

Sonetos de Florbela

     máscara de florbela espanca

     Wikimedia.org Atribuição: Creative Commons 2.0 Generic

  Tal como o meu colega disse ao apresentar este livro de Florbela Espanca, eu também sou uma pessoa que não consegue ver tudo perdido.

    A Autora vê a vida de uma forma impressionantemente negativa, mas não faz disso uma queixa, mesmo sendo ela justificada.

    Para mim, a vida não lhe correu nada bem e ela continuou a esforçar-se até que realizou que não ia encontrar um sentido de felicidade. Como não encontrou a felicidade cá, foi ver o que encontrava “lá”.

  Florbela Espanca nasceu e morreu a 8 de Dezembro, suicidando-se aos 35 anos, após 3 casamentos em que não encontrou a felicidade.

      A sua obra poética é marcada pela exaltação passional, tal como a de António Nobre e Sá Carneiro, por exemplo.

     O primeiro soneto apresenta o seu próprio livro como um repositório de vivências profundamente tristes que a autora deseja partilhar com todos aqueles a quem a vida transformou pelo sofrimento.

     A Poetisa interpela os seus leitores, considera-os como formando uma fraternidade de seres sofredores que podem encontrar, nos seus poemas, refrigério e conforto para a sua própria dor.

     “Este livro é para vós, abençoados, os que o sentirem, sem ser bom, nem belo!”

     No poema “Neurastenia”, entrelaça a sua íntima vivência de sofrimento e dor com os elementos da paisagem, que a tornam de certo modo hostil, mas espelhando fielmente o que a própria escritora sente.

    A chuva, o vento e a neve personificam toda a amargura e miséria espiritual que a poetisa sofre.

MF11

Sobre a Condição Humana

     

     Image parJill Wellington de Pixabay 

     Ninguém consegue substituir os irmãos, pois só temos uma vez estes parceiros de vida.

    Mesmo que não estejamos de acordo com eles, podemos fazer um esforço. Assim como devemos fazer um esforço pelos nossos Pais, tal como eles fazem por nós.

     Podemos ajudá-los no que eles precisam, assim como eles nos pagam a Escola, o Surf e, como é óbvio, também nos puseram na Terra.

     Em comparação com os outros seres vivos, nós só nos tornamos autónomos muito tempo depois, enquanto que, por exemplo, as girafas, ao nascer, ficam logo de pé.

     Mas, além disso, nós interrogamo-nos, por isso, não sabemos se nos “cumprimos” inteiramente, só nos interrogamos sempre mais.

    Não sabemos se os animais se interrogam, pois não falamos a mesma língua.

     “Cumprir-se” é viver ao máximo.

SCb6C

Mensagem da Natureza

calêndula que abre coberta de orvalhoPixaBay License Image parStefan Keller de Pixabay

O nascer de uma Flor transmite uma mensagem preciosa.

     Para mim a Natureza é vida, cores, perfeição, amizade… Todas estas qualidades são só palavras, mas não se pode dizer o mesmo da Natureza, porque ela é tudo, é complexa.

     Se tentarmos procurar uma resposta para nós, para a vida, a resposta está na Natureza, pois lá há uma resposta para tudo.

    Mesmo se não percebermos, a Natureza tenta-nos dizer muitas coisas pela maneira como os animais vivem ou como as plantas nascem.

     Para mim, o nascer de uma flor, enterrar a semente e regá-la até ficar grande e forte, é muito bonito, porque me transmite uma mensagem preciosa:

    Todos chegamos ao mundo pequeninos, mas com o “regar” que é o esforço e a dedicação, ficamos fortes.

    Mas se pararmos de regar, a planta morre. No nosso caso, perdemos essa força, por causa da preguiça ou da falta de esforço para chegarmos aos nossos objectivos.

     Por isso, temos de continuar a batalhar, a “regar”, para atingirmos as nossas metas. Mas sem magoar ninguém, nem derrubar alguém.

    E isto é só uma das mensagens que a Natureza nos passa.

CC8B

Por Detrás de um Sorriso

jovem mulher num sorriso entre correntesPixaBay PixaBay License

      Quando olhamos para alguém, podemos deduzir incorretamente o seu estado de espírito.

       Para lá de um sorriso pode encontrar-se o seu lado sinistro e indefinido. 

