O Direito de Todos à Alimentação

commons.wikimedia.org

     Penso que o tema da Alimentação é algo muito delicado, embora não pareça, pois todos têm o Direito à Alimentação. 

    Em primeiro lugar, em alguns países pobres há várias crianças a morrer de fome, por dia, como por exemplo, no Brasil, em Angola e em algumas partes da Ásia, devido às secas, à pandemia, à praga de gafanhotos … Isso tudo dificulta muito a vida das pessoas que já têm a vida do dia a dia dificultada. 

     Por outro lado, há pessoas que discordam na promoção de preços dos supermercados para os mais pobres.

    Contudo,  eu acho que esssas pessoas merecem ter propriedades, tal como as outras. 

    Em resumo, acho que todos devemos fazer a nossa parte em relação à alimentação das pessoas mais carenciadas.

SS6A

#STAY HOME – SAVE LIFES

 

     Image par Capri23auto de Pixabay

      Hipótese para refletir:

  Mãe e filho são “muito agarradinhos”, não conseguem não dar abraços;  o filho pode ter covid e ser assintomático; nesse caso,  põe em perigo a Mãe se ela for de risco. Para onde ir então?

   Fica com máscara dentro de casa. Mas se estão a comer, ele tira a máscara, fala e pronto, já está: a Mãe e o resto da Família ficam infetados. Se entrarem em contacto com outras pessoas, pode dar-se um fenómeno de infeções em cadeia!

     Na Escola, muitos colegas dele podem ficar infetados e iria a turma para casa. Ele iria então para casa já sabendo que era portador assintomático.

       A minha Mãe é uma pessoa de risco; para evitar que ela passe por tudo o que indiquei acima, seria melhor eu não ir à Escola e ter aulas online.

LR7D

Em Nome de Toda a Humanidade

                                                      Image par Pete Linforth de Pixabay 

Cascais  30 de abril de 2020

       Olá Terra,

  Eu acho que tu és um ótimo planeta  para viver e que sem ti não sobreviveríamos.

    Não é justo destruirmos-te e estragarmos-te. Por isso peço-te  desculpa em nome de toda a humanidade, pois é nosso dever cuidar de todos os animais e plantas que em ti habitam.

   Nós cometemos vários erros a nível ambiental que ainda vamos a tempo de corrigir.

   Devíamos acabar com as fábricas que emitem grandes quantidades de carbono, que fazem efeito de estufa e provocam alterações climáticas.

     Devíamos deixar de utilizar carros a gasolina ou a gasóleo, porque o motor deles também emite dióxido de carbono.

    Devíamos parar de  fabricar plástico, que mata milhões de peixes e tartarugas marinhas e outros animais.

   Devíamos acabar com as centrais nucleares, que emitem muitos gases tóxicos  e que têm grande risco de explosão.

  Espero que aceites as nossas desculpas e que saibas que nos vamos  esforçar  ao máximo para acabar com esta crise ambiental. 

  Um Abraço

Alv 7B

Trabalho de Português para a Prof. Laura Almeida

Do Dia que Nos Ilumina à Noite que nos Descansa…

Image par Gerd Altmann de Pixabay

Cascais, 24 de Abril de 2020

     Bom dia Terra,

    Eu venho pedir-lhe desculpa, não tenho sido muito simpática com sigo e com tudo o que fez por todo o mundo. Nós só o temos deitado fora…

   Nesta época difícil, sinto que estamos a ter aquilo que merecemos (alguns de nós). Todos os dias há pessoas a ficarem sem casa e eu, em vez de agradecer, só tenho feito pior, só tenho destruído aquilo que a Terra construiu, aquilo que é.

     Posso fazer coisas tão simples como fazer reciclagem, reutilizar, poupar ou simplesmente não usar. A Terra é a melhor coisa que já nos aconteceu!

    Neste momento, estou no meu quarto, com a janela aberta, a ver as árvores, a ouvir os pássaros e a minha música e estou a escrever-lhe esta carta. Isto faz-me pensar que, enquanto eu estou aqui em paz, a Terra pode não estar.

  Eu adoro tudo o que tem,  das pequenas formigas às grandes árvores com os seus pássaros, do seu dia que nos ilumina à sua noite que nos descansa.

