Reinventando a Escola

Image par chenspec de Pixabay 

Sugestões para uma Escola Fantástica: 

      • Criar um elevador só para crianças.
      • Instalar câmaras nas salas e na bibilioteca para se saber o que está a acontecer. Por exemplo, se alguém empurrar alguém ou tentar roubar algo.
      • Arranjar um sítio no Parque dos Pequenos onde possam jogar Basket. 
      • Dois dias por semana ter um tempo limitado de telemóvel. 
      • Nos almoços, haver verdadeiramente distanciamento social.
      • Estamos a compor uma música sobre igualdade e inclusão. Há pessoas que não se sentem seguras cá na Escola, pois há pessoas que fazem troça delas, ou por gostarem de rapazes ou raparigas, ou por terem nomes que se podem associar a palavras desagradáveis.
      • Fizemos 6m e 40 segundos na Milha. Os Alunos que saem cansados da Milha deviam ter um local com bombas de asma virgens para quem precisasse. Estar uma pessoa que perceba de asma, sentada, disponível, no canto das raquettes, o mais pequeno.
      • Pode haver uma aula em que se façam jogos sobre os conteúdos de estudo.
      • Deviam intercalar-se aulas teóricas com aulas para a vida: Defesa, Culinária, Costura, Relações Humanas… Há pessoas que querem ser polícias (como eu) ou cozinheiros e, assim, começavam já as suas carreiras aqui na Escola.
      • Devia haver uma aula em que os Professores ensinassem o que se deveria fazer em situações de terramoto, tsunami, ou apocalipse zoombie.
      • Devia haver mais tempo de intervalo: 5m não dá para comer, para brincar, para ir à casa de banho. “Tortura Para Crianças” não devia haver, até para os Professores pouparem o trabalho de os corrigir. Assim teríamos tempo de ver as nossas séries na Netflix como “Walking Deads”, Tic Toc, Youtube, “A Saga” de Filipe Neto, ou simplesmente Desenhar…

Conversas na Oficina – MF6B e LS6B

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.