És a Arte do Amor

   Mulher parando os mundos

     Image parcocoparisienne de Pixabay

     Querida Mãe,

     O teu rosto oval tem um tom de pele como o início do pôr-do-sol.

     Costuma-se dizer que os olhos são a janela da alma; sempre que tenho medo, a tua alma transmite-me coragem, através dos teus olhos vivos.

    És uma Mãe muito simpática, és querida, estás sempre presente para mim.

   Também me compras brinquedos e outras coisas. Fazes-me Carinho. Algum dia destes podemos andar de bicicleta até ao Guincho e depois podemos ir à praia?

     Tu paras tudo para me agradar.

     Pões-me sempre em primeiro lugar, arriscas a tua vida por     mim.

     Tu és a Mãe mais fabulosa e incrível, tu és a melhor Mãe do mundo.

      Mãe, és a Arte do Amor, és uma Arte que não cabe no quadro porque o teu Amor é tão grande por mim que não consegue caber em nada.

     Eu gostava de te agradecer o Amor e o Carinho que tu me dás.

   Quando tu fores velhinha, eu vou cuidar de ti como cuidavas de mim: vamos fazer viagens, vamos ao cinema, podemos fazer o que quiseres, como tu fazes comigo.

      Mãe, agora vou-te pôr um desafio: numa página branca, vais escrever o que pensas de mim.

TF5B

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.