   Terra,  inspira-me a ser melhor pelos outros; de certeza que, por si, vou começar a reutilizar, a preservar, a ajudar, a poupar… 

  Todos os dias penso em si e sei que isto não vai resolver nada, mas espero que lhe dê força a nunca desistir, porque sabe que tem mais pessoas que a amam do que a fazerem-lhe mal e que essas pessoas nunca vão desistir de si e vão estar sempre aqui, a insistir, a dar-lhe força.

   Eu adoro-a mais que tudo. Adeus e espero que voltemos a ver-nos.

 ML7B

Trabalho de Português para a Professora Laura Almeida

Francisco, o Amigo Incomum

sint franciscommons-wikimedia.org Creative Commons Attribution-Share Alike 4.0 International

    Entramos na celebração do “Trânsito de Francisco”, precisamente na véspera da sua Festa na Igreja Universal.

   Chega-nos de há mais de 12 séculos o eco musical dos seus poemas, que não só escreveu mas agiu, que não só cantou mas transformou em amor prático, em vida desprovida de si e partilhada até ao infinito.

     De onde nos chega esta frescura de Presença envolvente, que inspira a prontidão para aceitar um sonho inesperado?

   De onde sopra este vento de Alegria que nos empurra para  trocar, quase de repente, o familiar abrigo, por uma caminhada incerta e encantada na nostalgia de um futuro outro?

    Francisco, o Amigo incomum, que, à distância de séculos, pertence a todos os tempos, continua a cativá-los na sua ternura, a comprometê-los  na sua pobreza, a fecundá-los no  inaudito anúncio como “Arauto” que é  “do Grande Rei”.

Com Teach Write em Outubro 20

Partilha de Inspirações – OE – Dia 3

 

Agricultura Francesa

Image par Julia Casado de Pixabay     

    O que eu posso desenvolver é cultivar mais na minha horta, este inverno, com as minhas botas. Em termos académicos, aquilo que eu gostaria de melhorar é o Francês. 

    As minhas forças pessoais são o gosto pela Agricultura e a Criação de Animais.

Oficina de Escrita

   As melhores oportunidades para o que estou a desenvolver são fazer os TPC, consultar a Tutora, participar na Aula e Recordar o que aprendi. 

  Para a horta vou levar as botas de inverno; quando chove não é preciso regar; se não chover, é dia sim dia não. Posso podar a vinha e as oliveiras; ainda posso semear.

Faíscas enquanto Escrevo

    Então… eu gosto de Agricultura e de Francês, como já podem ter reparado!

  Aplicação Livre da Ferramenta de Coaching Educativo – MAFO

TS7A

Cuida a Terra: “Dar Espaço à Natureza”

cuidar a terraImage by Comfreak from Pixabay

    “Dar Espaço à Natureza”

Campanha em curso, promovida pelas “Metas Globais” ao serviço da Meta 15: A VIDA NA TERRA.

 A Biodiversidade é essencial para atingirmos as Metas Globais.

  A perda da biodiversidade constitui uma ameaça para as pessoas e para o planeta. Contudo, nós podemos compreender como agir para parar a perda da diversidade.

      • Como podemos criar um futuro em que tanto as pessoas como a natureza possam desenvolver-se?
      • De que é que todas as pessoas necessitam para sobreviver?
      • Como é que distingues entre necessidades e desejos dos seres humanos?
      • Onde é que vamos buscar esses recursos?
      • Quais são as ameaças atuais para o mundo natural?

    2 – Vê este pequeno Vídeo sobre a Biodiversidade

      • Nos últimos 50 anos, 60% de toda a vida selvagem se perdeu.
      • Como é que isto pode ter acontecido?
      • O que é que esta estatística pode significar para o planeta?

        ( 1m 40 do vídeo) Comenta livremente esta citação de David Attenborough:

     “A biodiversidade do nosso planeta fornece todas as coisas de que precisamos gratuitamente. Mas isto só será possível se houver muita diversidade, e neste momento, ela está sob ataque.”

      • Para ti, que comportamentos e atividades humanas estão a  causar o aumento da perda da diversidade?
      •  No final deste vídeo, aprendeste algo que te tenha surpreendido?

Tradução livre do recurso “Make Space for Nature

oferecido por The Global Goals – Sugestões de Escrita – OE

Setembro – Escolher-se, Ser a Terra.

