CAD em Isolamento – Preparando o Ano Letivo 2020/21

net tree

Image by Gerd Altmann from Pixabay  

  Aplicações a Manter no Trabalho do Novo Ano

   Uma aplicação que usamos agora, o Classroom, ajudou-me a aprender: há datas a dizer quando se deve entregar as tarefas, o que facilita a nossa organização.

   Quando vamos buscar material levantamo-nos; se usamos o Classroom no tablet, é mais rápido, a própria diversidade dos modos de realizar as tarefas, alternando entre o manual e o digital, torna o trabalho mais leve.

     O Google Slides dá muito jeito para preparar as apresentações: ajuda a dividir o que estamos a criar em partes pequenas e a descobrir como elas se ligam.

   Um outro aplicativo que comecei a usar mais foi o G-Mail, quando recebemos os e-mails dos Professores, a dizer “Muito bem” ou um link para uma aula, ou a marcar um trabalho…

Estratégias de Trabalho a Manter no Novo Ano

back to schoolImage par Oberholster Venita de Pixabay 

   Senti-me com mais atenção às aulas. Na sala tens muita coisa para distrair e aqui não, estás em casa. E já não existe aquela desculpa “Ah, não quero ir às aulas” – agora estamos sempre em casa.

   Gostava de continuar a receber mails dos professores, fazer os tpc com as minhas amigas, de continuar a trabalhar no classroom.

   Sugestão para Avaliações: o professor manda um anexo com uma ficha para fazermos, como nos formulários Google e nós depois fazíamos sozinhos.

Conversas na Oficina – CM6C

CAD em Isolamento – À Beira da Liberdade

Estes dias vividos…

Image par PIRO4D de Pixabay 

    Quando começamos a Quarentena foi difícil, porque nunca tínhamos experimentado uma coisa assim tão diferente.

     Ao início, pensava que não ia fazer aquele esforço para sair de casa, que ia ficar tranquila aqui, mas, a certa altura, comecei a ficar muito stressada e a querer sair de casa.

    Já saí algumas vezes, fomos comer pão com chouriço a uma rulote…

 Abrir os Braços às Férias…

unicórnioImage par Kaitlyn Millet de Pixabay 

    A Mãe e eu podemos ir para o jardim do prédio, fazer um bolo, dormir bem, sem limites, ver um filme na Netflix, desenhar e pintar, arrumar o quarto, regar as flores.

    (Um dia, estava sozinha e o Tobias subiu para cima das plantas e deitou um vaso abaixo…)

   Também posso gozar a companhia do Tobias, tentar fazer coisas novas, como por exemplo, andar a cavalo, criar um diário de recortes e ainda as sugestões da Mãe.

Por um novo ano letivo “digital-presencial”…

   Tenho expectativas : aprender Espanhol e Inglês; contar estrelas em Físico-Química na imensidão dos céus; aprender a desenhar e a pintar pessoas; receber feed back dos Professores; aventurar-me mais na escrita.

Questões que surgem no coração…

heartImage par Martin Eklund de Pixabay

    Por que é que nós estamos no Planeta Terra, se vamos morrer? Por que é que nós morremos? Para onde vamos?

     Quando estamos a ler um livro, pensamos que a pessoa está mesmo ao pé de nós…

 Aprendendo a Viver em situações sempre novas…

Image par Annalise Batista de Pixabay

     Enquanto estivemos aqui todo o tempo, poluímos muito menos; em vez de testes, tarefas: ficamos mais autónomos com as nossas tarefas e conseguimos aprender mais por nós.

    Se continuarmos aqui dentro, aprendemos e não poluímos, mas em vez de estarmos em casa fechados, podemos alternar com as aulas e ir à Escola para ver e estar com as outras pessoas.

     A máscara é sufocante, mas protege-nos à mesma.

 Criação Oral de Texto CM6C

CAD em Isolamento – Carta ao Futuro Eu

    carta ao futuro

Image by Gerd Altmann from Pixabay 

           Querida J,

      Sou tu, quando tinhas onze anos, em 2020.