      Quando nos encontramos num dia mais sombrio, os nossos objetivos não são realmente desvendados. Só esperamos uma luz para nos iluminar e dar radiância a mais um dia obscuro.

      Por detrás de um sorriso enganoso, nos deixamos levar, na nossa ignorância; por detrás de um sorriso verdadeiro e honesto, escapa-nos o fio à meada.

       Indefinido permanece o sorriso, por desencobrir.

   Deixamo-nos levar pelas relações amigáveis: sempre que avistamos um sorriso na cara de um íntimo, interpretamos o eventual sorriso sempre como algo positivo.

AVis

Mapa para um Texto Futuro

astros, planeta, homem sobre fund onegro

PixaBay PixaBay License

Em Busca da Verdade sobre o Mundo

      Os humanos sobrevivem para a morte, mas não vai servir de nada, pois com  certeza irão morrer ao fim de um tempo.

     Um dia, um amigo meu perguntou ao Pai:

     – Porque nascemos para depois morrer?

     E o Pai dele respondeu com uma pergunta:

    – Porque te dou de comer, se vais morrer?

mapa de ideias sobre a origem de todos os serescontnuação  do mapa remontando até antes do bib bangImagens: Oficina de Escrita Autor RF7D

RF7D

Família e Fraternidade

menina acolhendo pomba contra fundo azul

PixaBay PixaBay License

Partilha informal sobre os temas para o Teste de EMRC

BL – Família, é uma palavra de origem latina.  Para mim, significa o amor aos Pais, aos Irmãos e, um dia, aos Filhos, quando os tivermos.

CM – Família é a nossa primeira companhia, é onde nasce a vida. Família é mãe que nos dá vida.

BL – Tem a ver com a Arte de Amar, que inclui a confiança, o respeito e a responsabilidade.

CM – Um exemplo de confiança é o facto de podermos contar segredos à Família. Um exemplo de respeito é o facto de falarmos bem com os Pais; um exemplo de responsabilidade é ajudarmos os irmãos mais novos a apertar os sapatos ou a secar o cabelo. Também podemos ajudar os Pais: pomos a mesa, arrumamos o quarto dos Pais quando eles estão doentes…

BL – A Escola é uma segunda casa para nós, onde até passamos mais tempo do que em casa.

CM – A Escola é onde aprendemos factos. Aprendemos a conviver com pessoas que não são da Família e é onde encontramos as grandes Amizades.

CM – Os Avós têm um papel importante na Família: primeiro, foram eles que criaram os nossos Pais; segundo, eles dão-nos sempre doces, amor e carinho.

BL – O meu Avô está sempre a ir almoçar fora connosco: leva-nos às Pizzas.

CM – As Avós ensinam-nos a tricotar.

BL – A Avó da Luísa ensinou-a a costurar. Ontem ela comprou um Slime e é alérgica. Perguntei se era mesmo e era, mas ela disse que tinha comprado para dar aos meninos que não têm.  Ela está a fazer pulseiras para angariar dinheiro para os outros que precisam. É só no 5º D.

BL – Somos Irmãos: uma Fraternidade, porque temos uma origem comum – Deus. Eu sempre me perguntei para onde vão as pessoas que morrem.

CM – Como é haver um “Lá”?

BL – Desde que era da Pré, sempre quis ser uma chita quando morresse. Ou então um búfalo: seria o símbolo de estar alerta, sempre pronta para ajudar os outros, mesmo que fosse ameaçada por leões, porque se o meu amigo está a morrer, eu vou sempre ajudar. As chitas não têm família: as mães vão embora muito cedo, as crias ficam sozinhas.  Eu pensava que assim podia mostrar aos outros que elas não têm que ficar sozinhas e também queria ser uma chita porque gosto de correr.

CM – Na Festa do Pijama, em casa da Luísa, a Mãe disse que depois de morrermos, talvez fôssemos para um sítio onde pudéssemos corrigir algo que na nossa vida não estivesse bem, antes de mergulharmos no Amor.

BL – Há o Porco Havaiano da Moana – no filme: a Avó da Moana morreu dizendo que ia ser uma raia e havia de acompanhar a neta até ao mar para salvar o mundo, porque havia alguém mau que ameaçava o mundo. Ela trazia ao pescoço a pedra da Deusa Natureza: sem a pedra, tudo se tornaria escuridão.  A Avó morreu, mas deu a pedra à neta e a neta é que salvou o mundo.