Image par gdakaska de Pixabay 

Como nos tornamos uma espécie de Terra?  Talvez escolhendo-nos.

Será que escolhemos como queremos ser, no sentido em que o diz o filósofo francês:

Sartre's quoteOficina de Escrita

Assim, preparar a Terra  significaria também ser cada vez mais “eu próprio”. 

Para este novo Ano Letivo, que cuidados posso dar-me?

      • Como me preparo?
      • A que me obrigo?
      • Que espero de mim?
      • Que confiança ponho na tarefa de tornar-me no que sou? 

No limiar de cada questão, desenha-se a silhueta dos OUTROS. Sou Terra, mas não torrão avulso, baldio.

Pertenço a muitos, sou totalmente entrelaçado.

 Que há na TERRA-NÓS?

Organismos invisíveis, fios de raízes, grãos de solo, gotas de água, bolhas de ar… 

Escolho SERMOS

      • Terra revolvida, (Por que meios?)
      • acrescentada de nutrientes, (Quais?)
      • desimpedida de infestantes, (Como?)
      • porosa à água quanto baste, (Quanto?)
      • aberta em sulcos, (Por Quem?)
      • expectante de sementes. (Quem?)

Com a Agenda 2020 – Sugestões de Escrita – OE

Carta à Terra -“Unirmo-nos Todos para Viver em Harmonia”

Image par mohamed Hassan de Pixabay 

                                                                                          Cascais, 27 de abril de 2020

     Querida Terra, 

     Há muito tempo que queria falar contigo, dizer-te o quanto te agradeço por morar neste planeta maravilhoso.

    Temos de te respeitar e preservar, mas isso não é o que andamos a fazer nestes últimos tempos: não temos protegido os teus oceanos, mares e rios, que estão cheios de lixo.

    Não estamos a controlar a nossa produção e os gases libertados pelos carros e fábricas fazem com que o aquecimento global aumente.

    Temos de mudar a nossa atitude: ser mais sustentáveis, reciclar, preservar os animais e os seus habitats, porque senão te tratarmos bem, podemos perder-te de vez.

     Temos de proteger o nosso presente e o nosso futuro, unirmo-nos todos para viver em paz e harmonia e para arranjarmos novas formas de te manter saudável e continuares a ser a nossa casa.

    És muito importante para mim e para todas as pessoas do mundo, escreve-me o mais rápido possível para saber o que mais posso fazer por ti.

Muitos beijinhos,

                                                                       MC7 – Junho 2020

Trabalho de Português da Prof Laura Almeida 

Influência do Aquecimento Global na Vida dos Ursos Polares

ursos polaresImage by Gerhard G. from Pixabay 

    Escolhi falar de uma notícia sobre os ursos polares, que achei muito interessante.

    Os Ursos Polares vivem no polo norte e precisam de gelo para se protegerem – fazem igloos de gelo – e caçarem as focas que comem.

    Eles caçam as focas que nadam na água apoiando-se no gelo.

    Com a poluição mundial, que está a provocar o aquecimento global, o gelo está a derreter.

    A notícia que eu vi na tv dizia que um urso polar entrou numa cidade, muito magro e foi a caminhar na estrada.

    O que se passava é que estava à procura do gelo para conseguir caçar. Os ursos polares, quando não encontram gelo, caminham até encontrar.

    Com a caminhada, eles gastam toda a energia e peso e podem mesmo morrer.

    O urso polar, neste momento, é uma espécie em risco de extinção a médio prazo.

   Esta notícia fez-me pensar que todos nós devemos ter consciência da poluição que fazemos, porque influencia o efeito de estufa e provoca o aquecimento global.

     Por sua vez, ele tem impacto na vida dos animais, mesmo daqueles que estão mais longe.

Tarefa para CN CA5A

    Fontes – Notícia no Noticiário do Canal SIC

    Wikipédia – Consulta sobre o  Habitat e estado de Extinção.

CAD e Isolamento – Virtual versus Presencial

Ferramentas Digitais

learning toolsImage par Gerd Altmann de Pixabay

Vantagens do Classroom Sem dúvida o melhor, em termos de entrega de trabalho e para a organização dos alunos; tem uma lista a dizer “a fazer”, indica os trabalhos que não estão concluídos e os que não têm data fixa. Temos um stream para cada aluno, vamos vendo e está lá apontado tudo o que nos falta fazer.