      Acho que o meu mundo, quando me leres, já não vai ser o mesmo. Já tens 17 anos.

      Não deves ser muito alta, mais de média estatura, como o comprimento do teu cabelo. Deves usar lentes de contacto, usar roupas desportivas, outras muito femininas, uma mistura de estilos.

     Espero que tenhas tido boas notas no Secundário e os exames nacionais tenham corrido bem. Sei como tu és, sei que gostas de te aplicar, que fazes histórias criativas quando tens inspiração, sei que os teus pontos fortes são História e Francês, que é a melhor língua para aprender ballet.

   De certeza que ainda adoras andar de patins, como quando tinhas onze anos. Sei que ainda andas no Ballet e que já fazes pontas, espargatas, cambré, pli …

  Pergunto-me se terás projetos sobre cursos de ballet…

   Talvez já tenhas um namorado: mereces que ele seja muito leal, compreensivo e meigo. 

   Sei que a tua relação com os amigos é muito boa. Espero que ainda continues a falar com os meus amigos atuais, os amigos do 6º ano, e os amigos das tuas escolas antigas.

Tarefa para EMRC: Carta ao Futuro Eu – JV6B

CAD em Isolamento – Verão 2020 e o Futuro Ano Letivo

stay safe

     Image by Annalise Batista from Pixabay

     O coronavírus provoca a Covid-19, que apresenta sintomas mais comuns: febre, tosse seca e cansaço; sintomas menos comuns: dores de garganta, conjuntivite, dores de cabeça. Sintomas graves que incluem falta de ar, dor no peito ou falta de capacidade motora.

     Nos gráficos de alteração diária, vê-se que atingimos o pico em Abril, com 1516 pessoas que morreram. Ontem. dia 15 de Junho, houve 346 infeções. No Alentejo, não está tão grave como no Norte, confirmados 266 casos sem mortes. Portugal em relação a Espanha, tem muitos menos casos  confirmados e mortes.

Image by Michael Schwarzenberger from Pixabay 

     Espero já estarmos livres antes do Natal, para termos prendas e visitarmos os avós.

   O meu aniversário é dia 20 de Junho, já estou segura que vou ter prendas, embora algumas atrasadas, pois com compras online já se sabe… Pedi uma pistola de cola quente, faz-me tanta falta! Não sei bem o que vou fazer, mas quero muito.

   Queria fazer um colar ou pulseira de missanga, mas as bolinhas não entram nos fios: então ponho um bocadinho de cola quente e as bolinhas ficam presas no fio. Queria fazer colares com pedras que apanhei na praia. 

   Estou mais preocupada com o Natal, espero que esta situação acabe logo, antes do Natal, senão não vai haver prendas, espero que já possamos ir visitar os avós. O Natal é importante, estamos com a Família, os avós vêm cá, temos um jantar com cada avó, uns no dia 24 outros no dia 25.

 face masks

Image by Paula Wood from Pixabay 

   Nas aulas presenciais vamos precisar de máscaras ou das que duram mais do que um dia. 

    Podemos usar uma mais levezinha, que é não assim tão boa, mas ao contrário das cirúrgicas deixa respirar; ou então usamos uma  máscara melhor, com uma bolinha, que permite respirar. As levezinhas dão para lavar mais de 40 vezes e há ainda outras –  que a minha avó nos vai fazer, com corações –  que também deixam respirar.

  Para o ano, podemos fazer os trabalhos no computador, usando o classroom.

     Espero que todos tenham uma boa saúde, pois alguns vivem em apartamentos e não conseguem sair de casa – ainda bem que tenho um jardim, até a minha cadela agradece! O que seria a quarentena para a minha cadela sem jardim? uma loucura! 

   Desejo que todos tenham a possibilidade de viver umas BOAS FÉRIAS!

Conversas na Oficina – CA5A

CAD em Isolamento – My Unforgettable Summer Holidays

   horse riding by the sea

Image par My pictures are CC0. When doing composings: de Pixabay 

    First of all I would go horse riding, in a beach, walking slowly, by the sea.