CM – Há o que nos aproxima e o que nos separa. O que nos aproxima é o amor, a amizade, a paz, a alegria, o estudo, o trabalho, termos projetos em comum.

BL – O que nos separa é a falta de camaradagem, porem-nos de parte, quando não servimos, fazerem troça das nossas fraquezas.

CM – A dignidade humana é que todos somos capazes de amar, pensar e ser livres.

Conversas na Oficina  – BL e CM

O Dia dos Namorados

Photo by Jamie Street on Unsplash

     O Dia dos Namorados é um dia especial, dedicado às pessoas que se amam.

      Muita gente diz que o Dia nos Namorados é para celebrar o Amor que sentimos pelo outro, mas, para mim, esse Amor, essa Paixão, devia celebrar-se todos os dias, pois a Paixão é um dom que nos é dado e devemos vivê-lo cada dia.

      O  Dia dos Namorados devia ser a cada momento, na minha opinião.

     O Amor é o melhor sentimento do mundo. É sempre bom ter um parceiro que te ajuda quando estás mal, que te apoia, que faz de tudo para te ver feliz, que te ama com os defeitos, isso sim, é verdadeiro Amor.

      É sempre bom dar esse apoio também, pois  poder ajudar, apoiar, enche-me de felicidade.

      Amar o outro, não pela sua aparência, pode ser giro ou gira, mas sim pela sua maneira de ser. Todos nós temos defeitos, ninguém é perfeito.

       Vive o Amor com a máxima emoção possível.

MB8C

Querida Amiga

Photo by Joshua Sazon on Unsplash

    Cascais, 4 de Fevereiro de 2019

       Querida Amiga,

     Estou a escrever-te, porque queria falar-te da nossa amizade. Para mim, a amizade é uma maravilha especial que não dá para trocar por nada.

      São as histórias que vivemos, os momentos que vão ficar na cabeça para sempre. Foi assim que criamos a nossa amizade.

     Uma Amizade é uma maravilha, é o melhor que me aconteceu na vida. Para construir uma amizade precisas de confiar na tua amiga e ela em ti.

     Quando estamos com muitas pessoas, nós sentimo-nos mais à vontade, porque há sempre alguém que conhecemos.

    Uma amiga verdadeira não se encontra na rua, temos de viver grandes momentos, confiar na pessoa.

     Mas, se estivermos sozinhos com alguém, vamos ficar amigas, por isso eu aconselho a falar com toda a gente: até um “olá” chega, para começar a ficar amigo de alguém. 

     Para mim, tu és da minha Família, apenas não nasceste minha irmã!

      E pronto. Só te queria dar um grande beijinho.

LP6C

Quando formos Velhinhos…

sol ponete no marPhoto by Rachel Cook on Unsplash

      Quando já for velhinha, acho que o mais importante para mim vai ser o amor que senti e vivi. E os momentos que passei com os meus amigos de Adolescência.

      Esses são os que mais nos marcam, pois foi com eles que passei os melhores momentos da minha vida e os mais marcantes e emocionantes.

    Acho que os AMIGOS DE ADOLESCÊNCIA são os mais importantes, alguns até talvez te acompanhem até à fase mais idosa.

     Outras pessoas que serão muito importantes para mim serão a minha Família, pois são aqueles que, aconteça o que acontecer, são FAMÍLIA e vão-te ajudar no momentos mais difíceis da tua vida.

      Quando for mais velhinha, acho que vou ligar mais aos momentos, vivendo-os sem precisar de tirar fotos, como fazemos agora em que estou na fase jovem.

      É na adolescência que estás a tornar-te crescido e nem pensas no que fazes. Ages sem pensar, mas é normal, porque é no tempo em que estás a deixar de ser uma criança. 

      Quando for mais velhinha, vou refletir antes de tomar qualquer decisão, pois se agir sem pensar, posso-me arrepender.

     No futuro, não tenhas medo de crescer, pois crescer vai trazer várias mudanças à tua vida, nem todas boas, mas também é com as más que às vezes aprendes.