Desvantagens da Escola Virtual – Gosto imenso, mas como estão muitas escolas a usá-la a determinadas horas. Que é quando me dá jeito, por exemplo, à tarde, fica muito lento e não se mexe. Uma vez tentei de manhã, estava menos lento. Em termos de organização também é muito bom.

Qualidade da Aprendizagem

learningAuthor: Geralt Pixabay license

  Nas Aulas-Zoom estamos distraídos. Estava habituada a as professoras nas aulas me chamarem para estar atenta; ainda não tenho autonomia a estar concentrada nas aulas Zoom e aposto que há mais alunos com esta opinião, temos de ser sinceros, mas alguns alunos estão no telemóvel, durante as Aulas-Zoom. As aulas virtuais são interativas, mas são muito menos interativas do que na Escola.

 Tarefas versus Aulas

     Nas Tarefas aprendi mais do que propriamente nas Aulas. Os professores mandavam as tarefas e sei que eram de acordo com a matéria que davam na semana; mas como não estava tão atenta, nas Tarefas recuperava. Sentia-me mais autónoma, mais ativa, tinha o Google para pesquisar, tinha os livros, perguntava aos amigos. De manhã, as aulas são às 9h 30 e ainda não acordamos.

   Aulas Presenciais versus Aulas Virtuais

    Disciplinas mais fáceis de aprender online: não gosto de nenhuma disciplina online, mas se tivesse mesmo que ser, as mais fáceis seriam de Moral. Em EV, depende dos trabalhos, eu era dependente do professor, mas agora consegui, o Professor descobriu maneiras de ajudar.

    História e Geografia também poderiam ser online. As disciplinas essenciais para serem presenciais são Matemática e Português. Inglês também, pois preciso da Professora.

    Físico-Química também deve ser presencial. Eu gostava imenso de Físico-Química e agora desinteressei-me. No sétimo ano não tinha muito boas notas, mas com explicações com o meu Avô comecei a gostar. Agora, no 9º ano, tinha notas decentes, mas se conseguisse estudar um bocadinho mais tenho consciência de que seriam brilhantes. Eu estava sempre a olhar para a Professora: sinto que tenho de estar ali na linha; agora. online. perdi o interesse.

     Há muito menos alunos a fazer perguntas do que presencialmente. Ontem, estava a entrar para a aula de EV quando  a minha Mãe estava a entrar na Escola e fiquei super-triste porque  soube que um dos melhores vigilantes vai-se embora.

Conversas na Oficina – MB9C

CAD em Isolamento – Uma Maneira Digital de Aprender

     Ferramentas Digitaiszoom

Image par Alexandra_Koch de Pixabay 

     Classroom e  Google Mail  – São boas aplicações, porque permitem ver as tarefas, ficamos mais organizados, pois indicam as datas de entregas e as páginas, os exercícios, pode-se usar os comentários para falar com os professores.

    Google Docs e Google Slides Para mim, prefiro escrever à máquina, mas acho ainda um bocado confuso o Google Docs e o Google Slides, pois não sei bem utilizar. Podíamos ter formação para estas aplicações.

    Escola Virtual Não gosto quando os professores mandam trabalhos e não recebo notificação. Aconteceu comigo e com mais alguns colegas. Acho que a Escola Virtual é uma boa aplicação para a aprendizagem, é uma maneira digital de aprender.

   Aulas-Zoom – Acho que são boas para aprender, mas depois depende se o aluno tem boa internet ou não, pois pode estar a falhar. Acho que os alunos, ou pelo menos eu, estou mais atenta nas aulas presenciais.  Os alunos desligam as câmaras e os microfones. Não acontecia tanto no início, mas agora estão cansados.

2. Qualidade da Aprendizagem

aprendizagemImage par OpenClipart-Vectors de Pixabay 

  Acho que aprendi um pouco, não tanto como nas aulas presenciais. Os testes ajudam para memorizar o que se aprendeu. Prefiro estudar assim com mais fichas e poucos testes. Sinto-me mais autónoma, mais ativa, tendo as Tarefas, com uma data de conclusão.

