CAD-Em-Isolamento – “Tornei-me Mais Autónomo nesta Crise Mundial”

 

2. Qualidade da Aprendizagem

fractalImagen de Atsushi Ono en Pixabay 

2.1. Sinto que aprendi, mas muito mais dificilmente; em casa há mais distrações, pode haver por exemplo, um aluno que tem o microfone ligado e não se ouve o Professor, ou um aluno que está a ouvir com má internet. Isso aconteceu-me uma vez ou outra.

  Em casa, se tiver mais família presente, também estamos mais perto do sofá e da cama, dá mais vontade de ficar ali deitado. Nas aulas presenciais há outras distrações, mas a certa altura já não fazem muito efeito.

    Enquanto que já em casa, podes pensar que algo é importante, por exemplo: acontece algo, a mãe ou irmã deixa cair algo, mas afinal era uma coisa que ia ser deitada ao lixo; ou tocam à campainha e vais atender: podes achar que é uma encomenda que já esperas há muito tempo, quando, na verdade, era outra coisa qualquer.

    Em casa também pode acontecer teres de sair da aula um bocadinho porque os pais podem ter chamado o homem do gás para trazer uma bilha de gás; o pai está a trabalhar e temos de abrir a porta quando na verdade, é tudo menos importante.

fractalImagem de Atsushi Ono por Pixabay 

2.2. Acho que na Escola Virtual há uns testes que têm o efeito de recordar; como não é teste presencial, não se sente muito a importância; o efeito não está tão aparente, mas está presente.

    Parece que podes esquecer, mas não; mas se estiveres a fazer um teste virtual sabendo que podes chumbar o ano, isso não parece ter a mesma importância como se fosse presencial, logo não tem o mesmo alcance no efeito de recordar, não ficas a pensar tanto que tinhas de memorizar o assunto.

    Essa sensação de estar sob a pressão do teste também não é má de todo, porque quer dizer que estás preocupado com uma “coisa” que queres passar, um objetivo que queres atingir, achas bem que vai ter efeito no teu futuro.

   Por exemplo, se sempre tivesse havido aulas em computador ,provavelmente as pessoas continuariam a gostar e acomodavam-se; não teria havido tanta pressão, o ser humano não teria evoluído assim tanto em progresso tecnológico, em  exploração do Espaço e mesmo da Terra; muitas coisas não teriam sido exploradas na Terra, como evoluímos até agora.

2.3. Claro que com isto não se pode estar a ter todos os testes presenciais: não se pode viver para o Futuro, se no futuro não estiveres vivo, por causa do vírus. Tens de ter equilíbrio entre o que se pode fazer desde casa e o que se pode fazer presencialmente.

2.4. No Processo de Aprendizagem deste semestre, senti-me  – estão a faltar-me as definições das palavras para calibrar a minha resposta – graças às pessoas que se importam comigo e me ajudam a gerir melhor as tarefas e o tempo, tornei-me mais Autónomo, a saber “hoje tenho que fazer isto, amanhã tenho de fazer aquilo, depois de amanhã tenho de fazer aquelas duas tarefas”. Nesta Crise Mundial ajudou-me a controlar as “coisas” um bocadinho melhor e a gerir a situação.

fractaleAuthor: Rogilbert wikipedia.org Chaospro.3.2

2.5. Em Quarentena não dá para revelar assim tanto o espanto sobre as matérias, mas claro que há aquelas que já adoras desde antes da Quarentena que depois podes encontrar dentro de uma matéria que tu odeias, e começas  a adorar por causa desse assunto que já adoravas desde a infância.

   Antes da Quarentena começar, antes de a Físico-Química estudar o Espaço, já gostava de Físico-Química, mas passei a gostar muito mais e creio que teria o mesmo efeito se tivéssemos começado a estudar o Espaço durante a Quarentena.

Conversas na Oficina – VE7C

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.