Família e Fraternidade

menina acolhendo pomba contra fundo azul

PixaBay PixaBay License

Partilha informal sobre os temas para o Teste de EMRC

BL – Família, é uma palavra de origem latina.  Para mim, significa o amor aos Pais, aos Irmãos e, um dia, aos Filhos, quando os tivermos.

CM – Família é a nossa primeira companhia, é onde nasce a vida. Família é mãe que nos dá vida.

BL – Tem a ver com a Arte de Amar, que inclui a confiança, o respeito e a responsabilidade.

CM – Um exemplo de confiança é o facto de podermos contar segredos à Família. Um exemplo de respeito é o facto de falarmos bem com os Pais; um exemplo de responsabilidade é ajudarmos os irmãos mais novos a apertar os sapatos ou a secar o cabelo. Também podemos ajudar os Pais: pomos a mesa, arrumamos o quarto dos Pais quando eles estão doentes…

BL – A Escola é uma segunda casa para nós, onde até passamos mais tempo do que em casa.

CM – A Escola é onde aprendemos factos. Aprendemos a conviver com pessoas que não são da Família e é onde encontramos as grandes Amizades.

CM – Os Avós têm um papel importante na Família: primeiro, foram eles que criaram os nossos Pais; segundo, eles dão-nos sempre doces, amor e carinho.

BL – O meu Avô está sempre a ir almoçar fora connosco: leva-nos às Pizzas.

CM – As Avós ensinam-nos a tricotar.

BL – A Avó da Luísa ensinou-a a costurar. Ontem ela comprou um Slime e é alérgica. Perguntei se era mesmo e era, mas ela disse que tinha comprado para dar aos meninos que não têm.  Ela está a fazer pulseiras para angariar dinheiro para os outros que precisam. É só no 5º D.

BL – Somos Irmãos: uma Fraternidade, porque temos uma origem comum – Deus. Eu sempre me perguntei para onde vão as pessoas que morrem.

CM – Como é haver um “Lá”?

BL – Desde que era da Pré, sempre quis ser uma chita quando morresse. Ou então um búfalo: seria o símbolo de estar alerta, sempre pronta para ajudar os outros, mesmo que fosse ameaçada por leões, porque se o meu amigo está a morrer, eu vou sempre ajudar. As chitas não têm família: as mães vão embora muito cedo, as crias ficam sozinhas.  Eu pensava que assim podia mostrar aos outros que elas não têm que ficar sozinhas e também queria ser uma chita porque gosto de correr.

CM – Na Festa do Pijama, em casa da Luísa, a Mãe disse que depois de morrermos, talvez fôssemos para um sítio onde pudéssemos corrigir algo que na nossa vida não estivesse bem, antes de mergulharmos no Amor.

BL – Há o Porco Havaiano da Moana – no filme: a Avó da Moana morreu dizendo que ia ser uma raia e havia de acompanhar a neta até ao mar para salvar o mundo, porque havia alguém mau que ameaçava o mundo. Ela trazia ao pescoço a pedra da Deusa Natureza: sem a pedra, tudo se tornaria escuridão.  A Avó morreu, mas deu a pedra à neta e a neta é que salvou o mundo.

CM – Há o que nos aproxima e o que nos separa. O que nos aproxima é o amor, a amizade, a paz, a alegria, o estudo, o trabalho, termos projetos em comum.

BL – O que nos separa é a falta de camaradagem, porem-nos de parte, quando não servimos, fazerem troça das nossas fraquezas.

CM – A dignidade humana é que todos somos capazes de amar, pensar e ser livres.

Conversas na Oficina  – BL e CM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.