   Then, I and Sara would go play paintball in the park. It’s so funny!

  After that party, we would make a picnic, have lunch, under a rock, in a sort of natural shelter.

   As my friend Rita is a Surf expert, she is going to teach me.

   In another day, I will spend the whole weekend with my Mom and we will go camping and we will enjoy the beauty of the shining stars.

  At the end of the day, as it would be too hot, we would go Canoeing in a peaceful river.

Criação Oral de Texto – CM6C

CAD em Isolamento – Um Mundo Azul à Minha Volta

flowers  Photo by Zbynek Burival on Unsplash 

     Nas próximas férias depois desta prisão, eu vou para o Algarve 13 dias, com a Elisa, o Pai e o João Maria, que tem 15 anos.

    Vamos alugar uma casa com piscina num lugar solitário, como “no meio do nada”: à volta só se veem montanhas e árvores.

     Vou fazer churrasco para o almoço e jogar UNO com todos. Depois, vamos à piscina porque deve estar muito calor.

    Quando o meu corpo entra na água, sinto leveza e um mundo azul à minha volta; quando eu regresso à superfície, sinto o calor a dançar sobre mim.

     Quando entro em casa, vejo uma paisagem linda, cheia de flores pelo jardim fora e também muitas laranjeiras e flores cor de rosa.

      Fora de casa, há muitas árvores verdes, cores da Natureza; de manhã, dançam as nuvens perante nós.

   Quando escurece, um mundo escuro aparece, a piscina fica assustadora, mas muito bonita, o jardim fica sombrio e ouvem-se os grilos.

CM6C

CAD em Isolamento – Gretha Thunberg

GretaWikimedia.commons.org

    Gretha Thunberg é uma jovem sueca de 17 anos, com cabelo loiro e pele muito clara.

    Ela faz coisas incríveis – imaginem, ela quer fazer uma viagem, então escolhe um transporte para não poluir o ar, toma iniciativas para não poluir .

     Ela é vegetariana e ativista pelo direito dos animais. Ela reconhece as suas dificuldades, mas considera que, por vezes, “ser diferente é um superpoder!” 

    As pessoas começaram a vê-la sentada nos degraus do Parlamento Sueco, às sextas-feiras, com um cartaz de protesto contra o aquecimento Global.

     Ela começou a fazer discursos, a ser convidada para falar na televisão, e a ficar mais conhecida.  Como ativista climática, Greta falou aos líderes mundiais reunidos na cimeira da ONU para a Ação Climática, em 2019, em nova York.

     Disse que os adultos tinham  roubado os seus sonhos e a sua infância com as palavras vazias deles.    

     Greta disse que nós estávamos no início de uma extinção em massa e tudo o que os adultos sabiam falar era sobre “dinheiro e contos de fadas do eterno crescimento económico”. E terminou, perguntando: “Como se atrevem?”

     Foi Candidata ao prémio nobel da Paz em 2019  e tornou-se uma heroína dos nossos tempos.

Trabalho para Apresentação Oral – CM6C

CAD em Isolamento – O Dia da Criança

   dia da criança

     Image par Grae Dickason de Pixabay 

    Dia 1 de Junho é um dia muito especial, pois nesse dia reconhece-se que as Crianças devem ser tratadas com igualdade, sejam brancas ou de cor.

 Todas devem ter direito a uma boa Educação, uma boa Saúde, uma boa Alimentação, que também é essencial para uma Criança, pois enquanto Crianças, estamos a crescer, então precisamos de comer.

    As Crianças devem ter o respeito de serem amadas, não serem abandonadas pelos Pais, nem para doações, nem levarem com cintos por se portarem mal.

      As Crianças de hoje serão os adultos de amanhã, que nos irão dar a maior felicidade que podemos querer: os nossos netos!

      As Crianças são importantes. Até mais que os Adultos, pois têm uma vida prolongada pela frente, cheia de aventura, criatividade e com amor verdadeiro.