     E quando já fores velhinho, não penses nos momentos maus que passaste, pensa nos bons e segue em frente.

MB8C

Valorizar Amizades Verdadeiras

duas amigas de costas, numa paisagem campestre com os braços erguidos

   Photo by rawpixel on Unsplash

     Muitas vezes as pessoas pensam que têm muito poucos amigos, mas esses amigos valem muito mais do que mil amigos, pois são verdadeiros. 

      Um amigo verdadeiro apoia-nos nos momentos mais difíceis. Um amigo verdadeiro permite que possamos partilhar segredos que não partilhamos com mais ninguém.

      Um verdadeiro amigo faria coisas de que não gostasse só para ser agradável, para agradar o outro: isso é ser um verdadeiro amigo: pôr os outros à nossa frente. Se tiver um amigo assim, deve-se dar por uma pessoa sortuda.

      Alguma vez pensou que poderia nunca ter conhecido esse amigo? Ele é uma prenda que lhe foi dada, pois nós não escolhemos todas as coisas boas que acontecem, elas são um boa coincidência que nos aconteceu. 

      Um amigo não é perfeito, tal como nós também não somos, Saber aceitar os erros uns dos outros, bem como os nossos pontos frágeis, é um dom magnífico que só os verdadeiros amigos desenvolvem.


“Quem encontra um Amigo, encontra um Tesouro”

IM7B

A Amizade Como Uma Estrela

               

     Photo by Anton Darius | @theSollers on Unsplash

     Se tivesse de comparar a amizade com outra realidade, diria a estrela, pois aguarda sempre por nós naquele céu de escuridão ou de felicidade.

     Quer queiramos quer não, essa estrela estará sempre lá para nos vigiar e proteger.

     Quando nos desorientamos ou desequilibramos com algum fundamento, essa essência estelar dá-nos o rumo, um conselho, que sempre é bem vindo aos nossos sentidos.

     Nem todas as estrelas são realmente puras e genuínas , desvendamos sempre um astro irreal, prejudicial para a nossa passagem na vida.

     Aquela essência estelar que mente à nossa frente, essa falsa amizade, por mim é varrida como uma estrela cadente.

     A arrogância transmitida por essa centelha no céu muitas vezes nos arrasta para o seu mundo.

     Por isso, há que ter cuidado com as estrelas, muitas delas resplandecem na nossa vista, mas não irradiam nos nossos corações.

A Vis

O Poder Lucrativo e o Poder Pessoal

pena a cair no céu estrelado formada por uma nuvem
                                                    Max Pixel Atribuição: CC0

     A riqueza, para uns, é maravilhosa; para outros é como uma pena a cair do céu estrelado: não tem valor!

     Na maioria das vezes, quem valoriza mais o dinheiro é quem não constitui um ciclo de vida prazeroso!

     Se observarmos bem, quem tem a necessidade de obter dinheiro são as pessoas mais ricas e mais dependentes dos bens materiais.

      Se formos a África e criarmos uma conversa com um menino mais necessitado, este nunca dá tanto valor ao dinheiro como as pessoas que realmente não necessitam de tanto!

     Mas, por outro lado, as pessoas humildes dão muito mais valor a um simples bem. 

      Imaginem uma caneta azul, com uma escrita suave e fina: para as pessoas abastadas é uma simples caneta que, se a perderem, compram outra, mas para os carenciados, essa caneta dá origem à aprendizagem para um mundo diferente e podem não vir a ter outra.

      Resumindo, os estratos sociais mais favorecidos dão muito mais valor à riqueza; mas, por sua vez, os mais humildes dão mais valor a objetos insignificantes para os ricos, mas que, para aqueles, são um objetivo alcançado.

A Vis

O Valor do Trabalho

   Lápis e fundo azul

  Image par Larisa Koshkina de Pixabay 

     Qual é o valor do trabalho na nossa vida? 

    Em qualquer situação, o trabalho pode ser apenas vivido como um instrumento de subsistência, como condição necessária de autonomia, não sendo fonte de sentido por si mesmo.  

     O trabalho pode, por vezes, parecer resumir-se a um conjunto de etapas a superar, escalões sucessivos em que se amplia a responsabilidade, afinal uma forma de nos expressarmos. O seu sentido fica subordinado a um horizonte limitado que ainda é exterior à pessoa humana.