Sugestões Para 2020-2021

   Refeitório em Segurança Pode haver horários diferentes para almoço, os alunos sentarem-se de duas em duas em cadeiras, sentarem-se também em alternado, para não terem ninguém à frente; nos dias de sol, fazerem  pic-nics nas bancadas do pavilhão.

   Máscaras Podemos usar máscaras feitas em casa, mas temos de colocar filtros dentro.

    Projetos de Verão 2020Cá em casa vamos remodelar a casa toda, vai demorar mais do que as férias. A C. fez anos, já recebeu uma cama nova. Vamos ter quadros novos no quarto e quadro branco para desenharmos. Temos uma piscina de montar no jardim, vamos todos os dias depois do almoço.

Conversas na Oficina – CA8A

CAD em Isolamento – Sobre a Experiência Digital

Ferramentas Digitais

toolsImage par kirillslov de Pixabay 

O Classroom com Tarefas  – Não deve continuar, porque senão os “Sôtres” enchem-nos de tarefas gigantes, e ainda por cima com as aulas presenciais! Mas se vão ser menos testes e se fizermos as tarefas todas e vamos ter pontos nas tarefas, então pode ser.

Google Docs e/ou Google Slides – Prefiro usá-los assim,  ganhei um bocadinho de velocidade no computador. É mais uma coisa com peso.

Escola Virtual – Vale a pena continuar, porque as tarefas são mais fáceis e estou com o objetivo de ganhar os prémios todos de lá, já recebi 8 medalhas. Em cada medalha diz o que se ganhou.

Aulas ZoomO ponto positivo das videoconferências é que se torna mais fácil e consegui subir as notas. O ponto negativo é que a ligação da net é frágil, o som trava muito e a imagem falha.

2. A Qualidade da Aprendizagem

learningImage par Oberholster Venita de Pixabay

   Nas aulas Zoom

    Se para o ano vamos rever a matéria deste ano, algumas pessoas não vão mostrar que aprenderam, pois não estão atentas nas aulas; na verdade, não dá vontade de estar lá, mas de estar no telemóvel. Eu gosto mais das aulas presenciais.

   Nas Tarefas 

   Sinceramente aprendi um bocadinho, não sei é se preferia passar de ano estando na aula, mas acho que se estivesse na escola podia não passar de ano. Isto que aconteceu foi a meu favor, só tenho uma negativa até agora, que é a Francês; progredi em relação ao 1º Semestre.

     Comparação entre o Sistema de Tarefas e o Sistema de Testes

  Os “Stôres não ensinam enquanto estamos a fazer as Tarefas, enquanto que, na sala de aula, a Professora está a explicar e ajuda-nos a compreender o que estamos a fazer. No sistema de Tarefas temos de fazer sozinhos. Este Sistema tira-me o stress e faz com que eu aprenda melhor. Tem um ponto mau, pois como nunca temos de recordar o que aprendemos, como fazemos no sistema de testes, acabamos por esquecer mais facilmente.

Conversas na Oficina – LJ7A

CAD em Isolamento – Aprender com Ferramentas Digitais

Image par Alexandra_Koch de Pixabay

Avaliação do uso das Ferramentas Digitais

1.1. O Classroom – gostei, os professores podem enviar os tpc;  é uma forma de comunicar  com os professores; ajuda-nos  a saber os horários certos.

1.2. Google docs e Google Slides – Eu prefiro o google slides. É mais fácil de fazer os slides do que escrever texto no docs.

1.3. Os Tutoriais – São uma forma fácil de aprender, de estar com atenção.

1.5. Escola Virtual – Vale a pena, se as pessoas esqueceram os cadernos ou os livros na Escola. 

1.6. Aulas-Zoom – Gostei, mas às vezes, cai a internet. É melhor do que as aulas presenciais, pois não tem tantas distrações com os colegas. Os alunos da minha turma ficaram mais calmos.

A Qualidade da Aprendizagem

   

Pickrepo.com

    Sinto que aprendi. É melhor o sistema de Tarefas porque temos de saber eventualmente, na hora, e vamos exercitar melhor o nosso cérebro para aprendermos mais coisas.

Sugestões para 20-21

    Nos podíamos fazer tarefas para toda a matéria da semana. Nós aprendemos a matéria, numa semana, para depois, no fim de semana, recebermos um texto que tem todas as matérias que nós tínhamos aprendido na semana. E alguns exercícios de revisão. A cada 4 semanas, podemos parar uma,  para ser dedicada só a Tarefas de Revisão.