    As Crianças merecem ser felizes como todas as outras pessoas no mundo. Ninguém deve chorar antes de dormir. Nem chorar por ações cometidas, pois não se pode mudar o passado.

  E se nós fizemos essas ações, foi por um Bem maior. Se o fizemos foi para proteger as nossas Famílias, os nossos Amigos, até mesmo os nossos Animais que vemos como irmãos. Foi para protegermos quem amamos.

    Há mais de cem anos, as pessoas viviam, no máximo, até aos 75, então, as pessoas deveriam ter aproveitado ao máximo, mas em vez disso, entraram em guerras e em desespero.

     Nós, hoje, estamos a fazer a mesma coisa. Temos de viver a vida ao máximo, a não ser que sejamos indestrutíveis, porque mesmo se vivermos apenas pouco tempo, vivemos melhor com quem amamos, pois quem amamos esteve sempre ao nosso lado.

    Se o nosso melhor amigo for um totó de quem ninguém gosta, nós devemos apoiá-lo, não abandoná-lo; se o nosso melhor amigo for uma pessoa popular, de quem toda a gente gosta, mas que nos trata mal, devemos abandoná-lo, pois assim, estamos a desperdiçar a nossa vida, em vez de a vivermos ao máximo.

    Em vez de termos pessoas que não gostam de nós, podemos viajar com pessoas que nos amam, por todo o mundo, ver coisas que as pessoas que não gostam de nós nunca viram nem sonharão ver, pois estão importantes consigo mesmas.

    Acho que devia haver um dia que se chamaria “o Dia da Alegria”, nesse dia ninguém podia chorar, nem estar agarrado ao telemóvel. Só poderia brincar e rir, como uma Criança, a Criança que está dentro de nós.

Criação Oral de Texto – MF5B

CAD em Isolamento – Dia dos Adolescentes

adolescentesImage par Phan Minh Cuong An de Pixabay 

     O Dia do Pai, o Dia da Mãe, o Dia dos Avós, o Dia dos Namorados, o Dia da Criança… mas falta o Dia dos Adolescentes!

     Os Adolescentes merecem ter um dia porque começam a ter mais trabalho e a aprender coisas novas; começam a mexer virtualmente e a brincar com a própria imaginação.

    E se houvessem “Direitos dos Adolescentes”? Seriam: “Todo o Adolescente tem direito ao respeito dos pais” “Merecem conviver com os Amigos” “Têm o Direito de Ajudar os que necessitam”, por exemplo, ajudar uma criança.

   Será feriado porque, tal como as crianças, os Adolescentes merecem descanso e convivência.

    Diferentes formas de celebrarmos o Dia dos Adolescentes:

      • Ir para a Escola e fazer uma Festa na Sala com música, comida, bebida, jogos e dança.
      • Com a Escola, ir para a praia ou piscina, com a Turma.
      • Fazer atividades, como por exemplo, paintball, surf, equitação, desporto e picnics no parque.

     A Adolescência é uma fase difícil, mas muito curta. Deve ser vivida ao máximo, com responsabilidade e, principalmente, com afeto.

CM6C

No Paraíso de Vale de Vargo

brasão

      Meu irmão e eu vamos ficar separados: os meus pais acham que é bom; ele vai duas semanas ao Alentejo e depois trocamos.

    No Alentejo dou passeios de bicicleta; vamos de bicicleta pelos caminhos de uns terrenos, com oliveiras, que são do meu avô.

    À noite vejo netflix e com a minha avó também vejo filmes, é muito melhor ver filmes em família. Comemos Gaspacho e açorda à Alentejana!

    O meu outro avô, lá na sua pequenina aldeia pouco conhecida, tem “a baixa”, com um banco onde os homens se reúnem para conversar. Vou a pé entre as duas casas dos meus avós.

     Nos meus avós paternos é que existe um terreno gigante, só tem uma galinha pois o meu cão comeu-as. Cultivam nêsperas, tomate, fruta e legumes.