     Há situações em que o trabalho é vivido como um “apelo”; este  pode ser entendido como uma tendência natural que procura expressar-se; também pode ser entendido como uma necessidade exterior a nós, que nos interpela, e a que correspondemos por sentido de dever moral ou de destino incontornável. 

     Finalmente, também há situações em que o trabalho se torna o meio vital de realização pessoal; só neste caso gera sentido livre, isto é, que vale por si mesmo e progride rumo a um horizonte incondicionado, que transcende os interesse limitados do indivíduo, mas por isso mesmo permite uma realização genuína.

OE

Segue os Teus Sonhos e Sê como És

duas bicicletas e os jovens seguem um adiante dando a mão ao que vem atrásUnsplash by Everton Vila on Unsplash   

     Para mim,  ter apoio dá-me segurança.

     Sabe sempre bem ter Amigos ou até a Família a dar-me apoio. Por exemplo, sempre que quero fazer uma coisa, mas não tenho motivação, eles apoiam-me sempre, motivam-me, e isso faz-me ganhar coragem e fazer o que sempre quis fazer.

     Acho mal as pessoas julgarem as outras pela aparência. Por exemplo, lá por uma pessoa ser feia e tímida, não significa que seja má amiga,  simplesmente não é perfeita.

     Mas ninguém é perfeito; cada um tem os seus defeitos, mas devem todos ser tratados da mesma maneira.

     Só acho que ninguém devia mudar a sua aparência ou maneira de ser por causa da opinião dos outros.

    Sejam quem são e não mudem por pontos de vista críticos, pois essas perspetivas diferentes são impostas por pessoas que têm inveja de seres como és e acham que fazer-te mudar vai ajudar…

     Deviam antes pensar que, com esses comentários, estão a pôr uma pessoa triste, sem razão.

MB8C

O Tesouro da Generosidade

mãos de jovem a oferecer moedas de ouro em chocolate

     Photo by Sharon McCutcheon on Unsplash

      Tenho uma vida fantástica, uma vida que muita gente não pode ter, mas que, por essa razão, ficam muito felizes quando alguém se arma em super-herói e lhes dá uma mera moeda de 1€ ou então só um único olhar de sentimento; mas, na verdade, essa generosidade é um pequeno tesouro.

     Na minha escola, na época do Natal, costumamos trazer um esforço do super mercado, que para nós não é nada de especial, mas para essas pessoas é o maior presente que lhes podíamos dar….a generosidade.

     Por isso, mesmo que nos sintamos em baixo, mesmo que o dia nos esteja a correr muito mal, pensem que a nossa vida, muita gente a gostaria de ter, pois nem toda a gente tem uma casa ou até alguém que goste de si.

    Por estes motivos é que devemos valorizar o que temos e não queixarmo-nos disso.

CC7A

Os Sonhos São Pistas Para O Futuro

Autor: Stock Snap Imagem: Pixabay CC0

     Os sonhos não são propriamente fantásticos, muitos deles parecem impossíveis, nas na verdade são pistas para o futuro.

      De certeza que já se perguntaram o porquê de as pessoas sonharem; não é coincidência, mas sim a vossa consciência a tentar transmitir-vos um facto realista ou irrealista.

      Sonhar é como se fosse uma pista surreal, que um dia pode vir a ser cativada na memória.

     Quando eu era mais nova, sonhava constantemente em voar, e a seguir desses sonhos, comecei a voar nos meus pensamentos como um dente de leão ao som do vento.

      A pista transmitida pelos sonhos é muito enigmática, temos de ser nós a desvendar o porquê de essa pista ter passado à frente dos nossos olhos.

       Muitos dos nossos sonhos são inventados por nós mesmos, no dia anterior, depois de uma história muito relevante para os nossos sentidos ou por uma história inacabada.

      Mas o que nos faz acordar? Os pesadelos. Este fenómeno é como se fosse um trauma para o resto da nossa vida que arranca os sonhos da nossa mente.

     Deve haver uma explicação científica para este acontecimento, mas para mim não há explicação, a não ser a nossa mente a ser dominada.

    Enquanto que há pessoas que fazem com que os pesadelos nos arranquem  os sonhos, há pessoas que continuam sempre a sonhar!

A.Vis