Conversas na Oficina – ZH6D

CAD em Isolamento – Preparando o Ano Letivo 2020/21

net tree

Image by Gerd Altmann from Pixabay  

  Aplicações a Manter no Trabalho do Novo Ano

   Uma aplicação que usamos agora, o Classroom, ajudou-me a aprender: há datas a dizer quando se deve entregar as tarefas, o que facilita a nossa organização.

   Quando vamos buscar material levantamo-nos; se usamos o Classroom no tablet, é mais rápido, a própria diversidade dos modos de realizar as tarefas, alternando entre o manual e o digital, torna o trabalho mais leve.

     O Google Slides dá muito jeito para preparar as apresentações: ajuda a dividir o que estamos a criar em partes pequenas e a descobrir como elas se ligam.

   Um outro aplicativo que comecei a usar mais foi o G-Mail, quando recebemos os e-mails dos Professores, a dizer “Muito bem” ou um link para uma aula, ou a marcar um trabalho…

Estratégias de Trabalho a Manter no Novo Ano

back to schoolImage par Oberholster Venita de Pixabay 

   Senti-me com mais atenção às aulas. Na sala tens muita coisa para distrair e aqui não, estás em casa. E já não existe aquela desculpa “Ah, não quero ir às aulas” – agora estamos sempre em casa.

   Gostava de continuar a receber mails dos professores, fazer os tpc com as minhas amigas, de continuar a trabalhar no classroom.

   Sugestão para Avaliações: o professor manda um anexo com uma ficha para fazermos, como nos formulários Google e nós depois fazíamos sozinhos.

Conversas na Oficina – CM6C

CAD em Isolamento – À Beira da Liberdade

Estes dias vividos…

Image par PIRO4D de Pixabay 

    Quando começamos a Quarentena foi difícil, porque nunca tínhamos experimentado uma coisa assim tão diferente.

     Ao início, pensava que não ia fazer aquele esforço para sair de casa, que ia ficar tranquila aqui, mas, a certa altura, comecei a ficar muito stressada e a querer sair de casa.

    Já saí algumas vezes, fomos comer pão com chouriço a uma rulote…

 Abrir os Braços às Férias…

unicórnioImage par Kaitlyn Millet de Pixabay 

    A Mãe e eu podemos ir para o jardim do prédio, fazer um bolo, dormir bem, sem limites, ver um filme na Netflix, desenhar e pintar, arrumar o quarto, regar as flores.

    (Um dia, estava sozinha e o Tobias subiu para cima das plantas e deitou um vaso abaixo…)

   Também posso gozar a companhia do Tobias, tentar fazer coisas novas, como por exemplo, andar a cavalo, criar um diário de recortes e ainda as sugestões da Mãe.

Por um novo ano letivo “digital-presencial”…

   Tenho expectativas : aprender Espanhol e Inglês; contar estrelas em Físico-Química na imensidão dos céus; aprender a desenhar e a pintar pessoas; receber feed back dos Professores; aventurar-me mais na escrita.

Questões que surgem no coração…

heartImage par Martin Eklund de Pixabay

    Por que é que nós estamos no Planeta Terra, se vamos morrer? Por que é que nós morremos? Para onde vamos?

     Quando estamos a ler um livro, pensamos que a pessoa está mesmo ao pé de nós…

 Aprendendo a Viver em situações sempre novas…

Image par Annalise Batista de Pixabay

     Enquanto estivemos aqui todo o tempo, poluímos muito menos; em vez de testes, tarefas: ficamos mais autónomos com as nossas tarefas e conseguimos aprender mais por nós.

    Se continuarmos aqui dentro, aprendemos e não poluímos, mas em vez de estarmos em casa fechados, podemos alternar com as aulas e ir à Escola para ver e estar com as outras pessoas.

     A máscara é sufocante, mas protege-nos à mesma.

 Criação Oral de Texto CM6C

CAD em Isolamento – Carta ao Futuro Eu

    carta ao futuro

Image by Gerd Altmann from Pixabay 

           Querida J,

      Sou tu, quando tinhas onze anos, em 2020.

      Acho que o meu mundo, quando me leres, já não vai ser o mesmo. Já tens 17 anos.