    O meu avô materno, o avô das olivieiras, tem um limoeiro e  ainda lhe pôs uma pernada de tangerineira e agora a árvore dá limões e tangerinas! Ele tem também uma pequena oliveira que tem o tronco todo entrançado.

   O meu cão é um pastor Alemão e teve de ir viver com o meu avô paterno por ser muito grande. Quando estamos de férias e vamos lá, ele conhece o barulho do carro, empina-se no portão assim que nos ouve. Aquele cão come tudo, empina-se à árvore que é uma nespereira e come nêsperas. Come nozes, quando eu lhas parto. Não pode sair do quintal pois ataca outros cães.

    Se passa um cão na rua ele vai logo ao portão e ladra, ladra, ladra até o cão desaparecer. A minha avó é que o vai acalmar. Mas com as pessoas é simpático.

     A vida na aldeia é mais calma, algumas pessoas trabalham muito, o meu avô acorda às seis da manhã e passa o dia todo no quintal. Os dois avós passam lá o dia todo, têm sempre muito que fazer lá fora.

     Uma vez, nós, lá no quintal, apanhamos um piriquito que andava à solta. Pusemos numa gaiola durante uns dias, e o meu avô disse:  – Coitado do Animal! – E soltou-o. O Piriquito não saía de lá, ficava sempre no jardim. Porque sabia que na gaiola havia sempre comida, então entrava e saía pela porta aberta.

   Todos os dias, ele estava do lado dos cães; há um terreno com terra lavrada, depois um terreno separado por muro onde estão os cães. O piriquito estava do lado dos cães, e todos os dias ia comer dentro da gaiola.

    O pastor alemão – o Jaguar –  dá-se bem com os outros cães: o Terréu, – este nome é porque os pais do meu avô tinham um cão chamado assim; há um muito velhinho que é surdo, é pequenino; e no nosso lado, temos ainda uma fêmea, pequenina, muito minha amiga: tem muito pelo e é amarelado, chama-se “Minie” .

     Havia ainda um labrador que morreu, porque um carro lhe bateu e desde aí ficou mal; o meu pai e o meu avô não me deixavam tocar nele.

    Os meus primos que vivem em França também vão lá, pois têm lá a sua avó que é a irmã do meu avô paterno. Encontramo-nos numa parte do verão, porque lá em França as férias são diferentes.

Conversas na Oficina  – AS6C

CAD em Isolamento – A Verdadeira Vida na Aldeia

   boi com franja

Imagem de Pexels por Pixabay 

     É bom viver na Aldeia, na situação da Covid-19, porque há ar puro e muito espaço livre.

   A Aldeia dá-nos liberdade e alimento. A liberdade de fazer piqueniques no nosso terreno, brincar e correr.

ovelha e cordeiro

   Imagem de 272447 por Pixabay 

     Os animais, no campo, como porcos, coelhos, galinhas, ovelhas, estão ao ar livre, a correr, também podemos caçar javalis, perdizes e lebres;  aquilo que criamos, ou vendemos ou comemos.

  Na Agricultura, tem de se trabalhar no duro para sobreviver; também fazer as nossas próprias cabanas e engenhocas.

cebolasImagem de Couleur por Pixabay 

  Já plantei feijão, tomate, pepino, abóbora, melancia, batata, cenouras, alface  couves e alho.

   No ritmo dos dias na Aldeia, o trabalho é intenso, mas tranquilo porque se ouvem os pássaros a cantar e às vezes, temos que acordar ás sete e despegar às sete da tarde ou oito da noite, já com o sol a pôr-se numas nuvens laranja.

hortaMuséum de Toulouse

  Na Aldeia há muito convívio, como por exemplo, se alguém nos ajudar, nós, em troca, damos almoço, lenha ou outros mantimentos.

   Também se conhecem uns aos outros exceto os mais pequeninos. 

   Por isso é que as Aldeias têm que ser respeitadas e estimadas.

