Três Rafeiros Alentejanos

     

Image by Davgood Kirshot from Pixabay      

     Era uma vez um senhor muito velhinho que adorava cães. Foi buscar três rafeiros: eles eram bebés e quando foram para casa, começaram logo a fazer disparates:

          • Comeram o saco de ração;
          • Roeram um cabo elétrico;
          • Espalharam um saco de carvão.

        O senhor já estava farto, mas aguentou-se e não se irritou. Entretanto, ele já não sabia o que fazer; então decidiu fechá-los á chave para eles não fazerem barulho à noite.

        Uma noite em que estava trovoada e muito vento, o dono foi dormir. A meio da noite, os três rafeiros Alentejanos ouviram um barulho e parecia que estava alguém a tentar abrir a vedação. Os cães ficaram quietos, cheios de medo.

       Depois viram um laser a apontar para a porta. Passados uns minutos, houve alguém que entrou lá dentro. Os três rafeiros Alentejanos tinham que fazer alguma coisa.

       Então, primeiro, dois foram buscar uma manta; depois foram buscar sabão, enquanto o outro foi buscar legos. No corredor, espalharam os legos, na sala encheram o chão de sabão e, na entrada, ficaram os três com a manta.

       Lá vinha o ladrão com o dinheiro. Queixou-se logo dos pés quando pisou nos legos; depois escorregou no sabão e foi contra a parede! Já estava cansado e foi-se embora, mas quando chegou à porta, os cães meteram a manta em cima dele: ficou todo enrolado!

     O dono acordou e foi ver o que se passava: ficou a perceber que os cães até eram bons; chamou a polícia e o ladrão foi para a prisão.

GE6A

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.