      Não deves ser muito alta, mais de média estatura, como o comprimento do teu cabelo. Deves usar lentes de contacto, usar roupas desportivas, outras muito femininas, uma mistura de estilos.

     Espero que tenhas tido boas notas no Secundário e os exames nacionais tenham corrido bem. Sei como tu és, sei que gostas de te aplicar, que fazes histórias criativas quando tens inspiração, sei que os teus pontos fortes são História e Francês, que é a melhor língua para aprender ballet.

   De certeza que ainda adoras andar de patins, como quando tinhas onze anos. Sei que ainda andas no Ballet e que já fazes pontas, espargatas, cambré, pli …

  Pergunto-me se terás projetos sobre cursos de ballet…

   Talvez já tenhas um namorado: mereces que ele seja muito leal, compreensivo e meigo. 

   Sei que a tua relação com os amigos é muito boa. Espero que ainda continues a falar com os meus amigos atuais, os amigos do 6º ano, e os amigos das tuas escolas antigas.

Tarefa para EMRC: Carta ao Futuro Eu – JV6B

CAD em Isolamento – Gretha Thunberg

GretaWikimedia.commons.org

    Gretha Thunberg é uma jovem sueca de 17 anos, com cabelo loiro e pele muito clara.

    Ela faz coisas incríveis – imaginem, ela quer fazer uma viagem, então escolhe um transporte para não poluir o ar, toma iniciativas para não poluir .

     Ela é vegetariana e ativista pelo direito dos animais. Ela reconhece as suas dificuldades, mas considera que, por vezes, “ser diferente é um superpoder!” 

    As pessoas começaram a vê-la sentada nos degraus do Parlamento Sueco, às sextas-feiras, com um cartaz de protesto contra o aquecimento Global.

     Ela começou a fazer discursos, a ser convidada para falar na televisão, e a ficar mais conhecida.  Como ativista climática, Greta falou aos líderes mundiais reunidos na cimeira da ONU para a Ação Climática, em 2019, em nova York.

     Disse que os adultos tinham  roubado os seus sonhos e a sua infância com as palavras vazias deles.    

     Greta disse que nós estávamos no início de uma extinção em massa e tudo o que os adultos sabiam falar era sobre “dinheiro e contos de fadas do eterno crescimento económico”. E terminou, perguntando: “Como se atrevem?”

     Foi Candidata ao prémio nobel da Paz em 2019  e tornou-se uma heroína dos nossos tempos.

Trabalho para Apresentação Oral – CM6C

CAD em Isolamento – As Pandemias na História – I

10 – A Praga de Justiniano

yersiniapixinio.com

    O próprio Imperador otomano ficou infetado. A praga causou mais de 25 milhões de mortos, incluindo o Imperador.

   O que trouxe a cura a esta doença é que o corpo ganhava imunidade ao fim de 4 semanas.

    Os sintomas eram febre alta, tosse incluindo sangue, paralisação e inflamação nos olhos, nariz e boca e grande emagrecimento.

9 – A Peste Negra

o triunfo da mortewikipedia.org

   Causada pela bactéria hiersinia pestis, descoberta por um Francês no século XVIII. Causou mais de 230 milhões de mortos e mais de 2/3 da populações.

    Em Portugal, estima-se que metade da População morreu.

8 – A Gripe Russa

gripe russaWikimedia Commons

   Causou poucas mortes –  relativamente – 240 mil mortes; a bactéria é igual à do sarampo. Afetou principalmente a Rússia, o Norte da Alemanha e Polónia; durou um ano, 1889 – 1890.

7 – A Varíola

varíola

Picsels.com

      Atormentou o mundo durante mais de 3000 anos, equivalente a 30 séculos, o que leva a incluir séculos A. C.

     Causou 300 milhões de mortos, equivalente a quase a população inteira dos EUA.

    Na 1ª etapa era igual à gripe: cansaço, febre e dores musculares. Na 2ª etapa, incluía dificuldade em falar, paralisação e dificuldade respiratória. Na 3ªetapa, a mais avançada, causava borbulhas por todo o corpo, não faltava nenhuma parte, podia causar perda de visão e estado de coma por 3 semanas.