TS6D

CAD em Isolamento – Grandes Amigos

friendsImagem de Alexas_Fotos por Pixabay 

     Era uma vez 4 amigos que andavam sempre juntos, até que um dia, eles se irritaram uns com os outros e ficaram alguns meses separados.

     Mas um dos amigos, que se chamava Sebastião, tinha um outro grande amigo da escola antiga; esse tal amigo ajudou o Sebastião a voltar a estar de novo reunido com os outros amigos e o grupo voltou.

      O Sebastião disse ao amigo da escola antiga:

    – Obrigado, por nos teres ajudado a reunir de novo!!

      Ele respondeu-lhe assim:

    – De nada, estou sempre aqui para ajudar quem precisar.

    O Sebastião perguntou se ele não se queria juntar ao grupo. Ele respondeu :

    – Por mim alinho, mas se os outros não quiserem eu saio.

     O Sebastião disse:

 – Não faz mal se eles não te quiserem no grupo, porque se tu saíres eu também saio.

      Ele respondeu:

   Obrigado, então ficamos de acordo.

    O Sebastião, por sua vez, respondeu:

  – Está bem, este é o nosso acordo.

     Fim da I Parte

CAD em Isolamento   – AB6B

CAD em Isolamento – Uma memória que não Se Apagará

       ponte na floresta

     Photo by Etienne Delorieux on Unsplash

     Quando eu era mais nova, a minha Família inscreveu-se para ser Família de Acolhimento.

     Passado algum tempo, uma menina da América do Sul veio cá a Portugal estudar para uma Escola e ficou uns tempos em minha casa.

     Chamava-se Maite, eu gostava muito dela, porque  me ajudava a fazer os TPC e brincava comigo.

      Passado algum tempo, eu e a minha Família fomos à Costa Rica e adoramos o país dela.

     Lá a temperatura é muito alta, às vezes ouviam-se os macacos, à noite; uma vez que fomos a um café,  vimos os macacos empoleirados nas árvores!

    Fomos passar uns dias a uma casa em que acordávamos e estávamos na praia, era só descer! Havia palmeiras e  o pôr do sol era azul, amarelo e laranja.

       Esta memória não se apagará, pois a Maite ficou a ser como uma nova irmã.

MA6B

CAD em Isolamento – As Maravilhas Únicas do Mar

waveGood Free PHotos Public Domain

     O Mar representa para mim uma experiência única.

    Admiro as ondas, o seu perfume e os seres que lá vivem.

   Gosto de apanhar ondas e de mergulhar no fundo para procurar conchas.

   Um dia, vi uma concha debaixo de água. Mergulhei e logo a seguir fui apanhado e empurrado com força por uma onda. Comecei a ser enrolado, tentei resistir, mas não consegui e vim até à areia.

   O Mar existe porque Jesus pensou que tínhamos de ter água. Daí o nosso Mar.

CAD em Isolamento – TB6A

CAD em Isolamento – A Amizade Que Nunca Acabará

     jovem á beira-mar

Image par Denis Azarenko de Pixabay 

     A minha Amiga Rita é alta e tem um físico de desportista. Os seus cabelos castanhos claros, ondulados, pelos ombros. O seu rosto é levemente oval, os olhos são brilhantes, de uma cor entre o castanho claro e o escuro. A boca, avermelhada, pequena, com um ar maroto e um sorriso que transmite felicidade. O nariz é arredondado, como o queixo.

     É uma pessoa de confiança pois eu conheço a Rita desde os 5 anos; é corajosa, pois pratica Surf e eu não teria coragem de fazer isso.

     Ela gosta muito de andar de patins, fazer Festas com as amigas e Surfar nas ondas de Carcavelos.

     Desde pequeninas que vamos andar de patins na Declathon e a primeira vez que comecei a andar foi com os patins dela que têm quatro rodas. Não me dava jeito, comecei a andar com patins em linha, ela experimentou e conseguiu também. Continuamos a partilhar estes passeios de patins.

