Decisões Difíceis

   prado, casa e cavalo dentro de mala

   Image parDarkWorkX de Pixabay 

     Querido Diário,

      Ontem foi um dia difícil: obrigaram-me a escrever e eu não tinha ideias.

    Sou uma rapariga de 13 anos, o meu sonho é praticar a equitação de uma forma artística.

    Na escola, estava a seguir dois cursos livres de Matemática e de Inglês.

    Não consegui estudar e treinar a arte da equitação ao mesmo tempo; bem tentei, mas, por fim, tive de me dedicar só aos cavalos.

     Por um lado, assim não estava tão atenta à escola: fiquei com imensa pena, porque gostava tanto das duas disciplinas!

     Entretanto, fui ganhando campeonatos de salto, com a minha égua Kiki, de pelo castanho brilhante, testa e patas brancas.

     Escovava-a com uma escova própria; ia andar nela e, quando acabasse, dava-lhe um banho; ela apreciava muito, mas molhava-me tanto que ia sempre de fato de banho. Depois, vestia-me e andava sozinha a passear pela escola.

     Via os outros a andar a cavalo no picadeiro e ficava a passear pelos caminhos da escola. Aprendi a andar lindamente, em três meses. Quando saí, tive pena: havia um cavalo preto, com a boca branca, chamado “Raminhos”, que era enorme: na aula seguinte, eu ia andar nele!

    Mas era preciso terminar os dois cursos. Por isso, em vez de ir várias vezes por semana á Equitação, passei a ir só uma.

(Ditado) – MM5A

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.