6 – Praga de Marselha

Wikipedia.org

      Esta praga começou com vários barcos comerciantes vindos da Rússia e Norte de Africa, atracados nos portos. Como peste negra, transportada por pulgas nos ratos, causou mais de vinte milhões de mortos, incluindo o Imperador Austríaco, que ficou infetado e morreu.

    Improviso oral do Aluno com base nas suas pesquisas pessoais.

FM5C

CAD em Isolamento – A I Guerra Mundial – II

Improviso Oral do Aluno sobre a I Guerra, com base nas suas leituras e investigação pessoal.

Portugal na I Guerra

                       Prisioneiros Portugueses em 1918 – Wikipedia Commons

    Não tendo Portugal obedecido ao bloqueio naval com o Reino Unido, a Alemanha invade Moçambique e, no dia seguinte, declara guerra a Portugal.

     A maioria dos Portugueses lutou nas trincheiras do Canal da Mancha até à Suiça.

      Passando para 1917, o Reino Unido, com a esperança de poder parar com essa guerra, prometeu aos Árabes um grande império árabe nos territórios Árabes Otomanos, por isso estes planearam um cerco às linhas de comboio, mais conhecido como a Revolta de Hejaz.

     Mas ao mesmo tempo, o Reino Unido prometeu à França, e aos seus Aliados que iam dividir entre si os territórios Otomanos, caso ajudassem na guerra.

Máquinas de Guerra

avião derrubadoNational Museum of US Navy

    Ao mesmo tempo, em 1917, a Guerra não foi assim tão má, mas, mesmo assim, ainda foram descobertos vários avanços eletrónicos, como por exemplo, na batalha de Liège, os Britânicos utilizaram tanques de guerra, o que assustou os Alemães.

    Mas ainda assim esses tanques não fizeram grandes estragos, pois estavam cheios de problemas técnicos.

  Nesse mesmo ano foram criados aviões equipados com metralhadoras pesadas, e ainda foram criados novas armas mais leves e mais fortes. Como por exemplo, Aviões 17 – Heindoven.

A Trégua de Natal

christmas truceFlickr.com  Autor: Diego Sideburns

     No Natal de 1917, entre os Alemães e Ingleses que estabam na França, é conhecida a “Trégua de Natal”: os franceses e ingleses de um lado e os alemães do outro, saíram das trincheiras e trocaram presentes, conversaram e enterraram os mortos que estavam em “terra de ninguém”, que era o espaço vazio entre trincheiras.

     A Revolução Russa

     

Ivan Vladiimirov prendendo os generais  -02 – 1917 wikimedia commons

      Passando para 1918,  o Império Otomano, já muito cansado e sem mantimentos, assina um acordo com a Alemanha e os Aliados e sai da Guerra.

    A Rússia, nesse mesmo tempo, precisava desesperadamente de mantimentos, pois já nem tinham comida para os cavalos.

    O comunismo na Rússia começou a crescer bastante, pois ofereciam três coisas: o pão, a paz e a terra, que era o que a maioria dos russos queria naquela época.

     A Revolução De Fevereiro, foi uma das histórias civis mais sangrentas da História da rússia, ficou um pequeno Governo russo para substituir o Governo do Czar.

     Esse mesmo Governo fez a péssima escolha de continuarem na Guerra.

    Os Russos, ao lutarem contra a Alemanha, em S Petersburgo, suspeitaram que os Arménios estavam a ajudar os Alemães, por isso houve um genocídio em que milhares de Arménios que viviam na Rússia foram mortos, incluindo bebés.

     O Império Austro-Húngaro, já quase sendo engolido pelos Russos, fez um tratado  de paz com a Rússia, informando que ia sair da Guerra: foi o tratado de Brest-Litovsky.

      Ao mesmo tmpo, com esse tratado, a Rússia sai da Guerra. Mas não ia ficar feliz depois de sair, porque houve a Guerra civil russa entre os brancos e os vermelhos: os vermelhos, apoiados pelo Império Otomano e a Alemanha, os brancos apoiados pelos Aliados, Estados Unidos e Nova Zelândia.

 O Dia 11 do 11, às 11h

Le jour de gloire

    wikimedia commons

     Neste momento só faltava a Alemanha, que não quer parar com a Guerra. Para terminá-la, no dia 11 do mês 11, às 11 horas, a Alemanha rende-se, dando fim à Guerra.

 Improviso Oral sobre a História da I Guerra Mundial – FM5C