    Acho que a Rita daria uma ótima cuidadora de crianças, Baby sitter, Educadora de Infância, porque ela faz muitas asneiras, adora bebés, e tem fantasia.

     mar

Image par Denis Azarenko de Pixabay 

CAD em Isolamento – Criação Oral de Texto – CM6C

70 Anos CAD – Saudades… (Antiga Aluna e Atual Mãe)

um novo amanhecerPhoto by Sabbir Ahmed on Unsplash
Saudades…
Sentimentos que nos corroem a alma…
A fragilidade e a incerteza de um novo amanhecer… sem saber…
Mas eu digo para ti que estás aflita…
De corpo e alma…
Acalma-te
A distância jamais será esquecida!
E minha Alma…
Será eternamente agradecida!
Saudades de tempos de outrora…
O cheiro do Orvalho-da-aurora…
Invadia-me e propagava-se por todo o meu ser,
E as minhas forças eram a certeza de um novo amanhecer!
Mas agora… embora minha Alma esteja enfraquecida…
sigo confiantePhoto by Sabbir Ahmed on Unsplash
70 Anos CAD – Festa das Mães 2020 –  Joana Ferreira
Inesquecível Aluna e Mãe de 4 Alunos: LR6A e + 3

Festa das Mães 2020 – Maravilhosa MÃE

nuvem coraçãoImage par 95C de Pixabay 

     Espero que tenhas um dia  5 Estrelas! 

    Admiro  o teu sorriso, a tua graça e sentido de humor, o seres boa cozinheira e seres criativa!

    Nunca me hei-de esquecer de quando o nosso vídeo chegou às 11k visualizações no tik tok e nós fizemos um outro vídeo com todos cá de  casa!

  Quando eu era pequeno, adorávamos ir contigo à piscina e ao parque aquático!

   Nem sei o que dizer, pois há tantos momentos inesquecíveis contigo…

    Obrigada por termos comida todos os dias na mesa, por seres uma maravilhosa Mãe.

ser mãe

Teu Filho, L

LR6B

CAD em Isolamento – Um Verdadeiro Amigo

amigosImage par Shift and Sheriff de Pixabay 

       O que mais gosto é de jogar e andar de bicicleta, mas sobretudo de estar com os meus Amigos.

     No Fortnite,  ganho agilidade nos dedos e rapidez de reflexos; por exemplo, ao escrever, consigo escrever mais rápido; mas o mais divertido é jogar com os Amigos.

    No exercício de andar de bicicleta, vou com uns Amigos meus que vivem aqui perto, à volta do quarteirão, e gosto da força de vontade com que eu fico para continuar, quando já me doem as pernas.

    Uma pessoa é um verdadeiro amigo  quando nós conseguimos ter confiança nela, essa pessoa tem confiança em nós e temos tanta confiança nela que  conseguimos contar-lhe segredos; estamos ao menos uma parte do tempo juntos, a conversar, a partilhar …

    É tão bom quando queremos desabafar algo, quando não temos nada para fazer e estamos sentados num banco a olhar para o nada e um amigo passa por lá e nos chama ou nós vamos ter com ele…

CAD em Isolamento – Recriação Oral de Texto – AB6B

Festa das Mães 2020 – Admiro em Ti…

maeImage par Bianca Mentil de Pixabay

     Querida Mãe

     Espero que tenhas um Bom Dia da Mãe, não tenhas que pensar muito nem te chatear.

   Eu admiro em ti o saberes lidar com 4 filhos e que sempre consigas dar voltas às coisas de modo a melhorá-las.

   Admiro seres uma mulher do campo e da cidade!

    Que bom, na casa velha, quando íamos ao Santini, a pé! Quando estamos na Quarentena, embora consigas ter muito cuidado connosco, mas à mesma vamos contigo a um riacho!

    Um dia vou mostrar-te a minha casa e a minha quinta!

    Quero agradecer por teres cuidado de mim estes anos todos,  teres-me dado uma boa escola, uma boa Família e uma boa casa!

Beijinhos e Abraços

do teu Filho que Te Adora,

T.

Festa das Mães 2020 – TS6D