Dirigindo o Nosso Barco – Até à China

ano novoImage par lumpi de Pixabay 

Estudos

     Um grande momento deste Semestre foi a nossa vitória no Inter-turmas!

     O meu método de estudo favorito é ter alguém a explicar-me de forma mais chamativa. 

    Gostava que o chão do recreio, em vez do asfalto, podia ser algo mais fofo: assim, se nós cairmos, não raspamos alguma parte do nosso corpo.

   Li um livro sobre Animais do Mar; fui lendo sempre antes de dormir. O que mais apreciei foi sobre o Tubarão-Baleia: tem 300 fileiras de dentes microscópicos.  

    Nas minhas aulas de Chinês, a Professora escreve no quadro o que temos de aprender. E já põe uns textos com imagens para nós tentarmos ler; por exemplo, um objeto com uma forma que faz lembrar uma bengala de Natal e talvez a cauda de um esquilo. E pergunta: Qual a cauda mais bonita? A mais achatada? A mais curva? A do galo é a mais curva, a do pato é a mais achatada, a do pavão é a mais bonita. 

     A Professora está na China, acorda às 4h da manhã; está num sítio especial, próprio para dar aulas à distância. Somos 5 alunos; podemos conversar no fim da aula uns com os outros. O écran do professor ocupa uma parte maior do écran total; as nossas carinhas aparecem em fila, do lado direito; em baixo temos audio e micro.

Natal

    No Natal há mais campanhas solidárias, porque apoiar as crianças mais pobres e que têm falta de comida, é ajudar o próximo.

    A Família vem em primeiro lugar: desejo a todos a prosperidade e a Felicidade de toda a gente.

    Uma surpresa que estou a preparar este Natal é um presente mistério para o meu Tio.

    Na Missa de Natal vamos tocar “Joy to the World” dos Pentatonix.

Conversas na Oficina – ZH6D

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.